Há produção de Vinhos no estado de São Paulo?

Há produção de Vinhos no estado de São Paulo?

Confira também  uma ótima dica de passeio de fim de semana em São Paulo perfeito para quem gosta de vinho!

Sempre usaram o termo “encontrar uma agulha no palheiro” para definir algo difícil de encontrar, raro… Pois bem… Se você quiser fugir do lugar comum, da comodidade da prateleira de supermercado e se aventurar a buscar um bom vinho, no local em que ele é produzido, você está começando a procurar a sua agulha!

A minha agulha, no caso, pode ser assim definida: – Produção de Vinho – Estado de São Paulo – No máximo 150km’s de distância – Boa/Alta Qualidade de Vinho. São Paulo, assim como Minas Gerais nunca foi ou será reconhecido como um grande produtor de vinhos.

Nossa história nos remete à produção de café. Assim foi dito logo após a proclamação da república: “Se o Brasil é o Café, o Café é São Paulo”, mas, aqui e ali, começam a surgir, através de famílias de imigrantes, já em sua 3a ou 4a geração, pequenas vinícolas.

 Há produção de Vinhos no estado de São Paulo? Há produção de Vinhos no estado de São Paulo?

Então era a hora de explorar algumas destas pequenas vinícolas. E, eu preciso confessar a vocês: esta talvez tenha sido a matéria mais difícil de escrever. É incrível a quantidade de vinhos intragáveis ou horríveis que se servem por aí nestas pequenas vinícolas.

Eu sempre chego como um visitante comum, alguém que quer conhecer o trabalho e o vinho daquele local. Uma espécie de “cliente oculto”. Em uma destas visitas cheguei a uma propriedade onde o parreiral tinha mais de 100 anos e, logo pensei: “É aqui! Encontrei o Graal de São Paulo”.

A propriedade faz atualmente o cultivo de café e vinho e possui também um pequeno, mas interessante “museu” que conta a história da família e da sua produção. Quando mais eu via, mais convicto de que tinha feito uma grande descoberta eu ficava!

Chegara, por fim, a hora de experimentar o vinho. Eu e minha esposa absolutamente ansiosos. Quando vi as garrafas, a primeira decepção… O rótulo era, em essência, algo muito pouco trabalhado. Amador mesmo. Nem o ano carregava, o que era um possível mal sinal. Mas, quem vê cara não vê coração e, eu não estava lá para oferecer consultoria de marketing, mas sim, para provar um bom vinho.

Experimentei três variedades. Eu preferia ter parado no segundo, juro! Mas, minha esposa insistiu. Ao final, levamos 500g de café torrado e moído para casa… Mas, eu não podia desistir. Não seria possível que eu não encontraria algo que fosse minimamente aceitável em nossos quintais!

Descobri, por fim, um lugar que não existia no mapa, pelo menos não no WAZE. Mas, consegui o telefone da propriedade e resolvi me aventurar! A aventura começa na cidade de Amparo, pela Rodovia SP-352 que liga Amparo à Itapira.

Há produção de Vinhos no estado de São Paulo?

Ao deixar a parte urbana da cidade, haverá uma porteira à esquerda com o nome do local. A porteira é o início de uma estrada de terra de 2,5km’s, mas você não precisa ter um 4×4 para chegar até lá.

A Vinícola se chama Terrassos. Seus proprietários são extremamente acolhedores. Sabem receber bem tanto adultos, quanto crianças. Sua casa e vinícola ficam, provavelmente no ponto mais alto de Amparo e dá para ver de longe o Cristo Redentor da cidade.

Na casa, funciona também um restaurante tipicamente italiano que funciona mediante reservas, mas eu só experimentei o café expresso… Sim, mas e o vinho? Dessa vez, não houve decepção. Pelos parreirais pude ver e provar a variedade de uvas ali cultivadas.

Destaque para a Syrah e a Moscatel. Depois pude ver os toneis de alumínio e as guardas em carvalho, antes do processo de engarrafamento. A guarda final, em garrafa, fica em adega especialmente criada abaixo do nível do solo para manter a climatização perfeita ao longo de todo o ano.

Na hora da prova, pude degustar o vinho que inclusive foi submetido a avaliações, digamos, mais profissionais, um Syrah de guarda, e, este, recebeu 89 pontos. Mais elaborado que os demais, o segredo deste vinho está justamente no seu tempo de guarda. Algo que sabiamente o Enólogo da propriedade, Fábio Luis do Nascimento, pretende começar a explorar.

Saí de lá com algumas garrafas e a recomendação do enólogo: “Leve para sua casa e guarde. Esqueça deles por uns 3 anos. Depois a gente conversa”. Vinho, de fato, é um caso de amor… Agora eu estou namorando uma garrafa de vinho… Uma garrafa que só abrirei, provavelmente em 2019… Mas, eu não posso me furtar em terminar este artigo sem solucionar o problema da agulha.

Há produção de Vinhos no estado de São Paulo?

Na verdade, é muito fácil encontrar uma agulha em um palheiro. Basta usar um ímã. Eu vou prover este imã para vocês! Desenhei o traçado da estrada que não existia até então e também sinalizei a propriedade no Editor de Mapas do Waze, ou seja, se você quiser ir até lá, não precisa mais pedir indicações, basta digitar: “Terrassos” no Waze que ele se encarrega de te levar até a porta dos gentis Luís e André.

Garanto que o passeio vale muito a pena! Mas, se quiser, apenas tomar o vinho, recomendo uma Cantina excelente em Moema chamada “La Grassa”. Descobri que o “Vinho da Casa” servido lá, é justamente o Terrassos!

Ficou fácil agora?

Há produção de Vinhos no estado de São Paulo?

Por Charles Schweitzer (@schweitzer1977) na crônica semanal: O Vinho que bebi essa semana.

(Charles Schweitzer é Marido Pleno, Pai Sênior (gêmeas e mais um) e nasceu em 1977, ano de estreia de StarWars. Executivo de Marketing de uma multinacional francesa, está no mercado há mais de 15 anos, sempre ligado à Inteligência de Mercado e a Inovação. Já foi triatleta, mas hoje, leva o esporte mais como um hábito de saúde. Vive todas as experiências que pode, inclusive já pilotou um F1.)

Há produção de Vinhos no estado de São Paulo?

Publicação: 14 de janeiro de 2016

AUTOR

Colaboradores do Fashion Bubbles

COMENTÁRIOS

Leia o post anterior:
Modelos não convencionais que diversificaram o mundo da moda – Parte II

Se procuramos uma mudança nos “padrões de beleza”, essa transformação deve começar em nós mesmos. Entretanto, para garantir que todo...

Fechar