Cosméticos orgânicos e veganos: qual é a diferença entre eles?

A inscrição “Orgânico” no rótulo realmente age sobre nós de uma forma mágica e instantaneamente. Mas você sabe qual a diferença de orgânico e vegano nos cosméticos?

- Continue depois da Publicidade -

Os princípios do conceito “verde” estão cada vez mais penetrando em nossas vidas. Mas o que está por trás dos rótulos “natural”, “orgânico”, “vegano”? E os conceitos de ética e respeito ao meio ambiente são idênticos na produção de cosméticos?

A tendência ‘verde’ é gratificante, mas às vezes também se transforma além do reconhecimento. Um bom exemplo de “camuflagem verde” é o recente escândalo com a marca de cosméticos americana Truly Organic (traduzido como “Realmente orgânico”).

Os cosméticos da marca eram comercializados como orgânicos e veganos, com alguns produtos sem nenhum ingrediente orgânico, enquanto outros continham ingredientes não veganos, como mel e lactose.

 

cosmético orgânico

 

A inscrição “Orgânico” no rótulo realmente age sobre nós de uma forma mágica e instantaneamente é lida como “natural”, “seguro” e “correto”. Mas a verdade é que todos esses conceitos não são regulamentados no nível legislativo, o que significa, na verdade, eles podem significar qualquer coisa.

- Continue depois da Publicidade -

Para entender melhor a diferença entre vegano, orgânico, puro e natural, é bom começar com “Natural Skincare”, um rótulo que parece incluir cada um desses termos. Tecnicamente, de fato, um cosmético natural pode conter tudo que seja de origem vegetal, mineral ou animal.

Então, os cosméticos naturais realmente existem? E qual é a diferença entre produtos orgânicos e veganos?

 

- Continue depois da Publicidade -

Os cosméticos podem ser naturais?

 

cosmético orgânico

 

Não 100%, senão duraria apenas alguns dias e só na geladeira, e também seria suscetível a bactérias.

- Continue depois da Publicidade -

Em qualquer cosmético, sem exceção, existem conservantes, que na maioria das vezes são sintéticos, inclusive “naturais”. Normalmente, um produto natural é considerado um produto dominado por ingredientes vegetais e minerais, bem como por ingredientes de origem animal.

A dificuldade é que não existe o termo patenteado “cosméticos naturais”, o que significa que ninguém regula a porcentagem de ingredientes naturais e sintéticos na composição de tais produtos.

Assim, nada impede que um fabricante astuto cole o rótulo “Natural” em um frasco de creme contendo ingredientes naturais só de apenas 1%.

 

  • Descubra seu tipo de cabelo: como saber o seu tipo para extrair dele o máximo de beleza

 

O que são cosméticos orgânicos?

 

cosmético orgânico

 

A principal diferença entre os cosméticos orgânicos é o uso de ingredientes cultivados sem o uso de:

  • pesticidas;
  • hormônios de crescimento;
  • fertilizantes químicos.
Você também pode gostar!

Normalmente, os cosméticos orgânicos contêm 95% de ingredientes à base de plantas. Embora alguns ingredientes possam não ser orgânicos por padrão, como água, sal ou argila.

Embora seja entendido que os cosméticos orgânicos não são testados em animais, eles podem conter produtos de origem animal, incluindo colágeno, retinol e gelatina.

 

 

O que são cosméticos veganos?

 

cosmético orgânico

 

Os cosméticos veganos não contêm ingredientes de origem animal. A maneira mais fácil de ter certeza de que um produto de beleza é vegano é procurar o logotipo da Vegan Society.

Ele diz que nem na composição do produto, nem no processo de produção, não existem extratos de matérias-primas de origem animal e outros subprodutos animais. E também que esses cosméticos nunca foram testados em animais.

 

  • Veja também: Franja lateral: longa, reta ou em camadas? Para quem é indicado esse tipo de franja?

 

Última tendência: cosméticos puros

 

cosmético orgânico

 

Clean Beauty é uma nova tendência vinda dos Estados Unidos que se propõe como uma verdadeira filosofia de beleza, que, embora ainda não tenha uma definição precisa, deseja ingredientes e formulações que sejam “limpas” tanto para a pele quanto para o planeta.

Isso, é claro, não significa conotá-lo como desprovido de princípios ativos químicos, uma vez que cada componente de uma formulação tem uma base química, sejam ingredientes naturais ou sintéticos.

A última tendência na indústria da beleza são os chamados cosméticos puros, algo entre os cosméticos orgânicos e veganos, onde o princípio fundamental é a segurança para o consumidor.

 

  • Siga o Fashion Bubbles no  Google News para poder acompanhar tudo sobre beleza direto no seu smartphone. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

cosmético orgânico

 

A composição dos cosméticos puros conterá ingredientes claros e comprovados que definitivamente não farão mal, e se são naturais ou não não é tão importante.

Portanto, nunca deve haver parabenos, corantes sintéticos ou fragrâncias no rótulo de um produto limpo, mas isso não significa que esse tipo de cosmético também seja vegano, sem crueldade ou orgânico.

Falar em Clean Beauty, portanto, significa também reconhecer ingredientes que não são 100% orgânicos: componentes sintéticos, na verdade, são permitidos desde que não façam mal à pessoa, aos animais ou ao meio ambiente de forma alguma.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes