Decoração com madeira: tudo o que você precisa saber para apostar nela!

Aconchegante, estilosa e descomplicada. A decoração com madeira é assim, sabia? Descubra como usar essa matéria-prima em todos os ambientes da casa!

  • 60
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

Hoje em dia, buscamos mais que nunca a decoração com madeira como referência para nossas casas. Afinal, não existe aconchego maior que o criado pelos tons quentes e agradáveis dessa matéria-prima natural. Com as mudanças nas maneiras de morar e em nossos hábitos, esse tipo de conforto é definitivamente uma prioridade.

E tem mais, viu? Além de criar essa atmosfera gostosa, a madeira é linda. Não dá para negar! As únicas questões que encontramos no meio da missão de decorar com madeira é entender onde podemos usá-la, quais são os tipos de madeira mais presentes no mercado, e como personalizá-los ao nosso estilo.

Tem essas dúvidas? Então continue lendo — pois esse guia é para você!

 

  • Depois veja também retorno ao Natural que virou uma verdadeira febre, entenda porquê, e veja imagens para se inspirar em decorações usando materiais naturais. Além de Cestos e caixas para dar aquele toque natural na décor. E eles ainda podem ajudar na organização dos ambientes.

 

Porque você deve usar madeira no décor?

 

- Continue depois da Publicidade -

Quarto com paredes de madeira

 

Essa pergunta não é difícil de responder. Mas a resposta é longa! A madeira é um dos materiais mais simples, e ainda assim mais valiosos que podemos usar na decoração.

- Continue depois da Publicidade -

Ela é um recurso natural renovável e extremamente diverso. Existem várias espécies de árvores que podem oferecer sua madeira ao décor, muitas cores naturais e tingimentos belíssimos, e várias aplicações.

A madeira pode, por exemplo, ter relação direta com as funções arquitetônicas da casa. Nesse caso, enfeita as paredes, o piso, portas, colunas ou até guarnições.

Por outro lado, ela pode ser a matéria-prima dos móveis e outros objetos decorativos. No design escandinavo, por exemplo, ela é musa de basicamente toda a decoração de interiores — prevalente nas cadeiras, sofás e nos revestimentos.

- Continue depois da Publicidade -

Abaixo, vamos contar algumas das razões pelas quais ela é tão queridinha em todo o globo— e por que você deveria aproveitá-la para criar seu lar, doce lar.

Se quiser, pode conferir também nosso post sobre tons neutros na decoração. Falamos mais do estilo escandinavo e também sobre como garantir muito charme com uma paleta de cores atemporal!

 

1. A madeira aquece os ambientes

 

Duas salas com paredes e teto em madeira

 

Quando decoramos casas e apartamentos, temos duas grandes prioridades: deixar o espaço com a cara do morador é a primeira. Afinal, sua casa deve ser um dos seus cantinhos favoritos do mundo, com toda a sua personalidade.

A segunda é oferecer muito aconchego por meio das soluções de décor. É aí que a madeira entra: ela é universalmente conhecida por aquecer os ambientes.

Por esse motivo, por exemplo, é tão usada para compor chalés e casas de campo. Além disso, evidente, ela traz o efeito rústico característico desses locais!

 

2. A decoração com madeira combina com tudo

 

Móveis de madeira na sala de estar

 

É falando em rústico que chegamos à próxima razão para decorar com madeira. Ela é versátil!

Com madeiras claras, você pode criar um espaço contemporâneo inspirado no design escandinavo ou minimalismo japonês. As madeiras escuras, aliadas ao efeito do cimento queimado, geram uma casa moderninha e bastante urbana. Tudo depende de como você escolher combinar!

Como já comentamos, por ser um recurso natural ela existe em diversas formas, tipos e tons. Isso significa que nesse mundo há pelo menos um tipo de madeira certificada que combina com o seu décor.

E, caso você não a encontre, não tem problema. Placas de madeira (e até madeira maciça) podem ser tingidas ou pintadas para atingir o efeito desejado. Viu que bacana?

 

3. Você pode tingir, manchar ou pintar a madeira

 

Mix de madeira natural e colorida

 

Como você deve ter percebido, existe uma diferença entre tingir e pintar uma madeira. Quando falamos em tingir, nos referimos ao stain (mancha, do inglês). Esse é um tipo de acabamento para madeira. Como resultado, tem uma leve diferença tonal em relação ao material em seu estado mais natural.

O stain é, de certa forma, parente do verniz — que usamos muito para impermeabilização e proteção da madeira em áreas externas contra os raios UV. Ele também pode mudar um pouco o tom das peças ou revestimentos.

Porém, enquanto o stain é mais fosco e preserva os veios e características orgânicas da madeira, o verniz oferece uma camada brilhante e mais lisa. Ele forma uma espécie de película protetora sobre ela.

Isso também é um pouco do que acontece quando pintamos a madeira. Nesse caso, a tinta cria novas camadas sobre o material original. Aqui, as cores e acabamentos podem ser bastante diferentes — você pode pintar sua madeira de azul e lixá-la, por exemplo, para garantir um mood vintage no décor.

Bacana, não é? Basta ficar atenta em relação às tintas. Se for pintar um móvel de madeira em casa, prefira a tinta acrílica, fácil de aplicar e razoavelmente resistente. E faça isso sempre em ambientes bem abertos, viu? Do contrário, contrate sempre um profissional qualificado!

Com esse tipo de truque de décor, você pode inclusive transformar completamente um móvel de madeira antigo. Que tal? Abaixo, você confere o antes e depois de uma cômoda que foi completamente repaginada com um pouquinho de cor.

 

Antes e depois: móvel de madeira branco

 

Antes e depois: móvel de madeira pintado de verde

 

4. Ela traz textura ao espaço

 

Independente do seu estilo decorativo preferido, uma coisa é certa: as texturas são essenciais. Elas estão presentes nos tecidos, nos revestimentos e nos acabamentos dos seus móveis.

Tem quem ame, por exemplo, a textura da camurça. Tanto é que há alguns anos criaram tintas e técnicas que trazem o efeito do tecido às paredes de maneira muito prática.

Da mesma maneira, as texturas naturais da madeira são universalmente amadas. Por ser um material orgânico, não existe um pedaço de madeira que seja igual ao outro. Ainda podemos intervir para adaptar um pouco essa textura aos nossos gostos — deixando-a mais rústica, ou lixando e polindo as peças.

Isso faz da decoração com madeira algo sempre único daquele móvel ou casa!

 

Diferenças entre os tipos de placa madeira

 

Quando buscamos por móveis de madeira, encontramos várias informações que precisam ser decifradas. É muito importante, antes de tudo, garantir a procedência da matéria-prima. Ela deve ser certificada, com comprovação de boa conduta no manejo florestal, ok?

Fora isso, além da madeira maciça existem alguns tipos de produtos compostos por madeira muito usados em móveis. Cada um deles tem características específicas que influenciam e muito na compra! Abaixo, você confere os dois mais populares.

 

MDF

 

Começamos pelo MDF. A sigla significa Medium Density Fiberboard (placa de fibra de média densidade, do inglês). Logo, é uma placa feita a partir de fibras da madeira!

Essas fibras são combinadas com uma resina sintética. Depois, são compactadas com muita pressão e calor, em uma prensa própria para a tarefa. Por serem bem pequenas, as fibras têm um bom potencial de compactação. Por isso, geram uma placa resistente e razoavelmente durável, e os produtos de MDF acabam sendo mais baratos que os de madeira maciça.

 

MDP

 

MDP significa Medium Density Particleboard (placa de partículas de média densidade, do inglês). Assim como o MDF, ele é um painel compactado. Porém, no lugar das fibras, é feito de partículas de madeira.

O processo aglutinação é exatamente igual ao do MDF. A diferença é que, enquanto uma placa de MDF é composta por várias “folhas” do material juntas, a de MDP é feita de duas camadas finas e uma grossa. Ele não é muito maleável, por isso é usado para compor móveis simples, como armários e mesas de cabeceira. Logo, também tem um custo mais baixo.

 

Como decorar com madeira: dicas e truques valiosos

 

Os tempos de decorar tudo com o mesmo tom de madeira já se foram! Sim, eles existiram. Antigamente, a ideia era que a madeira deveria ser sempre igual entre todos os elementos de um ambiente. Bem como na moda costumávamos falar que a bolsa e o sapato deveriam ter a mesma cor, por exemplo!

Porém com o tempo e as novas tendências, percebemos como o contrário pode ser bonito. E agora, compartilhamos com você quatro dicas para usar tons diferentes de madeira na decoração.

 

1. Aposte nos contrastes

 

Decoração com madeira em vários tons

 

Você já parou para pensar como a paleta de cores da natureza é única e perfeitamente combinada? Não seria diferente com a madeira. Diferentes tons do material ficam sim lindos juntos — principalmente em contraste!

O único cuidado que você precisa tomar é não exagerar nos elementos de madeira escura, evitando assim que o ambiente fique muito pesado visualmente. A não ser que seja esse seu objetivo.

Aproveite e valorize aquilo que você tem em casa! Dizemos isso pois aqui no Brasil os pisos de madeira — como os de tábua ou o “chão de taco” — são bastante populares e podem ser usados ao seu favor.

Você também pode gostar!

A dica do Fashion Bubbles é criar um contraste entre o piso e alguns móveis da sua decoração com madeira. Assim, seus móveis se destacam em relação à base do ambiente, no lugar de se misturarem perfeitamente.

 

2. Escolha um tom principal

 

Decoração com guarnição de madeira

 

Antes de decorar a casa, tome um tempinho só para pensar no tipo de madeira que você mais gosta. Escolha-a como a sua “madeira principal” — aquela que estará presente em maior quantidade nos ambientes. Ela pode compor uma “accent wall” (parede de destaque), por exemplo.

Depois, basta escolher um tom de madeira secundário. Ele aparecerá em doses menores no décor — em alguma prateleira, nos detalhes da poltrona ou em pequenos objetos decorativos.

Com essa fórmula é mais simples aliar tons diferentes de decoração com madeira, preservando a harmonia do seu espaço.

 

3. Comece por uma peça statement

 

Móveis com madeira pintada

 

Não consegue escolher um tom de madeira para ser a estrela do show — ou melhor, do décor? Tudo bem. Experimente escolher um móvel de destaque primeiro!

Todo ambiente conta com uma peça que o caracteriza. Enquanto no quarto esse móvel é o mix de cama e cabeceira, na sala pode ser o sofá ou o rack da TV, por exemplo. Na sala de jantar, pode ser um belo buffet ou uma mesa elegante.

Nesse caso, essa peça deverá ser de madeira. A partir dela, você pode inserir outros elementos orgânicos na decoração sem medo, desde que não se sobressaiam ao móvel principal. Dessa maneira é mais fácil decorar com equilíbrio!

 

4. Arremate com um tapete

 

Tapetes na decoração com madeira

 

Por último, mas não menos importante: quando há dúvida, um tapete pode te salvar. Em cômodos como a sala de estar, ele é um dos responsáveis por ancorar o ambiente.

Logo, um belo tapete neutro pode te ajudar a suavizar o décor, criar unidade e de certa forma conectar seus móveis de madeira no processo.

Viu como assim fica muito mais fácil?

 

Pura inspiração: ambientes decorados com madeira

 

Agora você já sabe o básico sobre a madeira e como começar a decorar com ela. Que tal, então, conferir como ela aparece em diferentes partes e ambientes da casa para se inspirar?

 

Decoração com madeira nas paredes e no teto

 

O uso mais popular da madeira é no piso das casas. Porém, você sabia que também pode usá-la nas paredes e no teto? Quando aplicada nessas partes da arquitetura, ela cria novos destaques na sua decoração.

 

Decoração com madeira no teto

 

Quer decorar as paredes com madeira, mas tem medo de exagerar? Aproveite o material para criar accent walls — bem como você faria com um tom de tinta vibrante, por exemplo!

 

Paredes em destaque na decoração com madeira

 

O divertido desse tipo de aplicação é que você pode aproveitar tábuas e ripas de madeira para completar o espaço com desenhos. E também pode misturar diferentes nuances, criando efeitos especiais!

Abaixo, mostramos dois exemplos de ripas de madeira usadas para decorar. Na primeira, a estrutura provavelmente foi criada com a casa já pronta, para renovar o décor.

Na segunda, podemos ver que ela foi pensada desde o início do projeto arquitetônico. Como? As ripas extrapolam o tamanho usual da parede, entrando no teto por uma sanca iluminada. O efeito é único!

 

Paredes ripadas com madeira

 

Além dos efeitos decorativos, a madeira pode ser aproveitada de maneira funcional nas paredes — em estantes, nas prateleiras, no espelho na decoração

Mais um exemplo: as placas de madeira são uma boa pedida para esconder o móvel do bar ou até a porta de uma despensa em um apê pequeno!

 

Decoração ousada e funcional de madeira nas paredes

 

Jeitos diferentes de decorar a cozinha com madeira

 

A madeira é uma das estrelas da cozinha. Ela está quase sempre presente na porta dos armários, seja com acabamentos naturais ou tingida.

 

Decoração de cozinha com madeira nos armários

 

Esse ambiente, assim como os outros, também se beneficia dos contrastes. Prateleiras mais escuras, por exemplo, trazem um charme único ao espaço ao lado de armários brancos e outras madeiras mais claras.

 

Cozinhas com madeira em dois tons

 

Decoração com madeira no banheiro

 

Os lavabos e as salas de banho dão algumas das provas mais incríveis de como a madeira transforma uma decoração. Acima de tudo, também mostram a variedade de estilos com a qual essa matéria-prima combina!

 

Banheiros modernos com madeira

 

Em par com cores escuras como o preto e o cinza, a madeira traz aconchego aos banheiros mais moderninhos. Quer usá-la no box? Tome cuidado com a umidade: em áreas molhadas, a melhor pedida é apostar em outros revestimentos como o porcelanato. Existem vários modelos que imitam a matéria orgânica!

Mais uma opção é cobrir os nichos do espaço de madeira, deixando seus produtos de banho ali. O efeito é uma graça.

 

Banheiros decorados com madeira

 

A madeira no décor dos quartos

 

No quarto, a madeira pode aparecer de mais um jeito diferente. É que além dela fazer parte dos móveis, do piso ou da parede, ela também pode ser a escolhida para compor a cabeceira da cama.

Logo, ela cumpre um dos papeis mais importantes da decoração do ambiente: emoldurar a estrela do espaço!

 

Quartos com madeira nas paredes e nos móveis

 

Confira como a madeira pode aparecer também na área externa da casa: “Quintal gourmet pequeno: 25 imagens para arrasar na decoração”.

 

Detalhes da decoração com madeira

 

Não é só nas grandezas da arquitetura e da decoração que encontramos a madeira, viu? O petit décor — aqueles itens pequeninos que embelezam nosso lar, doce lar — também podem ter o material. São os porta-retratos, vasos, suportes e muito mais que deixam o dia a dia mais bonito.

 

Detalhes de madeira na decoração

 

Além disso, sabemos que nem todo mundo quer fazer grandes mudanças em casa. Pode ser porque o local é alugado (o que impede a realização de obras) ou porque o custo de renovar a casa usando madeira parece grande.

Boa notícia: é possível contornar ambas as situações! Com projetos de DIY, você pode aproveitar materiais baratos e itens simples para operar grandes mudanças.

Caixotes de feira, por exemplo, podem ser lixados e empilhados para compor uma estante. Aposte também na decoração com pallet. Esse material é fácil de encontrar e pode ser transformado em sofás, camas, suportes para plantas… Em resumo, móveis lindos para qualquer um dos cômodos da casa!

 

Decoração com madeira e pallets

 

Ama encontrar inspirações para a casa? Veja “Instagram de Decoração – apartamentos criativos para seguir e copiar”.

  • 60
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também