A Mulher da Casa Abandonada, Margarida Bonetti, Chico Felitti

A Mulher da Casa Abandonada: onde foi parar Margarida Bonetti, após o sucesso do podcast?

Sucesso como podcast, A Mulher da Casa Abandonada “desapareceu” da mansão, abandonou os cachorros e virou mais um mistério

Um dos maiores sucessos de todos os tempos, o podcast “A Mulher da Casa Abandonada” está causando burburinhos nas redes sociais. Além disso, a tal casa abandonada virou um “ponto turístico” no pacífico e rico bairro de Higienópolis, SP.

Nos últimos dias, segundo relatos de vizinhos, jovens e adultos aparecem a todo momento para tirarem fotos. Já outras pessoas passam de carro na madrugada, buzinando e gritando: “nazista”. De acordo com um porteiro um grupo de “visitantes” até pediu pizza na porta da mansão no último final de semana.

“Acabou a nossa paz”– declarou um morador do bairro ao passar perto da pequena aglomeração.

Ainda segundo relatos, a polícia passa todos os dias pelo local, fica por alguns minutos e depois vai embora. O cuidado é mais para que o local não seja invadido do que “prender” a dona da casa.

Vem saber mais sobre essa história.

Qual a história da Mulher da Casa Abandonada?

A Mulher da Casa Abandonada, Margarida Bonetti, Chico Felitti
O jornalista Chico Felitti transformou sua “investigação jornalística” no podcast “A Mulher da Casa Abandonada”, para a Folha de São Paulo. Fonte: Reprodução/Redes Sociais

Apaixonado por boas e curiosas histórias, Chico Felitti, jornalista da Folha de São Paulo, decidiu investigar quais fatos estavam escondidos dentro de uma mansão deteriorada em Higienópolis. No bairro habitam diversos famosos como , Adriane Galisteu e Tom Cavalcanti. E é lá também onde fica um dos metros quadrados mais caros de São Paulo.

Dessa forma, o jornalista ficou intrigado de como uma mansão caindo aos pedaços, ainda não ter sido derrubada e dado lugar a um prédio. E mais, como num lugar daquele jeito poderia servir de “lar” para uma senhora.

Como resultado, Chico passou a levar um gravador cada vez que saia para passear com seu cachorro. Até que um dia encontrou uma senhora discutindo com funcionários da prefeitura. E era justamente a tal moradora da casa abandonada, tentando impedir a retirada de uma árvore do bairro.

Chico então ligou seu gravador e “tentou” ajudar a mulher lhe oferecendo pequenos favores. O jornalista até se aproximou e chegou firmar um contato com a “Mulher da Casa Abandonada”. Todavia, logo a senhora passou a ignorar Chico. Ele então suspeitou que a mulher tenha descoberto sua profissão: jornalista.

Quem é a Mulher da Casa Abandonada?

A Mulher da Casa Abandonada, Margarida Bonetti, Chico Felitti
Margarida Bonetti é acusada de crimes análogos à escravidão nos EUA, ela fugiu para o Brasil no início de 2000 e vive solitária na mansão da família. Fonte: Reprodução/UOL

Logo Chico Felitti passou a investigar a história pela internet, acervo da Folha de São Paulo e relatos de vizinhos. Como resultado, ele descobriu que “curiosa” senhora era uma mulher procurada pela FBI por ter cometido crimes nos Estados Unidos.

Trata-se de Margarida Bonetti. Para Chico ela se apresentou como Mari, no entanto ela se chama Margarida e é uma das herdeiras de uma das famílias tradicionais do Brasil. Seu pai era médico e um homem muito rico.

Assim que se casou, Margarida “ganhou de ” uma empregada doméstica. Ela e o marido, Renê, levaram a funcionária para “morar” com eles nos Estados Unidos.

Renê foi para o condado de Maryland, após receber uma de trabalho para construir peças de satélites para NASA.

Contudo, ele e a mulher passaram a manter a empregada doméstica em um regime análogo à escravidão. A funcionária trabalhava das 6h às 22hs. Além disso ela não tinha férias, folgas, consultas médicas ou dentistas.

Nos arquivos das investigações foram relatados maus tratos físicos e psicológicos. Em um dos episódios, Margarida chegou a jogar um panela de sopa quente no rosto dessa empregada.

Onde está Margarida Bonetti?

A Mulher da Casa Abandonada, Margarida Bonetti, Chico Felitti
A Casa da Mulher Abandonada fica no bairro nobre, Higienópolis, em SP e está no inventário da família. Fonte: Reprodução/Google Maps

Todo esse sofrimento da funcionária durou dos até o início dos anos 2000. Contudo, uma vizinha desconfiou do crime e denunciou à polícia. Assim sendo, em uma das viagens de férias de Margarida e Rene ao Brasil, essa vizinha conseguiu resgatar essa doméstica.

A essa altura a empregada estava com câncer e ficou escondida em um abrigo da igreja para se tratar. Margarida e Rene foram interceptados pela polícia americana. Enquanto ele respondeu ao processo e foi preso, Margarida conseguiu fugir para o Brasil.

Foi então que ela foi morar na mansão da família com sua mãe, que morreu em 2011. Desde então, há uma entre herdeiros pela casa. Margarida se recusa a sair do imóvel e não consegue realizar as manutenções necessárias. A casa está com vidros e telhados quebrados.

Por lá, desde então, Margarida vivia com seus dois cachorros. Ela já foi vista revirando lixos no shopping Higienópolis. Ademais, ela sempre aparecia nas janelas com uma pomada branca no rosto a fim de tentar esconder sua identidade.

Escondida?

Agora, após o sucesso do podcast, da “Mulher da Casa Abandonada”, há a suspeita de que Margarida tenha fugido da mansão. Não há informações de seu paradeiro.

Rene, cumpriu pena de 6 anos, pagou multa e continua vivendo e trabalhando nos Estados Unidos.

Por fim, a empregada que sofreu maus tratos por mais de 30 anos não teve seu nome revelado, mas está bem e segue morando nos Estados Unidos.

Enquanto isso, veja a matéria produzida pela Record News:


Stories

Matérias Similares