Claudia Rodrigues tem piora em estado de saúde: “risco de surto”

Claudia Rodrigues está internada em SP desde semana passada. A comediante luta contra a esclerose múltipla desde 2000 teve que interromper o tratamento para tomar a vacina contra Covid-19. Contudo, o organismo de Claudia não está reagindo positivamente a falta da medicação indicada

- Continue depois da Publicidade -

Claudia Rodrigues segue internada no hospital Albert Einstein, em São Paulo. Contudo, as atualizações do boletim da atriz não são positivas. De acordo com Adriane Bonato, Claudia não está reagindo bem a interrupção ao tratamento da esclerose múltipla. No entanto, essa quebra no protocolo foi necessária para que a atriz tomasse a primeira dose da vacina contra Covid-19.

Adriane Bonato, que é empresária de Claudia Rodrigues, usou o Instagram para desabafar. Segundo Bonato, Claudia não estaria regredindo ao tratamento de esclerose múltipla se já tivesse tomado as duas doses da vacina contra o coronavírus.

Na última sexta-feira, 09, Claudia Rodrigues apresentou confusão mental, cefaleia e dormência nos membros direitos do corpo. Dessa forma, a atriz foi internada às pressas. Vem saber o que Adriane disse em seu desabafo no Instagram.

 

  • Antes, nos siga no Google News e acompanhe o Power Couple, No Limite e tudo sobre os famosos direto do seu smartphone. Basta clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

 

 

Desabafo

 

 

 

Adriane Bonato faz desabafo sobre piora no estado de saúde de Claudia Rodrigues. Fonte: Reprodução
Adriane Bonato faz desabafo sobre piora no estado de saúde de Claudia Rodrigues. Fonte: Reprodução

 

Adriane Bonato, que cuida da carreira de Claudia Rodrigues, fez um desabafo no Instagram. Segundo a empresária, o organismo de Claudia Rodrigues não está reagindo bem a falta do remédio, Ocrevus. Essa medicação é importada e Claudia tem que tomar a cada seis meses. Todavia, a equipe médica da atriz optou por suspender o tratamento contra esclerose múltipla para que Claudia fosse imunizada contra a Covid-19.

Nós tivemos que interromper a medicação porque precisávamos tomar a vacina da Pfizer. Ela não poderia tomar a medicação (contra esclerose) no meio (da imunização contra Covid-19). porque a gente não sabe o que pode acontecer ou os efeitos. Dessa forma, pode haver até óbito. Optamos por tomar a vacina. A vacina era o mais importante, por conta da imunidade baixa dela, do transplante e da própria doença – iniciou Adriane.

 

 

Desespero da família

 

 

Claudia Rodrigues com a filha, Isa e a empresária Adriane Bonato. Fonte: Instagram
Claudia Rodrigues com a filha, Isa e a empresária Adriane Bonato. Fonte: Instagram

Claudia Rodrigues tomou a primeira dose da vacina Pfizer em 25 de maio. Com efeito, a segunda dose está programada para 17 de agosto, de acordo com o plano de imunização nacional. Segundo Adriane, a equipe médica decidiu, então, dar um intervalo de três meses após a segunda dose. E só então retomar com a medicação Ocrevus  no tratamento de Claudia.

Você também pode gostar!

Infelizmente, depois de todos os exames feitos, alguns resultados nos levaram a ver que ela está tendo um aviso de possível surto. Isso porque ela não estar tomando o Ocrevus. Dessa forma, a medicação não está mais no corpo dela. A qualquer momento pode acontecer dela ter um surto. Não queremos que isso aconteça. Se acontecer, as consequências podem ser trágicas. Já aconteceu de ter óbito por conta de fazer essa quebra de protocolo [da medicação contra esclerose] e era isso que a gente estava evitando – disse Adriane com a voz embargada no choro.

 

 

Retomada ao tratamento

 

 

Claudia Rodrigues tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em maio (montagem: Fashion Bubbles)
Claudia Rodrigues tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19 em maio (montagem: Fashion Bubbles)

 

Diante da piora no estado de Claudia Rodrigues, Adriane revelou que a atriz voltará a tomar Ocrevus nessa sexta-feira, 16. Adriane também criticou o intervalo entre as doses da vacina contra Covid, que de acordo com suas informações, poderia ser apenas de 3 semanas ao invés de 3 meses. Nos EUA o intervalo da aplicação da Pfizer é de 3 semanas, segundo Adriane.

Meu desespero é porque descobri que a vacina da Pfizer pode ser tomada. O protocolo é que ela seja tomada no intervalo de três semanas e não de três meses. Assim, ela é de três semanas a, no máximo, três meses. No entanto, nãoestou aqui para falar de política mas porque não escolheram três semanas? Se tivessem escolhido três semanas, ela já estaria imunizada e não estaria passando por nada disso – disparou Adriane sobre o quadro de Claudia.

 

  • Veja também: Nadja Pessoa engata seu terceiro reality e está no Ilha Record

 

 

Carreira de Claudia Rodrigues

 

 

Claudia Rodrigues montagem de fotos
Claudia Rodrigues ficou famosa depois de trabalhar no seriado A Diarista, Sai de Baixo e Zorra Total. Fonte: Arquivo Fashion Bubbles

 

Claudia tem 51 anos e estreou na TV em 1996 na novelinha da Angélica, “Caça Talentos”. Em 1996 ela venceu o Prêmio Multishow de Bom Humor Brasileiro. No entanto o grande sucesso de Claudia Rodrigues na TV foi a série “A Diarista”, na qual, ela contracenou com Dira Paes.

Por fim, em 2018, Claudia Rodrigues venceu uma ação contra a Globo. Dessa forma a atriz teve que ser reintegrada ao quadro de funcionários da emissora.

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes