Luciano Huck defende Carta pela Democracia no Domingão

Durante o Domingão na Globo, Luciano Huck fez um apelo ao público e reafirmou importância da Carta pela Democracia

Luciano Huck no Domingão
Compartilhe

No último domingo, 7, usou seu espaço no “Domingão com Huck” para apoiar a Carta pela Democracia. Com o evento reunindo grandes nomes das artes do Brasil, o apresentador convocou seu público para apoiar.

A , que geralmente se mantém afastada de polêmicas políticas, permitiu que Huck falasse sobre a ocasião no encerramento do “Domingão”. Lembrando que esse é um dos horários de maior audiência e prestígio da TV.

Veja também –  intensifica campanha para Lula e afronta live de Bolsonaro com convite inusitado: “Vontade”

Luciano Huck convoca seu público

Luciano Huck no Domingão
Luciano Huck no Domingão (Foto: Globo)

Encerrando seu “Domingão com Huck” na TV Globo, Luciano Huck defendeu a Carta pela Democracia, um manifesto que reune grandes nomes do cenário artístico brasileiro. Para a leitura, o ato acontecerá no próximo dia 11, quinta-feira, em São Paulo.

“A e a democracia sempre andaram juntas nas defesas das liberdades”, começou Huck. “Nessa quinta-feira próxima, dia 11 de agosto, vai acontecer em São Paulo, a leitura de uma carta em defesa da democracia brasileira.”

Assim, o evento acontecerá no Pátio das Arcadas do Largo de São Francisco, em São Paulo, e promete reunir grandes nomes.

“Esta carta já tem quase um milhão de assinaturas e foi escrita por pessoas de todos os setores da sociedade. Eu tenho certeza que eu, as pessoas da plateia, os convidados… A gente não pensa exatamente igual, a gente pensa diferente em muitas questões, e isso é a base da democracia, a gente avança assim. Pensar diferente não torna ninguém inimigo de ninguém.” – disse Luciano Huck.

Veja também – Atriz de Pantanal usa termo racista e é rebatida por Manoel Soares ao vivo

Apelo para eleições

Ademais, Luciano Huck, que chegou a cogitar desistir da vida de apresentador para entrar na política, defendeu ainda o processo eleitoral brasileiro. “A gente tem que garantir que o resultado da eleição seja respeitado, que todas as vozes sejam ouvidas, como tem sido desde a redemocratização do Brasil”.

Em um claro recado aos que ameaçam contestar o resultado das eleições presidenciais de 2022, o apresentador alertou sobre a importância de estar acompanhando o desenrolar do período eleitoral.

Não dá para ficar de boa, fingindo que não está acontecendo nada. A democracia depende do empenho e da vigilância constante de todos nós.

Logo depois, nos siga no Google News e acompanhe as novidades de e direto do seu smartphone. Basta clicar aqui, depois na estrelinha lá no News.

Compartilhe

Stories

Matérias Similares