Michelle Bolsonaro

Michelle Bolsonaro “cai” de joelhos diante de manifestantes que pedem minuto de silêncio à Bolsonaro

Michelle Bolsonaro protagonizou uma cena inesperada nessa semana, a atual primeira dama se aproximou de manifestantes e ao lado do marido rezou intensamente por alguns minutos

Compartilhe

Uma cena inusitada chamou a atenção em Brasília, na última terça-feira, 20. Michelle Bolsonaro e o presidente foram até a parte externa do Palácio da Alvorada, em Brasília, acompanhar o hasteamento da bandeira.

De acordo com as informações do site “Carta Capital”, a primeira dama e o, atual presidente do Brasil permaneceram no jardim por cerca de dez minutos. Dessa forma, Bolsonaro repetiu o que vem fazendo desde que perdeu as eleições do segundo turno para Lula: ficou em silêncio.

De maneira idêntica, Michelle Bolsonaro também não falou nada, mas decidiu ficar de joelhos assim que os manifestantes iniciaram a oração do “Pai Nosso”.

Vem saber mais sobre os últimos dia de Michelle Bolsonaro como primeira-dama.

Michelle Bolsonaro de joelhos em oração e de rosa em evento

Após o hasteamento da bandeira, Michelle Bolsonaro e o presidente se recolheram. Antes disso, manifestantes pediram um minuto de silêncio aos presentes, em homenagem ao presidente. E a solicitação foi acatada. A mudança com os pertences pessoais do casal já foi feita na semana passada.

Como resultado, tanto as imagens do caminhão da mudança como de Michelle ajoelhada no jardim da Alvorada repercutiram nas redes sociais.

Bolsonaro, Michelle
Michelle Bolsonaro reza de joelhos ao lado do atual presidente e diante de manifestantes. Fonte: Twitter

Na segunda-feira, 19, Michelle Bolsonaro compareceu à diplomação dos eleitos em Brasília. O evento valida as pessoas que foram eleitas para ocuparem os cargos de governador, senadora e deputados distritais e federais da capital.

Damares Alves foi uma das diplomadas. A ex-ministra, e futura senadora, teve uma campanha eleitoral com bastante participação de Michelle. Inclusive, a primeira-dama escolheu um vestido rosa para comparecer ao ritual.

Como resultado, a presença de Bolsonaro causou alvoroço tanto por parte daqueles que apoiam o atual presidente, como os que são a favor de Lula. Dessa forma, gritos e aplausos fizeram parte da celebração.

Próximos passos

Segundo informações do Yahoo Notícias, a partir de 2023, Michelle Bolsonaro deverá entrar na política. A ideia é que ela ocupe um cargo relevante no partido, a presidência do PL Mulher.

Na última segunda-feira, 19, Michelle Bolsonaro visitou o prédio onde ela e o marido ficarão em 2023. O local servirá para que Bolsonaro realize reuniões com aliados.

Michelle Bolsonaro
Michelle Bolsonaro deverá ocupar cargo importante no PL. Fonte: Instagram

Ainda segundo o site, o local deverá custar ao PL R$ 40 mil por mês. O duplex possui salas de reunião, salas de escritório e até um mini-cinema.

Além dos custos das instalações, tanto Bolsonaro como Michelle também receberão salários do PL. Na matéria do Yahoo Notícias, aponta que tal pagamento será de R$ 39,2 mil.

Assim sendo, a renda de Bolsonaro deverá girar em torno de R$ 85 mil a partir de 2023. Isso porque, além do seu novo salário, o atual presidente já recebe aposentadoria de militar (R$ 11.945,49) e de deputado federal (R$ 33.763).

Com efeito, a intenção do PL é formar uma ampla oposição ao governo Lula nos próximos anos, e Bolsonaro será personagem principal dessa empreitada.

Em tempo, pessoas próximas ao presidente seguem afirmando que ele não passará a faixa presencial para Lula no dia 01/01/2023.

  • Logo depois, nos siga no Google News e acompanhe as novidades do BBB 23 e tudo sobre os Famosos direto do seu smartphone. Basta clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News

Veja o vídeo publicado pelo portal UOL:

Compartilhe

Notícias em Alta

Últimas Notícias