Ex-atriz da Globo para padre Fábio de Melo: “não acredito no teu celibato”

Em foto no Instagram do padre Fábio de Melo, a atriz ainda escreveu: “Estou te achando muito boy e sedutor”. Veja prints dos comentários

- Continue depois da Publicidade -

A ex-atriz global Elisa Lucinda criticou o padre Fábio de Melo nas redes sociais. O religioso postou uma foto em seu Instagram que acabou não agradando muito à artista. Ela, então, escreveu na sessão dos comentários da publicação que não acredita no celibato do padre, entre outras coisas. Confira tudo em seguida!

 

Elisa Lucinda não acredita no celibato de padre Fábio de Melo

 

Foto do padre Fábio de Melo e da Elisa Lucinda, montada com os comentários.
Os comentários de Elisa Lucinda na publicação do Instagram do padre Fábio de Melo. Fonte: Instagram. Montagem: Laila Lopes

 

 

Elisa, que é poeta, atriz, jornalista, escritora, cantora e capixaba, contou que vem achando o padre Fábio de Melo “muito boy e sedutor”.

Ela escreveu nos comentários da imagem em que o religioso está posando pra foto em uma ponte: “Sou contra o celibato. Com todo respeito que te tenho, não acredito no teu. E concordo”.

Além disso, Elisa Lucinda falou: “Não deveria ser preciso negar a própria natureza, ser celibatário para ser um padre. Não faz sentido pra mim”.

 

 

A reação dos internautas sobre os comentários de Elisa Lucinda

 

Na rede social, os comentários da atriz na foto do padre Fábio de Melo tiveram centenas de curtidas. Além disso, muitos comentários também.

Entre as reações, alguns internautas concordaram com as palavras de Elisa. Confira, em seguida, um dos comentários:

“Pois é, sem contar que ele anda sempre musculoso, com roupas que evidenciam isso… o que aconteceria se uma freira resolvesse ir para a academia e mostrar o corpo sarado?”, disse uma internauta.

Em contrapartida, outros discordaram da opinião da atriz:

“Perdeu o senso e esqueceu de encontrar”, escreveu uma.

“O respeito e a noção passaram longe. Quer biscoito, fia?”, dizia outro comentário.

“Isso se chama intolerância religiosa”, falou mais uma.

 

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

 

Foto do padre Fábio de Melo com alguns comentários.
Assim foram alguns dos comentários de internautas respondendo à Elisa Lucinda. Fonte: Instagram. Montagem: Laila Lopes

 

O padre Fábio de Melo não se pronunciou sobre os comentários.

 

  • Ao mesmo tempo, veja Movimento Queer, o que é? Teoria, significado e características

 

O que é celibato?

 

De forma resumida, celibato é o nome dado a circunstância vivida por quem se compromete em não se casar ou manter relações sexuais com outras pessoas.

Essa prática, por norma, é muito comum entre alguns religiosos. Eles se abdicam de “prazeres mundanos” com a intenção de se dedicarem exclusivamente a Deus.

Lembrando que: o celibato religioso não implica o enclausuramento ou solidão do indivíduo, mas a concretização do compromisso que este mantém com a sua fé e trabalho para com a comunidade da sua religião.

 

  • Logo depois, leia Mãe do padre Fábio de Melo, Ana Maria, morre de Covid-19

 

O que é a intolerância religiosa?

 

Foto do padre Fábio de Melo.
O Padre Fábio de Melo rezando missa. Fonte: Instagram

 

 

Resumidamente, a intolerância religiosa existe quando alguém não possui a capacidade de aceitar o que é diferente. Não tolera opiniões ou práticas diferentes das suas. Podendo, aliás, serem seguidas de atitudes preconceituosas e até violentas.

No Brasil, o artigo 5º da Constituição prevê: “é inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e a suas liturgias.”

Dados do Disque 100 no Ministério dos Direitos Humanos alegam que haja, em média, 1 denúncia de intolerância religiosa a cada 15 horas em nosso país. No entanto, este número provavelmente é maior, pois muitas dessas ocorrências acabam não sendo denunciadas.

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes