Mais um capítulo do caso do sem teto que foi flagrado em ato sexual com uma mulher casada veio a público nessa sexta-feira, 25. Isso porque, Givaldo Alves, de 48 anos, deu uma entrevista para a Band. Mais uma vez, o morador de rua relatou sua versão de como chegou as vias de fato com a mulher do personal trainer, Eduardo Alves.

Acontece, que essa entrevista da Band está sem edição, ou seja, Givaldo narra o episódio sem papas na língua, contanto tim-tim por tim-tim, como as coisas aconteceram, a sua interpretação.

Dessa forma, a Band emitiu uma nota e disse que irá apurar como essa matéria, sem edição, foi parar nas redes sociais, e logo viralizou.

Foi aberto um processo de investigação a fim de descobrir o responsável, que será devidamente punido. A Band repudia o compartilhamento do vídeo”– disse o canal em nota.

No depoimento, Givaldo afirma mais uma vez que estava na rodoviária quando foi abordado pela esposa de personal trainer. Ela lhe ofereceu uma bíblia e depois disse que gostaria de “lhe namorar”. Na sequência, o morador de rua ainda detalha como o caso foi evoluindo até o sexo acontecer dentro do carro. “Eu sou bem velho para não saber brincar”.

Mais sobre o caso do Morador de Rua

Givaldo, Morador de Rua, Caso esposa de personal trainer com morador de rua
Givaldo tem ganhado destaque na mídia nas últimas semanas. Fonte: Reprodução/YouTube

Na quinta-feira, 24, o portal Metrópoles também entrevistou Givaldo Alves. Segundo o morador de rua, após ganhar a bíblia e o convite para namorar, ele a avisou que não teria dinheiro para pagar um hotel.

Eles então entraram no carro e foram até um local com menos movimento. Após a relação sexual, Givaldo diz que só lembra do vidro do carro estraçalhando.

“Do nada uma mão deu um murro na janela da porta do motorista. O vidro estilhaçou. (…) Abri a porta. Recebi uma sessão de socos tão violenta”– disse o morador de rua.

Ademais, Givaldo também afirma que algumas imagens que circulam pelas redes não são sobre seu caso. Isso porque, segundo ele, o carro em que ele entrou era vermelho e não branco.

Givaldo também falou sobre ter sido espancado pelo personal trainer, esposo da envolvida:

Do jeito que o cara fez, ele expôs a vida dele e a vida dela. (…) Eu não fiz nenhum mal para ser agredido. (…) Eu acho que esse senhor deveria rezar para Deus e pedir sabedoria para agir num momento de desespero, porque o senhor pôs tudo a perder e se expõe usando mentiras”- disse ao Metrópoles.

“Sou a única vítima”

Givaldo, Morador de Rua, Caso esposa de personal trainer com morador de rua
Givaldo afirma que ele é a única vítima da história. Fonte: Reprodução/YouTube

Ainda durante entrevista ao Metrópoles, Givaldo afirmou que não se arrepende do que fez. Além disso, o morador de rua afirmou que pretende retornar Planaltina, Distrito Federal, onde tudo aconteceu: “Sou a única vítima“.

A polícia ainda segue investigando o caso. Um dos maiores desafios entender se foi um sexo consensual, ou houve abuso por parte de Givaldo. Segundo o delegado, Diogo Cavalcante, ainda há trechos conflitantes nos relatos.

Enquanto isso, a esposa do personal trainer, Eduardo, personagem chave desse fato, está internada. De acordo com o instrutor físico ela está com acompanhamento médico, após ter sofrido um surto, que resultou em toda essa confusão. Além disso, ela também segue longe de celulares e programas de TV.

Logo depois, nos siga no Google News e acompanhe as novidades do Big Brother Brasil 22 direto do seu smartphone. Basta clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News

Por fim, Assista a entrevista na íntegra de Givaldo ao Metrópoles: