Se você é fã de bebidas naturais que, além de serem uma delícia no frio também oferecem benefícios à saúde, então provavelmente já deve ter ouvido falar do chá de espinheira-santa.

Esta planta medicinal contém folhas que quando colocadas em infusão, pode servir como cicatrizante, protetor gástrico e diminuir os sintomas da gastrite, azia e até a acne.

Portanto, nesta matéria você verá:

  • Para que serve o chá de espinheira-santa?
  • Quem tem refluxo pode tomar espinheira-santa?
  • Quanto tempo devo tomar espinheira-santa?
  • Quanto tempo leva para a espinheira-santa fazer efeito?

Boa leitura!


Para que serve o chá de espinheira-santa?


Pertencente a espécie Maytenus ilicifolia, a espinheira-santa é uma planta rica taninos, flavonóides e triterpenos. Basicamente, esses componentes atuam como poderosos cicatrizantes, antioxidantes e protetores gástricos.

Como resultado, a bebida pode ser indicada para:

  1. Melhora o funcionamento intestinal
  2. Auxilia na cicatrização da pele
  3. Melhora problemas no estômago
  4. Combate infecções por bactérias
  5. É diurético
  6. Ajuda no tratamento do câncer

Quer saber como o chá de espinheira-santa atua à favor de cada um desses benefícios? Continue lendo, pois falaremos de cada uma delas separadamente.


Xícara de chá de espinheira-santa na mesa de cabeceira.
Fonte: Unsplash


1. Melhora o funcionamento do intestino


Você sofre de prisão de ventre? Então o chá de espinheira-santa é uma boa alternativa para adicionar no dia a dia. Isso porque um dos benefícios da bebida é seu poder laxativo.

Basicamente, isso quer dizer que ela ajuda a melhorar o funcionamento intestinal. Por isso, alguns médicos indicam esse chá para auxiliar no tratamento da prisão de ventre leve ou moderada.


2. Auxilia na cicatrização da pele


Um problema recorrente nos jovens e adultos é o aparecimento de acne ou eczemas. Graças ao efeito cicatrizante e analgésico da espinheira-santa, o chá feito dela pode diminuir consideravelmente a aparição desses incômodos na pele.

Para isso, você pode fazer o chá normalmente com a planta e e depois molhar algodões com a bebida e colocá-la no rosto por alguns minutos.


Pele com chá de espinheira-santa.
Fonte: Pexels

3. Melhora problemas no estômago


O chá de espinheira-santa é uma excelente opção para quem sofre com dores de estômago, azia, úlcera gástrica, gastrite e má digestão.

Isso porque a planta tem poderosa ação antioxidante, anti-inflamatória e protetora gástrica. Portanto, a bebida, rica em uma série de ativos, é capaz de diminuir a acidez do estômago. Como resultado, protege o órgão contra seu próprio ácido e, assim, alivia dos sintomas gástricos.

Ademais, um estudo farmacológico brasileiro, feito com ratos em laboratório, apontou efeitos semelhantes entre a espinheira-santa e a cimetidina, um remédio que diminui a produção de ácido estomacal.



4. Combate infecções bacterianas


Se você sofre com infecções de urina, gengiva ou na pele e procura por um remédio natural para combatê-la, aposte no chá de espinheira-santa.

Afinal, um estudo apontou que a planta medicinal oferece ação antimicrobiana, dentre elas a friedelina e a maitenina. Basicamente, elas são capazes de combater as bactérias responsáveis por infecções na:

  • Pele
  • Pulmonar
  • Óssea
  • Gengiva
  • Urina

Sendo as as bactérias responsáveis por tais quadros são: Staphylococcus aureus, Streptococcus sp. e Escherichia.

Além disso, pesquisadores também apontam a capacidade da espinheira-santa em combater o fungo chamado Aspergillus nigrans, que é o causador da aspergilose.


5. É diurético


É retenção de líquidos pode causar uma série de problemas à saúde, inclusive, o aumento de peso. E uma das soluções para acabar com isso é inserindo o chá de espinheira-santa na alimentação diária.

Assim, além de auxiliar no tratamento de infecções de urina, a bebida também ajuda a eliminar o excesso de líquido no corpo.


6. Ajuda no tratamento do câncer


Um estudo brasileiro apontou que, graças ao triterpenoide pristimerina presente na planta medicinal, o uso frequente da bebida pode diminuir a proliferação de células cancerígeras. Os pesquisadores apontaram eficácia, portanto, no tratamento do câncer de mama, pulmão e fígado.

Porém, até o momento o estudo foi realizado apenas em ratos de laboratório.




Quem tem refluxo pode tomar espinheira-santa?

Sim, afinal o refluxo ácido é causado quando o ácido estomacal sobre para o esôfago e vai em direção a boca. Portanto, como vimos anteriormente, a espinheira-santa tem capacidade de diminuir a produção desse ácido e, consequentemente, diminui os quadros de refluxo.

Por outro lado, existem algumas contraindicações. Mulheres grávidas e lactantes não podem consumir o chá pois a bebida pode causar contrações uterinas, aborto e redução na quantidade de leite materno.

Apesar de ser uma planta medicinal, é importante destacar que o uso do chá de espinheira-santa deve ser feito sob orientação médica. Além disso, a bebida não substitui qualquer tratamento médico ou medicamentos.

Portanto, antes de adicionar o chá no cardápio, consulte um médico.


Quanto tempo devo tomar o chá de espinheira-santa?

Segundo especialistas, para garantir a eficácia do chá é preciso consumir cerca de 3 xícaras (200ml) por dia, durante 30 dias.

Além disso, para um melhor resultado é importante fazer o consumo uma hora após as refeições e aproximadamente uma hora antes de deitar.


  • Não perca Ansiedade: 6 formas de reduzi-la de forma natural

Conclusão: espinheira-santa


O chá de espinheira-santa oferece uma série de benefícios à saúde, que vão desde o bom funcionamento dos órgãos até a melhora da pele. Porém, é preciso estar atento às contraindicações e quantidade máxima diária.

Por fim, compartilhe essa informação com os amigos e familiares para que eles possam desfrutar das vantagens de inserir essa bebida na dieta.