Recentemente foi pauta no BBB 22 que o participante Gustavo teria hérnia de disco e que por isso, não conseguiria participar das provas de resistência. Mas, afinal, o que é a hérnia de disco? Essa dor nas costas impede certos movimentos?

Esse tema rendeu muitos assuntos, não só dentro do reality, mas também aqui fora. Isso porque o participante conseguiu ficar mais de 8 horas em na última prova de resistência. Por isso, resolvemos fazer um compilado com as principais dúvidas acerca da dessa condição. Aqui, você vai saber:

  • O que é hérnia de disco?
  • Onde dói a hérnia de disco?
  • O que causa hérnia de disco?
  • Como é feito o diagnóstico?
  • Quando a hérnia de disco é grave?
  • Como aliviar hérnia de disco?

Boa leitura!


O que é hérnia de disco?


Desenho indicando onde fica a hérnia de disco.
Fonte: Canva

A hérnia de disco é uma das principais causas de dor na lombar e alteração da sensibilidade dos membros inferiores. Essa doença é causada após uma lesão e causa uma frequente dor ou formigamento na coxa, perna e pé.

Segundo a clínica Dr. Hong Jin Pai & Associados, estudos apontam que 60% das pessoas que possuem essa doença são assintomáticas, ou seja, não sentem dor ou formigamento.

No geral, os sintomas melhoram após três meses. Porém, existem tratamentos que ajudam a curar de uma forma mais rápida.

Por outro lado, mesmo que os sintomas sejam aparentemente leves, é importante tratar. Afinal, após a lesão, os músculos que protegem a coluna vertebral enfraquecem e podem atrofiar.

Infelizmente, a hérnia de disco não tem cura. Sendo assim, a única solução é realizar atividades físicas com um profissional especializado.

Portanto, se você já sentiu uma forte dor na região lombar que durou mais de três meses é preciso procurar um médico imediatamente. Isso porque mesmo que melhore, é possível que ela volte depois de algum tempo.

Além disso, você provavelmente já deve ter ouvido falar de hérnia em outros casos. Isso porque essa palavra é um termo médico que indica que um tecido ou órgão saiu do lugar.

Quando se trata da coluna, a hérnia de disco é causada por uma lesão no anel fibroso.




Tipos de hérnia de disco


Mulher com mãos na lombar em frente ao mar.
Fonte: Canva

1. Extrusas


Esse é o tipo de hérnia de disco mais comum. Basicamente, ocorre nos discos intervertebrais, ou seja, que ficam dentro da coluna, e funcionam como os amortecedores do nosso corpo.

No caso, a doença é causada quando o anel fibroso é rompido e, com isso, o conteúdo gelatinoso interno ou o núcleo pulposo sai da onde deveriam. Desta forma, esse líquido que escapou pressiona os elementos que estão ao seu redor.


2. Protrusas


Neste caso, o disco fica maior do que cabe na coluna, ou seja, há um alargamento. Por isso, as paredes do disco podem tocar em regiões com alta sensibilidade nervosa e causa a dor.

Porém, o conteúdo gelatinoso permanece no lugar.


3. Sequestradas


De acordo com a clínica Dr. Hong Jin Pai & Associados, essa condição se dá quando:

“[…] há também o rompimento do anel fibroso e o escape do núcleo pulposo. Porém, o líquido acaba migrando através do canal medular para cima ou para baixo. Além da pressão da raiz nervosa, provoca inflamação e compressão contínua”, explicam.


Onde dói a hérnia de disco?


Foto com pontos de calor nos locais onde dói a hérnia de disco..
Fonte: Canva

Em alguns casos, a hérnia de disco pode não apresentar sintomas. Por outro lado, há quem sofra com dores localizadas que podem resultar em inflamações.

Já nos casos mais graves, quando o nervo espinhal sofre com a lesão, os sintomas podem ser mais graves e influir: formigamento, dormência e fraqueza nos membros.

Quando a dor atinge a coluna cervical as dores podem ser nos membros superiores: ombro, braços, mão e dedos.

Por outro lado, se for lombar, os sintomas serão nas pernas e nos pés.



O que causa hérnia de disco?


A hérnia de disco pode ser causada por uma lesão que comprometeu a integridade muscular. Por exemplo, se você levantou ou carregou muito peso recentemente e agora está com dores nas costas, possivelmente esse esforço possa ter causado uma hérnia de disco.

Por outro lado, também existem algumas predisposições dessa doença, como:

  • genética
  • envelhecimento
  • sedentarismo
  • tabagismo

Afinal, essas condições enfraquecem os músculos que dão sustentação à coluna vertebral, favorecendo o aparecimento de hérnias discais.


Como é feito o diagnóstico?


Exame de hérnia de disco.
Fonte: Canva

Um simples histórico de dores na lombar não é o suficiente para fazer o diagnóstico desta condição. Por isso, o médico deverá realizar uma anamnese e também solicitar alguns exames físico neurológicos.

Afinal, é extremamente importante descartar a possibilidade de ser uma dor cervical, por exemplo.

O exame neurológico pode ser feito durante a consulta. Desta forma, o médico irá realizar alguns testes motores ou sensitivos para avaliar se há dor durante as manobras ortopédicas.

Caso o resultado seja afirmativo, ele poderá pedir exames complementares a fim de localizar a lesão e excluir outras doenças. Dentre os exames mais comuns exigidos são:

  • tomografia computadorizada
  • ressonância magnética
  • radiograma da coluna
  • eletroneuromiografia
  • mielograma

  • Além disso, não perca Disposição: como recuperar a boa forma após enfrentar a covid-19

Quando a hérnia de disco é grave?


A hérnia de disco é grave quando os sintomas começam a comprometer a funcionalidade dos membros e/ou causar formigamento.

Nesses casos, um profissional de saúde irá sugerir alguns tipos de tratamentos não invasivos, antes que se considere um caso cirúrgico, por exemplo.


Como aliviar hérnia de disco?


Consulta de fisioterapia.
Fonte: Canva

Existem diversas técnicas que ajudam no alívio dos sintomas da hérnia de disco, dentre elas estão:

  • medicação
  • acupuntura
  • repouso
  • exercícios
  • fisioterapia
  • injeções
  • hidroterapia
  • bloqueios anestésicos

Porém, se nenhum desses tratamentos funcionar, provavelmente o médico irá sugerir a realização de uma cirurgia. Vale destacar que esse tipo de intervenção é oferecida apenas em último caso, após falha de todos os outros tipos.

Além disso, é recomendado o tratamento cirúrgico para quem sofre de hérnia de disco e possui sinais neurológicos graves que incluem limitação da movimentação ou perda de força.


Conclusão


A hérnia de disco é uma doença grave que precisa ser tratada para que não evolua para um caso grave. Portanto, em caso de qualquer sintoma de dor nas costas e lombar é importante procurar por um profissional da saúde.