Julho verde e amarelo: campanha conscientiza sobre câncer e hepatites virais

Campanha Julho Verde e Amarelo oferece informações sobre causas, sintomas e formas de prevenção contra câncer de cabeça e pescoço e hepatites

Mensalmente o Ministério da Saúde elabora uma campanha diferente a fim de conscientizar a população a acerca de algumas doenças. Sendo assim, o Julho Verde e Amarelo é focado nas hepatites virais e nos cânceres de osso, cabeça e pescoço.

O objetivo é oferecer ao povo informações sobre como prevenir e tratar a doença de forma que ela tenha menor incidência e um número elevado de curas. Portanto, além de falarmos sobre a campanha, trouxemos informações sobre as doenças.

Julho Verde e Amarelo

Veja também…

Calendário de Julho.
Fonte: Canva

Em vários lugares, a campanha Julho Verde e Amarelo é feita de forma separada. Isso porque o Ministério da Saúde considera apenas a campanha Julho Verde para o sétimo mês do ano.

Por outro lado, no dia 27 deste mês, é comemorado o Dia Mundial de Prevenção do Câncer de Cabeça e Pescoço pela Associação de Câncer de Boca e Garganta (ACBG Brasil). Por isso, há quem prefira juntar as duas campanhas e fazer uma grande conscientização acerca dos dois temas.

Campanha Julho Verde

Campanha Julho Verde.
Fonte: Canva

Em 2021, quando o Brasil enfrentava a 3ª onda de covid-19, o Instituto Oncoguia avaliou que 43% dos pacientes com câncer tiveram medo pelo risco de contágio da doença. Portanto, falar sobre o assunto enquanto o coronavírus ainda circula pela população, é extremamente necessário.

Como resultado, o objetivo da campanha é chamar atenção para os sintomas do câncer de cabeça e pescoço, pois são negligenciados. Afinal, em 60% dos casos, o diagnóstico e início do tratamento é feito de forma tardia e isso reflete diretamente na qualidade de vida do paciente em tratamento.

No Brasil, anualmente cerca de 40 mil brasileiros recebem o resultado positivo para o câncer de cabeça e pescoço.

“Segundo levantamento do Instituto Nacional de Câncer (Inca), o câncer de boca, laringe demais sítios é hoje o segundo mais frequente entre os homens, atrás somente do câncer de próstata. Nas mulheres, é o quinto mais comum, ficando atrás do câncer de mama, tireoide, cólon e reto”, explica o Centro de Referência em Atenção à Saúde (CRAS) da Universidade Federal da Paraíba (UFPB).

Câncer de cabeça e pescoço

Câncer na campanha Julho Verde e Amarelo.
Fonte: Canva

Basicamente os tumores de cabeça e pescoço são genéricos e abrangem todas as regiões, tais como:

  • Boca
  • Gengiva
  • Língua
  • Bochechas
  • Amígdalas
  • Esôfago
  • Tireoide
  • Palato duro e mole
  • Laringe
  • Faringe
  • Seios paranasais
  • Esôfago

Como resultado, a doença é prejudicial para a fala, alimentação, deglutição e estética facial.

  • Além disso, veja também Sequelas da covid: 25 sintomas que podem persistir após a infecção

Como se prevenir?

Consulta de rotina no Julho Verde e Amarelo.
Fonte: Canva

A principal forma de se prevenir contra o câncer de cabeça e pescoço é fazendo os exames de rotina anualmente. Após o início da pandemia, muitas pessoas deixaram de ir ao médico por medo do contágio. Consequentemente, isso fez com que o número de casos de diagnóstico tardio aumentassem.

O uso de cigarros, consumo excessivo de bebidas alcoólicas, exposição solar excessiva e HPV são fatores que contribuem para o aparecimento de tumores.

Além disso, manter um estilo de vida saudável com uma boa alimentação, manter a higiene bucal, usar protetor solar, preservativo e a vacinação do HPV são fundamentais para prevenir contra o câncer.

Portanto, a campanha Julho Verde e Amarelo reforça a necessidade de ir ao médico regularmente e realizar os exames de rotina.

Campanha Julho Amarelo

Julho Amarelo.
Fonte: Canva

Já o lado amarelo da campanha Julho Verde e Amarelo tem como foco as hepatites virais. Sendo assim, reforçar a vigilância, prevenção e controla das doenças é uma meta a ser alcançada pelo Ministério da Saúde.

O que é hepatite?

Fígado com hepatite.
Fonte: Canva

Basicamente, a hepatite é uma inflamação causada por um vírus no fígado. Em alguns casos, ela também pode ser causada pelo uso de um determinado medicamento ou consumo de drogas e álcool.

Ademais, doenças genéticas, metabólicas e autoimunes podem desencadear uma hepatite. Porém, o objetivo da campanha julho amarelo é focar apenas nas hepatites virais.

Entretanto, o maior desafio na prevenção da doença.

Sintomas

Nem sempre a hepatite apresenta sintomas. Porém, quando eles surgem, são:

  • Mal-estar
  • Cansaço
  • Tontura
  • Febre
  • Olhos e pele amarelados
  • Enjoo
  • Vômito
  • Urina escura
  • Dor abdominal
  • Fezes claras

Tipos de hepatites virais

Teste positivo.
Fonte: Canva

Existem cinco tipos de hepatites virais, que estão classificadas em letras do alfabeto. Sendo:

Hepatite A: infecção leve causada por condições de higiene e saneamento básico. No geral, ela se cura sozinha e existe vacina como método preventivo.

Hepatite B: o vírus é transmitido por meio de contato sanguíneo ou por via sexual. O uso de preservativo e a vacina contra essa hepatite específica são os principais meios de prevenção.

Hepatite C: “tem como principal forma de transmissão o contato com sangue. É considerada a maior epidemia da humanidade hoje, cinco vezes superior à AIDS/HIV. A hepatite C é a principal causa de transplantas de fígado. A doença pode causar cirrose, câncer de fígado e morte. Não tem vacina”, explica o Ministério da Saúde.

Hepatite D: acomete apenas os pacientes com hepatite B. Além disso, a vacina contra o tipo B também protege contra a hepatite D.

Hepatite E: a transmissão ocorre por via fecal-oral, ou seja, pela via digestiva. Apesar de não ser uma doença crônica, mulher grávidas podem apresentar uma infecção mais grave.

Conclusa – Campanha Julho Verde e Amarelo

Em conclusão, apesar de câncer de cabeça e pescoço e hepatites virais sejam temas bastante distintos, a união das campanhas Julho Verde e Amarelo faz com que a população tome conhecimento sobre diferentes doenças em um único mês.

Como resultado, uma pessoa que apresente sintomas e tome nota sobre a campanha pode procurar uma ajuda médica e, assim, realizar um diagnóstico rápido. Desta forma, as formas de tratamento serão mais eficazes.

Matérias Similares