Desde o início da pandemia de Covid-19, a corrida por exames de testagem para confirmar o diagnósticos da doença levou milhões de pessoas a farmácias, laboratórios e postos provisórios.

Estamos caminhando par o terceiro ano e os testes rápidos voltaram a ser o centro das atenções, principalmente porque a nova variante Ômicron se soma a um surto de Influenza.

O mercado oferece testes que detectam ambos os vírus, tomando o resultado mais assertivo e rápido. Além disso, é importante saber quais são os tipos de exames que estão disponíveis e qual é a melhor opção para cada caso.


Teste de Covid-19 e Influenza


Basicamente, há dois tipos de medição de mercadores virais para o diagnóstico de Covid-19, o PCR e o Antígeno. Os dois utilizando a coleta realizada por meio de uma amostra de secreção SWAB nasofaringe e/ou orofaringe.

Por outro lado, quem teve contato com o vírus há mais de 20 dias e tem vontade de saber se já teve a doença e foi assintomático, os exames mais indicados são de sorologia.

“Se os testes rápidos ganharam evidência nesse momento, eles já são um recurso disponível e confiável há bastante tempo, não apenas para detecção de vírus respiratórios como também para outras doenças como zika, dengue, sífilis e HIV, e condições hormonais, como o beta hCG, presente nas mulheres grávidas”, explica Daniel Rocha, diretor de Point of Care da Vyttra Diagnósticos.

A Vyttra Diagnósticos, é uma empresa brasileira especializada na fabricação de equipamentos e reagentes para diagnóstico in vitro. Além disso, em 2020, lançou o Smart Test Cov Ag Combo, que usa a mesma fita, com cavidades distantas, para fazer testes de Covid-19 e Influenza A e B.

O teste de sensibilidade foi de 97,06% para Covid-19, 90,48% para Influenza A e 88,57% para Influenza B. Ademais, o resultado sai em 15 minutos.

Mas, afinal, quais sãos os tipos de teste?


PCR é um dos testes rápidos para diagnosticar Covid-19.
Fonte: Unsplash


Tipos de teste


Antígeno (Covid-19 e Influenza)


Este é o método utilizado nos teste rápidos. Em primeiro lugar, é coletado uma amostra SWAB nasal, no qual é possível detectar os antígenos de SERS-Cov-2 de forma qualitativa. Em seguida, é avaliado a proteína do vírus no organismo.

Caso o teste seja realizado nos primeiros dias de sintoma, o resultado apresentará uma sensibilidade de 90%.

A metodologia utilizada nos teste de antígeno é a chamada imunocromatografia. Basicamente, ela identifica doenças infecciosas e hormônios por associação a anticorpos com partículas coloridas conjugadas. Assim, caso o teste tenha uma marca colorida, significa que o resultado é positivo para o antígeno utilizado.


Quando devo fazer esse teste rápido?


Para o diagnóstico inicial da infecção, é indicado que faça o teste até o 7º dia de sintoma ou contato com uma pessoa infectada. Além disso, o resultado sai em 15 minutos.



PCR (Covid-19)


Por outro lado, esse tipo de teste é realizado apenas em laboratórios de análise. Isso porque após a coleta de secreção SWAB (nosofaringeorofaringe), a a haste é colocada dentro de uma solução em um tubo de ensaio. Em seguida, esse tubo é colocado em um equipamento responsável por separar o RNA viral da amostra.

Depois, o material será colocado em uma placa para análise da presença ou ausência dos genes do SARS-Cov-2, vírus causador da Covid-19.

Na sequência, as placas são colocadas em um equipamento que amplifica o RNA. Isso gera um gráfico que indica a presença ou não do RNA do vírus. Neste tipo de teste, o resultado sai em 24 horas.


Quando devo fazer esse teste rápido?


O diagnóstico deste tipo de teste ocorre apenas quando o vírus está presente na pessoa infectada. Por isso, é necessário que ela esteja entre o 3º e 4º dia da doença, podendo se estender até o 10º.

Por outro lado, se a pessoa estiver assintomática, o indicado é que o teste seja feito cinco dias após o contato com a pessoa infectada. Em alguns casos, médicos solicitam a realização do teste PCR para confirmar o teste rápido por antígeno.




Sorologia (Covid-19)


Este tipo de teste busca analisar o soro sanguíneo. Por isso, é feito através do exame de sangue. As sorologias são moléculas produzidas em resposta a antígenos, o que as caracteriza como anticorpos.

Basicamente, existem cinco tipos de sorologia: IgG, IgM, IgA, IgD e IgE, sendo que cada uma age sobre um determinado antígeno. Afinal, os responsáveis por detectar a Covid-19 são o IgM e o IgG (imunoglobulina M ou G).

Caso o resultado aponte o IgM positivo, significa que a pessoa ainda está com a doença ativa, ou seja, o vírus ainda circula por sua corrente sanguínea. Por outro lado, se o IgG for apontado significa que a pessoa já teve contato com o vírus em algum momento da vida.

O resultado de ambos aparece como reagente ou não reagente.



  • Siga o Fashion Bubbles no Google News para poder acompanhar tudo sobre Saúde direto no seu smartphone. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News

Sobre a Vyttra Diagnósticos


A Vyttra Diagnósticos é uma das maiores empresas brasileiras na fabricação e distribuição de equipamentos e reagentes para o mercado de diagnósticos, oferecendo mais de mil itens a laboratórios, hospitais, bancos de sangue, clínicas veterinárias e farmácias de todo o Brasil. A empresa investe continuamente em soluções tecnológicas que traduzam confiança e qualidade, contribuindo pata a saúde e o bem-estar dos brasileiros.


Sobre a Proxima


A Proxima é a marca da Vyttra Diagnósticos de Point of Care (POC), voltada ao desenvolvimento de soluções de qualidade, que permitam a democratização do diagnóstico rápido a todos os pacientes.

Com padrões elevados, seu portfólio oferece resultados assertivos – pelos índices de sensibilidade e especificidade alcançados – para a identificação de inúmeras enfermidades, entre elas a Covid-19 e a Influenza A e B.