Kimchi – A iguaria coreana que emagrece e combate doenças

O kimchi é uma conserva coreana fermentada de sabor apimentado considerada patrimônio cultural da humanidade. Conheça suas origens, benefícios para a saúde e aprenda a preparar uma receita clássica.

745

- Continue depois da Publicidade -

O kimchi (ou kimjang) é um prato típico das Coréias considerado por muitos a base da alimentação de sua população. De fato, a preparação de sabor marcante é muito presente na dieta dos coreanos, podendo fazer parte de todas as refeições.

Apesar de a receita mais famosa de kimchi ser a base de acelga, o prato pode variar bastante. Assim, encontramos kimchi a base de diversas verduras e hortaliças. No entanto, a preparação é sempre igual. Primeiramente, o vegetal escolhido é deixado de molho em água e sal por várias horas. A seguir, envolve-se o mesmo em uma pasta a base de arroz, açúcar e vários condimentos.

Ainda que se possa consumir o kimchi imediatamente, tradicionalmente deixa-se a preparação fermentar. Dessa forma, o prato se transforma em um probiótico, excelente para a saúde e bom funcionamento principalmente do intestino.

Em 2013, uma preparação de kimchi típica da Coréia do Sul foi incluída na Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade da Unesco. Em 2015, foi a vez da Coreia do Norte integrar sua versão do prato à lista. Conheça as origens da preparação, seus benefícios e aprenda uma receita tradicional da iguaria que é também um alimento curativo.

 

Depois veja também: O que é Ayurveda? Tudo sobre o sistema de saúde mais antigo do mundo.

kimchi 2
Imagem: Reprodução / Pinterest

 

Origem do Kimchi

 

De acordo com a Unesco, o kimchi é um elemento essencial da alimentação de todas as classes sociais e regiões das Coréias. Logo, dependendo de particularidades locais, a conserva de verduras e hortaliças também pode ser adicionada de frutos do mar, como mariscos e peixes.

Tradicionalmente, a iguaria era preparada pela prática coletiva do “kimjang”. Ou seja, grupos de coreanos se reuniam para produzir e repartir o prato. Dessa forma, o preparo do kimchi era uma ocasião de fortalecimento da cooperação familiar e reafirmação da identidade e cultura coreana.

 

O kimchi e as estações

 

Para o povo coreano, o kimchi também é um lembrete da importância de vivermos em harmonia com a natureza. Assim, a preparação das conservas acontece de acordo com um ciclo anual. Na primavera, as famílias estocam camarão, anchovas e peixes, salgando-os e deixando-os fermentar. Já no verão é a vez de estocar o sal para as salmouras e secar e moer os pimentões da receita.

Quando o fim do outono chega, é hora de preparar o kimchi. Logo, as comunidades se reúnem para preparar grandes quantidades da iguaria. Ao final, cada parte da família leva para casa uma quantidade suficiente do prato para durar o inverno todo. Os coreanos observam as previsões meteorológicas com atenção, para preparar o kimchi nas datas em que a temperatura é mais propícia à fermentação.

Além disso, o costume de uma família presentear a outra com sua receita de kimchi faz com que as técnicas e receitas sejam compartilhadas e aprimoradas. Dessa forma, os diferentes modos de preparo e as variações de ingredientes são consideradas um legado familiar, passado de uma geração para a seguinte.

 

kimchi 3
Imagem: Reprodução / Pinterest

 

Benefícios do kimchi para a saúde

 

Primeiramente, o kimchi é extremamente denso em nutrientes.  Com menos de 1 grama de gordura, cada porção de 150 gramas da iguaria contém grandes quantidades de Vitamina C, A, B6, B3, B2, ácido fólico e ferro. Confira abaixo seus principais benefícios para a saúde.

 

Contém probióticos

 

O processo de fermentação láctea do kimchi produz bactérias benéficas ao organismo chamadas lactobacilos. Essas bactérias podem melhorar quadros de alergias respiratórias e problemas intestinais.

Além disso, a fermentação também cria um ambiente em que outras bactérias probióticas se desenvolvem. Diversos estudos demonstram que essas bactérias podem prevenir ou melhorar uma série de doenças. De problemas simples como intestino preso e pele oleosa a depressão e alguns tipos de câncer, os probióticos colaboram para a cura das mais variadas condições.

 

Reforça o sistema imunológico

 

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Os lactobacilos do kimchi, especialmente a variedade Lactobacillus plantarum, melhoram  a função do sistema imune. Testes laboratoriais demonstraram que a variedade pode suprimir a formação de agentes inflamatórios. Além disso, a bactéria estimula a atividade do sistema imunológico.

 

Desacelera o envelhecimento

 

O envelhecimento é um processo que tem tudo a ver com a inflamação crônica. Por suas características anti-inflamatórias, as bactérias boas do kimchi combatem essa ação.

De fato, estudos da Universidade de Busan na Coréia do Sul demonstraram que células humanas tratadas com kimchi tinham seu tempo de vida expandido.

 

kimchi 4
Imagem: Reprodução / Pinterest

 

Auxilia na prevenção e tratamento de infecções por fungos

 

Frente à resistência cada vez maior de alguns fungos aos antibióticos tradicionais, cientistas vêm estudando alternativas para o tratamento de infecções geradas por esses fungos. Sendo assim, diversas instituições testaram o kimchi no tratamento da candidíase.

Em testes em animais e tubos de ensaio, as bactérias do fermentado, isoladas ou não, provaram eficácia no combate ao fungo causador da enfermidade.

 

Auxilia a perda de peso

 

Um estudo randomizado controlado de 2011 demonstrou que tanto o kimchi fresco quanto fermentado são capazes de promover redução de peso corporal, índice de massa corpórea (IMC) e gordura corporal. Além disso, a versão fermentada também  reduziu sensivelmente os níveis de açúcar no sangue dos participantes.

Ainda não está muito claro quais propriedades do kimchi são responsáveis pela perda de peso. No entanto, especula-se que a baixa quantidade calórica, a alta quantidade de fibra alimentar e os probióticos sejam os grandes responsáveis.

Falando em  perda de peso, confira também: Chá de gengibre – Tudo sobre o termogênico e aliado da saúde. Além do Chá de Carqueja que é diurético, digestivo e também emagrece.

Como preparar kimchi

 

Outra grande vantagem do kimchi é que você pode prepará-lo em casa sem grandes dificuldades. Como já foi dito, existem muitas variações da iguaria. Assim, separamos uma receita tradicional à base de acelga.

 

Ingredientes:

 

  • 1 acelga
  • 100 gramas de farinha de arroz
  • 4 dentes de alho
  • 1 rodela de gengibre
  • 2 colheres de sopa de açúcar
  • 2 litros de água
  • 3 colheres de sopa de molho de soja
  • 250 gramas de sal grosso
  • 4 colheres de sopa de molho de peixe
  • 1 colher de sopa de páprica picante ou pimenta malagueta em pó
  • 1 colher de chá de semente de gergelim

kimchi 5
Imagem: Reprodução / Pinterest

 

Passo a passo

 

  1. Selecione as folhas da acelga, eliminando as que estiverem passadas. A seguir, pique em pedaços grandes com o talo junto.
  2. Coloque a água num bowl grande e dissolva o sal nela. Em seguida, mergulhe as folhas nessa salmoura e deixe por 12 horas em temperatura ambiente ou na geladeira.
  3. Ao mesmo tempo, prepare a pasta de pimenta coreana: num esmague, processe ou rale o gengibre e o alho. Em uma tigela, misture-os com a farinha de arroz, a páprica picante ou pimenta malagueta em pó, o açúcar, o molho de peixe e as sementes de gergelim. Isso deve virar uma pasta em consistente. Reserve na geladeira.
  4. Depois das 12 horas, escorra a acelga e adicione à mistura de pimenta coreana. Em seguida, mexa bem e coloque em potes de vidro esterilizados.

O kimchi pode ser consumido de imediato, mas o melhor é deixar por uma ou duas semanas na geladeira. Dessa forma, a conserva tem tempo de fermentar. Para os vegetarianos, basta tirar o molho de peixe da receita.

A iguaria pode ser consumida em todas as refeições. Por exemplo, no café da manhã, o kimchi vai bem com torradas. No almoço e janta, pode ser servido como prato principal ou acompanhamento. Além disso, a conserva também serve de ingrediente para pratos mais elaborados. Assim, o kimchi vira molho para macarrão, recheio de tortas e sanduíches ou parte de saladas.

 

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

- Continue depois da Publicidade -