Catar: história, cultura e economia do país que sediará a Copa do Mundo 2022

Catar é o primeiro país do Oriente Médio que vai sediar a Copa do Mundo, conheça a sua história, economia e cultura

Compartilhe

O Catar ou Qatar é o próximo país a sediar a Copa do Mundo FIFA em 2022. Apesar de ter uma pequena área, o lugar é repleto de história, desenvolvimento econômico e um grande centro cultural. Dessa forma, conheça o país e os estádios que farão parte da competição.

A história do Catar

Já no século VII, durante o Califado Abássida, ele começou a se tornar um centro comercial por conta da negociação de pérolas. Além disso, está em uma posição estratégica perto do Golfo Pérsico, o que permitia negociar com:

  • Índia;
  • Paquistão;
  • China;
  • Tailândia;
  • África Ocidental.

Foram descobertas peças como porcelanas, moedas e artefatos que sugerem relações comerciais com esses países. Mas, apesar de ser um centro tão importante no mundo antigo, eles passaram por vários domínios até a independência.

Em 1320, os usfuridas conseguiram o domínio da região. Mas, em 1515, o estado tornou- se um vassalo de Portugal. Em seguida, em 1550, esse país se colocou sob o domínio do Império Otomano, situação que foi até 1670.

Capital do Catar a noite.
Fonte: Canva

  •  Aproveite e nos siga no Google News para poder acompanhar o melhor da Moda, Beleza, Decoração, Famosos e muito mais  direto em seu smartphone. Para seguir É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

Conquista da independência

No ano 1871, o Qatar ficou sob o controle dos otomanos mais uma vez. Mas isso não durou muito, já que esse império se desfez na Primeira Guerra Mundial e também houve várias revoltas árabes. Assim, em 1916, a região se tornou um protetorado britânico.

A independência do Reino Unido se deu em 1971, quando se tornou um Estado Soberano. Assim, o país pôde ter controle sobre suas relações políticas e comerciais, além de se desenvolver economicamente.

Língua do país

O idioma oficial do país é o árabe, uma língua semítica, ou seja, que se aproxima do hebraico e das línguas neoaramaicas. Mas o país também tem o inglês como segunda língua para relações turísticas e comerciais.

Foto que mostra os prédios altíssimos e exuberantes do Catar. Todos com uma tonalidade de verde e azul e próximos ao mar
Foto: Catar é um dos maiores centros econômicos do mundo

Conheça mais sobre a capital do Catar

Doha se tornou a capital do país em 1971, durante o processo de independência. Dessa forma, é uma das cidades que mais apresenta desenvolvimento e também uma das mais populosas do país.

Cerca de mais de 50% da população catariana vive nesse centro urbano, o que corresponde a 2,382 milhões de pessoas. Ela foi fundada na década de 1820 e foi a sede de vários eventos importantes como:

  • Rodada de Desenvolvimento de Doha;
  • Jogos asiáticos de 2006;
  • Copa da Ásia de 2011;
  • Jogos Pan-arábicos em 2011;
  • 20° Conferência Mundial de Petróleo;
  • Negociação das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas em 2012.

Apesar do alto número populacional, apenas uma pequena parte é nativa do Catar. Dessa forma, a maioria das pessoas que vivem nessa região é composta por expatriados de países europeus, do sul e sudeste da Ásia, bem como do Levante- Árabe.

Um lugar famoso por seu desenvolvimento desenfreado

Da independência até os dias atuais, a cidade se modificou completamente. Assim, além de ser o centro econômico e comercial do país, é um dos locais que exibe uma arquitetura moderna e com aspectos da cultura islâmica com prédios grandes e bem iluminados.

Catar e seus aspectos geográficos

Deserto.
Fonte: Canva

Um dos aspectos que influenciou a mudança de datas para a Copa do Mundo 2022 foi o clima do país. Afinal, como é característico nessa região, o clima é de deserto, logo, pode chegar a temperatura de 50°C com facilidade no verão.

Onde fica esse país sede da Copa do Mundo?

Esse país fica na Península Arábica, na Ásia Continental. Dessa forma, faz fronteira com a Arábia Saudita e é rodeada pelo Golfo Pérsico e pelo estreito do Golfo de Barein.

Apesar de uma população com mais de 2,8 milhões de habitantes, a área total da região é menor que o estado do Sergipe, menor estado brasileiro. Assim, o Qatar tem 11.437 km², dos quais a maior parte é deserto e a maioria das pessoas vive na área urbana.

Vegetação escassa

A região é árida e boa parte do país é composto por um terreno arenoso e relevo plano, o que dificulta a diversidade de flora. Então, a maioria das plantas que existem lá não são nativas, ou seja, foram semeadas pelo ser humano.

A população do Catar é bastante diversificada

Dos mais de 2,8 milhões de habitantes, cerca de 313 mil são de fato nativos do país. Desse modo, o restante é composto por várias etnias próximas a região, a maioria decide viver lá para trabalhar, por exemplo:

  • Índia;
  • Paquistão;
  • Nepal;
  • Bangladesh;
  • Sri Lanka;
  • Filipinas.

Por conta disso, o inglês é considerado a segunda língua na região, uma língua franca. Aliás, a diversidade é tanta que em 2012, o Catar entrou para a Organização Internacional da Francofonia, já que 10% dos seus habitantes falam francês.

Casal islamita com um filho.
Fonte: Canva

Um país de altas temperaturas

A península tem o clima de deserto, o que indica que as suas temperaturas variam entre 30°C e 40° C a maior parte do ano, inclusive durante a noite. Então, o clima predominante é o quente e seco com poucas variações.

Os meses mais quentes do ano vão de março a outubro, mas as mais altas temperaturas ocorrem de junho a setembro. Dessa forma, o seu número de chuvas também é muito baixo, cerca de 9 dias por ano.

Tempestades de areia, por outro lado, são muito comuns nessa região, assim como em outros países com esse clima. Por isso, muitos espaços fechados precisam contar com ar-condicionado e andar a pé não é uma boa opção.

Copa do mundo em novembro e dezembro

Para ser a sede da Copa do Mundo 2022, foi preciso fazer uma mudança na data. Afinal, o período em que o evento ocorre normalmente seria na estação quente. Então, a decisão para novembro e dezembro se deu porque será inverno, com 10°C a 20° de temperatura.

A religião predominante no Catar é o Islamismo

Cerca de 67% da população do Catar segue o Islamismo. Assim, a sua Constituição também é fundamentada em vários preceitos religiosos contidos no Corão, chamada de lei sharia. Por isso, o impacto cultural pode ser grande ao visitar essa região.

A maioria segue o movimento salafista, o qual se caracteriza por ser mais conservador e defender uma abordagem literal e puritana do Islã. Por outro lado, há também os xiitas, que creem que o genro de Maomé era o seu sucessor. 

Por esse motivo, apesar de haver certa tolerância com turistas, se recomenda não usar roupas curtas ou sem mangas. Afinal, esse é um aspecto tanto cultural quanto religioso por lá.

Outras religiões

A religião do Catar é uma das mais conservadoras do mundo, por isso não há divisão com o Estado. Então, outras crenças presentes no país se deve a diversidade de culturas:

  • Cristianismo: 13,8%;
  • Hinduísmo: 13,8%;
  • Budismo: 3,1%.

Os cristão possuem algumas igrejas no país, ainda que a religião seja totalmente desencorajada pelo governo. Já os hindus e budistas não possuem templos para congregar.

Algumas particularidades sobre esse país

Por conta da tradição e da religião do Catar, é preciso ser cauteloso ao andar em vias públicas e ao se dirigir a desconhecidos. Por exemplo, ao cumprimentar um estranho homem, a mulher deve esperar que ele ofereça um aperto de mão.

As vestimentas são um aspecto importante também, por isso tanto homens quanto mulheres devem evitar regatas e bermudas mesmo com o calor da região. Afinal, isso não é bem-visto por lá.

Aspectos que valem a pena prestar atenção

Para evitar constrangimentos ou até mesmo problemas legais, deve-se conhecer as principais proibições do país. Então, alguns hábitos comuns no Brasil que não devem ser feitos lá são:

  • Fotografar em via pública;
  • Comer com a mão esquerda, pois consideram que ela serve para fazer a higiene;
  • Tomar bebida alcoólica na rua;
  • Mostrar ombros e joelhos;
  • Beijar, abraçar ou andar de mãos dadas na rua.

Os catarianos consideram falta de respeito tirar fotos, em especial em locais religiosos e militares, sem autorização. Além disso, o consumo de bebida deve ser feito apenas em locais regularizados pelo governo.

Vídeo orientando sobre o que tomar cuidado enquanto estiver no Catar

Catar é um país muito rico

Em apenas 50 anos pós-independência, a economia do Catar se tornou uma das mais bem-sucedidas no mundo. Antes de tudo, o país era considerado um dos mais pobres e com pouco desenvolvimento.

A mudança ocorreu após o investimento no comércio de gás natural e petróleo. Aliás, ele é um dos maiores exportadores de gás liquefeito do mundo, algo que parecia impossível na época por conta do custo com tubulação.

Hoje, os catarianos buscam diversificar seus investimentos a fim de não depender exclusivamente destes combustíveis fósseis. Assim, é um dos principais acionistas de grandes empresas como:

  • Volkswagen;
  • Shell;
  • Porsche;
  • Uber.

Fora isso, também investem em imóveis na Inglaterra, Estados Unidos e Singapura. Além disso, os governantes valorizaram a infraestrutura da região, em especial de Doha, o que o tornou um ótimo destino turístico.

Um PIB impressionante

O país tem o maior PIB per capita do mundo de acordo com o FMI, o qual é de US$ 124 mil. Além disso, o poder de compra de seus habitantes é um dos melhores, já que o governo é um dos que menos cobra impostos, inclusive, o Imposto de Renda não existe lá.

Fique por dentro dos principais pontos turísticos do Catar

Como um país que une locais históricos e modernos, a sede da Copa do Mundo 2022 também é uma ótima opção turística. Dessa forma, alguns pontos que você deve conhecer ao visitá-lo são:

  1. Al Zubarah;
  2. Souq Al Wakrah;
  3. Al Khor;
  4. Doha;
  5. Al Rayyan.

Entre eles, há alternativas para quem prefere apreciar a arquitetura antiga e atual, além de conhecer mais os costumes e história de seu povo. Então, saiba o que é cada espaço para aproveitá-lo ao máximo na sua viagem.

Foto que mostra o Museu de Arte Islâmica. Um prédio com arquitetura chamativa, várias janelas e bem iluminado
Foto: O Museu de Arte Islâmica é um dos pontos turísticos de Catar

1- Al Zubarah

É um sítio arqueológico considerado como Patrimônio Mundial em 2013 pela Unesco. Assim, trata-se de uma cidade fundada em 1760 e que teve importância no comércio de pérolas e marítimo.

No ano de 1811, Al Zubarah foi saqueada e incendiada, mas parte dela foi reconstruída depois. Ainda assim, no século XX, o local foi abandonado e a areia cobriu toda a região, mas preservou prédios e artefatos, os quais a escavação descobriu.

Uma visita perfeita para quem curte história

Mesmo que não tenha sido completamente escavada, é possível conhecer a arquitetura do local. Afinal, é uma cidade com muros e torres altas que refletem a cultura de quem os construiu, além de ter uma história interessante para os mais curiosos do assunto.

2- Souq Al Wakrah

É um mercado com visual arquitetônico tradicional do Catar, mas que, na verdade, é bem recente. Construído em 2014, esse centro comercial fica na cidade de Al Wakrah na região litorânea, ou seja, pode-se aproveitar também um passeio à beira-mar.

O Souq Al Wakrah oferece uma grande variedade de opções para refeição, do café da manhã a um almoço ou jantar. Além disso, é possível encontrar a culinária italiana, árabe, americana ou indiana. 

Ideal para quem quer levar uma lembrança do país

Fora as boas opções de alimentação, é o local ideal para os que desejam fazer compras para levar para casa. Então, alguns dos artigos que talvez você precise incluir na mala são:

  • Roupas;
  • Perfumes;
  • Itens domésticos;
  • Artigos esportivos;
  • Especiarias.

A calçada da praia fica bem à frente do Souq, portanto, é um passeio que pode render muito. Por isso, inclua esse mercado entre os lugares que vai visitar no Qatar.

3- Al Khor

Outro ponto turístico que não pode ficar de fora é a cidade de Al Khor. Afinal, é um local que tem um dos melhores shoppings, o qual vende as marcas mais famosas de perfumes, maquiagens e relógios.

Uma paisagem de tirar o fôlego em Catar

Fora o centro comercial, é possível apreciar a paisagem que une elementos da cultura antiga aos prédios mais modernos. Além disso, a beleza natural da praia é ideal para aproveitar com as cabanas e churrasqueiras que ela tem.

4- Doha

A capital do Catar é uma das cidades mais movimentadas do país, além de oferecer ótimas opções para quem quer fazer compras ou conhecer sua cultura. Por isso, alguns pontos para incluir na sua viagem são:

  • Museu de Arte Islâmica;
  • Souq Waqif;
  • O Museu Nacional de Qatar;
  • Mesquita Imam Muhammad Ibn Abd Al Wahhab.

O Souq Waqif é um dos maiores mercados do país, logo, oferece grande variedade de itens para as suas compras. Além disso, os museus contém artigos e estrutura que vão agradar muito os fãs de história, cultura e religião.

Eleito um dos lugares mais importantes do país

A cidade é considerada a mais importante do país, já que é um centro da economia do Catar, além de ser relevante no aspecto político e cultural. Portanto, é o lugar ideal para quem deseja conhecer um dos pontos mais relevantes no mundo.

5- Al Rayyan

Al Rayyan tem ótimos pontos para visitar, como as Torres Barzan, a Mystery Village, o Centro de Convenções e o Museu de Árabe de Arte Moderna. Dessa forma, é a cidade ideal para se encantar com lugares históricos.

Uma cidade que impressiona qualquer um em Catar

Ela é o segundo maior centro populacional do país, abaixo apenas da capital. Assim, também é uma das cidades que une modernidade e construções antigas de modo singular.

A moeda do Catar

É o rial catarense, QAR, o qual estava com a cotação em R$ 1,44 no dia 01/09/2022. Como o Catar é um país que recebe muitos estrangeiros, não é preciso se preocupar muito com o uso de cartões em espaços comerciais, além de haver várias casas de câmbio.

O lugar tem várias casas de câmbio

Para os que quiserem ter dinheiro físico, há diversos locais em que se pode fazer a troca pela moeda catarense. Então, alguns exemplos de casas de câmbio na capital são:

  • Qatar National Bank;
  • Lulu Exchange;
  • QNB;
  • National Exchange;
  • Alfardan Exchange.

Também não há muita dificuldade com a documentação para fazer isso. Portanto, apenas lembre-se de estar com o seu passaporte.

Os estádios do Catar que farão parte da Copa do Mundo 2022

Há anos o país se prepara para sediar a Copa do Mundo em 2022. Então, a competição vai acontecer em oito estádios, os quais se destacam por sua tecnologia de refrigeração e design:

  1. Stadium 974;
  2. Al-Bayt Stadium;
  3. O Al-Rayyan Stadium;
  4. Khalifa International Stadium;
  5. Al Thumama Stadium;
  6. Lusail Stadium;
  7. Al Janoub Stadium;
  8. Education City Stadium.

A maioria deles terá itens doados a países em desenvolvimento, aliás, um deles será desmontado por completo. Por isso, conheça a seguir cada um e saiba qual a sua capacidade.

Vídeo sobre os estádios no Catar que farão parte da Copa do Mundo de 2022

1- Stadium 974 (Doha)

O Ras Abu Aboud Stadium fica na capital do país e tem uma das estruturas mais inovadoras do evento, pois ele é completamente desmontável. Dessa forma, usa blocos modulares e containers, a previsão é que ele seja terminado ainda em 2022.

Capacidade do estádio

O estádio do Porto de Doha tem capacidade para receber 40 mil pessoas. Assim, sete jogos ocorrerão nele.

2- Al-Bayt Stadium em Al Khor

Com design que lembra as tendas, um item simbólico na cultura catariana, esse é um dos estádios mais estilosos do Catar. Além disso, ele fica próximo a capital do país, cerca de 60 km.

O estádio comporta quantas pessoas?

Comporta 60 mil pessoas e irá receber oito jogos, das oitavas, quartas e semifinais. Assim, também conta com uma estrutura capaz de aliviar os efeitos do calor característico da região.

3- Al-Rayyan Stadium em Al Rayyan

Ele tem capacidade para 40 mil pessoas e também será o local de sete jogos. Após a realização do evento, continuará sendo a casa do time de Al-Rayyan.

Um estádio próximo a capital do país

O Al-Rayyan Stadium fica a cerca de 20 km da capital do país. Então, quem estiver hospedado lá não vai demorar muito para chegar e acompanhar as partidas.

4- Khalifa International Stadium em Al Rayyan

Essa arena está pronta desde 2017 e foi a primeira a ser entregue para realizar a Copa do Mundo de 2022. Além disso, também é o primeiro estádio ao ar-livre com sistema de refrigeração para receber esse evento. Assim, vai ser usado nos seguintes jogos:

  • 6 jogos da fase de grupos;
  • Uma partida das oitavas de final;
  • A disputa pelo terceiro lugar.

5- Al Thumama Stadium em Doha

O estádio tem capacidade para 40 mil pessoas e receberá sete jogos, das oitavas e quartas de final. De fato, a sua arquitetura também chamou a atenção, já que foi inspirada na toca tradicional usada por homens por baixo de um lenço branco.

6- Lusail Stadium em Lusail

É um dos maiores estádios do Catar, pois tem capacidade para 80 mil pessoas. Assim, é o local em que o mundo vai saber quem vai levar a taça dessa vez. Além disso, sua arquitetura foi inspirada nos detalhes de tigelas e outras peças de arte usadas no país.

7-Al Janoub Stadium em Al Wakrah

Tem capacidade para 40 mil torcedores. Mas o que chama a atenção nesse estádio é o seu design futurista. Então, visto de cima, ele lembra os barcos tradicionais que o povo antigo da região usava para pescar. Por fim, será o local de oito jogos até as oitavas de final.

8- Education City Stadium em Al Rayyan

Foi inaugurado em 2020, fica próximo a centros de pesquisa e universidade. Além disso, ele também possui sistema de refrigeração tanto para torcedores quanto para jogadores e tem capacidade para receber 40 mil pessoas.

Foto tirada de longe de uma região do Catar que mostra o pôr do sol e vários prédios dispostos um ao lado do outro
Foto: O Catar é um dos países mais ricos do mundo

Que documentos você precisa para viajar para o Catar?

Para viajar ao Catar, é preciso ter apenas o passaporte válido por seis meses. Isso porque houve um acordo entre o governo brasileiro e o catariano que tirou a obrigatoriedade do visto. Além disso, é importante ter em mãos:

  • Comprovante de renda e hospedagem;
  • Seguro Viagem;
  • Passagens.

As comprovações de renda e hospedagem servem como garantia de que você pode se sustentar e ter onde ficar durante o tempo da viagem. Então, é importante mantê-los organizados a seu alcance.

Atenção ao tempo de estadia

O prazo máximo para ficar no país sem visto é de 30 dias, os quais podem ser prorrogados por mais 30 dias. Por isso, fique atento ao período de ida e volta da sua viagem.

E então, vale a pena visitar o Catar?

Por fim, esse é um ótimo destino para os fãs do mundo antigo, mas também para os que gostam de conhecer grandes centros urbanos atuais. Além disso, para quem é torcedor, os estádios do Catar inovam em tecnologia e design e serão o cenário de muitas emoções.

O lugar sem dúvidas agora já faz parte da história da Copa do Mundo e será responsável por proporcionar muitas emoções. Então, é um destino que vale a pena considerar conhecer.

Editado e atualizado por Diana Diniz.

Compartilhe

Notícias em Alta

Últimas Notícias