História da Copa do Mundo de Futebol: confira um guia completo sobre essa competição

A história da Copa do Mundo, na verdade, teve início nas Olimpíadas. Tal fato pode até causar estranheza, mas a conexão entre esses dois eventos…

Compartilhe

A história da Copa do Mundo, na verdade, teve início nas Olimpíadas. Tal fato pode até causar estranheza, mas a conexão entre esses dois eventos esportivos foi o que permitiu que essa competição ganhasse a importância que tem nos dias atuais.

Você sabe como funciona a Copa do Mundo?

A Copa do Mundo de 2022 se aproxima. Assim, para quem quer entender mais sobre essa competição de futebol, veja que ela acontece da seguinte forma:

  • 32 seleções disputam partidas;
  • Um país é a sede do evento.

Esses jogos têm como base diversas regras, a fim de tornar a Copa um evento imparcial. No entanto, com o passar dos anos, muitas mudanças aconteceram nos regulamentos.

Um sistema muito bem definido

Bolas de futebol com bandeiras.
Fonte: Canva

Hoje em dia, essa competição acontece a cada quatro anos. Dessa forma, as seleções se classificam a partir das eliminatórias. Assim, são disputadas 32 vagas que se distribuem do seguinte modo:

  • CAF (África): 5 vagas;
  • AFC (Ásia): 4 e mais uma eliminatória playoff;
  • UEFA (Europa): 13 vagas;
  • CONCACAF (América Central, do Norte e Caribe): 3 e uma eliminatória playoff;
  • OFC (Oceania): uma eliminatória playoff;
  • CONMEBOL (América do Sul): 4 vagas e mais uma eliminatória playoff.

O playoff funciona, basicamente, como um jogo extra na competição para determinar mais um campeão daqueles que estão com empate no número de pontos.

A FIFA (Federação Internacional de Futebol Associado) faz um sorteio para definir os grupos da Copa do Mundo. Então, são oito chaves no total com quatro países em cada uma. 

Após a fase de grupos, os dois primeiros passam para a próxima fase e em um formato de copa são realizadas partidas únicas até chegarmos ao campeão.

  • Além disso, aproveite e nos siga no Google News para poder acompanhar o melhor da Moda, Beleza, Decoração, Famosos e muito mais  direto em seu smartphone. Para seguir É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

A origem da Copa do Mundo

A origem da Copa do Mundo teve início com a fundação da FIFA, no ano de 1904. Mas, o primeiro evento mundial oficial de futebol foi realizado somente no Uruguai, em 1930. Isso depois de muitas mobilizações para se criar essa aclamada competição.

O primeiro jogo internacional entre seleções ocorreu em 1872, entre a Inglaterra e a Escócia, que terminou em empate sem gols. Por outro lado, após isso, o primeiro jogo que aconteceu fora da Europa foi entre Argentina 6 x Uruguai 0 .

Em 1900, na Olimpíada de Paris, o futebol surgiu como uma competição extra oficial, ou seja, que não valia medalhas, assim também foi em 1904. Somente em 1908 que a medalha surgiu e a campeã foi a Inglaterra.

Vídeo: Conheça curiosidades sobre a copa do mundo

Jules Rimet, um nome marcante

Jules Rimet teve papel de destaque na origem da Copa do Mundo. Isso porque, a 1ª edição aconteceu graças a esse francês. Jules, aliás, foi o terceiro a comandar a FIFA e tomou para si a missão de convencer diversas nações a participarem dessa disputa.

Para que esse campeonato saísse do papel, levou vários anos e muito esforço da parte de Rimet para organizar o evento, mobilizar países, seleções e o público em geral.

Aprovação da Copa do Mundo pela FIFA

Em 1914 iniciou a Primeira Guerra Mundial, assim, os Jogos Olímpicos que aconteceriam na Alemanha em 1916, foram cancelados.

Com isso, na Bélgica, em 1920, veio a Olimpíada e com ela, as primeiras disputas de futebol. Nessa época, alguns países já começavam a se interessar pela ideia de ter um evento exclusivo a esse esporte.

Só que as competições ainda eram operadas pelo COI nos anos de 1924 e 1926. Entretanto, a FIFA tomou a frente e passou a organizá-las a cada quatro anos.

pessoas torcendo para seleções de futebol com bandeiras do Brasil, Itália, Espanha e Alemanha desenhadas no rosto
Foto: A Copa do Mundo tem o poder de unir nações e quebrar rivalidades

Como aconteceu a primeira edição da Copa?

Na história da Copa do Mundo, a 1ª edição aconteceu no Uruguai em 1930. Isso porque, esse país venceu as duas disputas nos Jogos Olímpicos. Portanto, foi a escolhida para sediar o evento.

Equipes que participaram

Na primeira Copa do Mundo, os 13 países participantes foram:

  • Brasil, Argentina, Uruguai, Bolívia, Chile;
  • Iugoslávia, Bélgica, França, Romênia;
  • México, Peru, EUA ,Paraguai.

A Inglaterra, nação que lançou o futebol moderno, ficou de fora da competição, bem como, os países europeus como a Holanda, Alemanha, Itália e Espanha. 

Não era nada fácil viajar naquela época. Por isso, as equipes da Europa que aceitaram participar, viajaram de navio por dois meses até o Uruguai.

A primeira vitória

Em 30 de julho de 1930, no Estádio Centenário, o país sede abriu o placar contra a Argentina. No entanto, os argentinos reagiram rápido e marcaram dois gols contra o Uruguai.

Já no segundo tempo, com o jogo 2 a 1, a seleção da casa retomou o fôlego e a partida terminou em 4 a 2. Dessa forma, os uruguaios ficaram com a Taça Jules Rimet, a primeira de toda a história da Copa do Mundo.

O papel da Itália na história da Copa do Mundo

Desenho da Itália na Copa de 34.
Fonte: Canva

A segunda Copa do mundo foi realizada em 1934, na Itália. Aliás, nessa edição, o Uruguai, primeiro campeão, ficou de fora em forma de protesto já que as outras seleções não participaram de sua copa em 1930.

Muito se comenta que nesse evento aconteceram muitas trapaças e até subornos de árbitros por Mussolini. Tudo isso, a fim de que a seleção italiana alcançasse o título mundial.

Um período cheio de eventos marcantes e reviravoltas

Na época, o regime fascista e a crise econômica dominavam a Europa. Portanto, o governo ditador da Itália transformou os estádios dos jogos em uma verdadeira arena política para celebrar o nacionalismo italiano.

Já no último dia de disputa, o país sede jogou contra a Tchecoslováquia. Até então, a seleção italiana vinha dominando os campos, mas só conseguiu a vitória na prorrogação. Assim, o placar final ficou em 2 a 1 para a Itália.

Segunda Guerra Mundial x Copa do Mundo

A história da Copa do Mundo teve uma pausa no ano de 1942, quando aconteceria a sua quarta edição. Antes de tudo, no entanto, em 1938, três nações se propuseram a copa do mundo em 1942:

  • Argentina;
  • Brasil;
  • Alemanha.

Jules Rimet visitou os três países e suas instalações nos primeiros meses de 1939. Porém, quem tinha a melhor infraestrutura eram os alemães. Mas, em setembro daquele mesmo ano, Hitler invadiu a Polônia e assim, surgiu a 2ª Guerra.

Com isso, Rimet decidiu, por fim, cancelar a Copa de 42 em 23 de março de 1940, mesmo com a proposta da Argentina em sediar os jogos em Buenos Aires, Rio de Janeiro e Montevidéu.

Homens abraçados entrelaçando as mãos uns nas costas do outro e no centro uma camisa de futebol com o número 10 inscrito
Foto: Pelé, camisa 10 do Brasil, foi o único na história da Copa do Mundo a conquistar 3 títulos

História da Copa do Mundo no Brasil

No ano de 1950, foi a vez do Brasil ser o grande palco para a Copa do Mundo. Os brasileiros ficaram animados em serem os anfitriões deste campeonato e acima de tudo, estavam confiantes na vitória.

O estádio do Maracanã foi palco de muitas disputas

Com uma ótima seleção, o país sede chegou na final com o Uruguai, que já possuía um título de campeão. O último jogo aconteceu no recém-construído Maracanã, no Rio de Janeiro e contou com a presença de 200 mil pessoas.

Um desfecho atípico

Bastaria que a seleção brasileira empatasse a partida para sair vitoriosa do campo. No entanto, a Celeste Olímpica (time uruguaio) fechou o placar em 2 a 1, calando todo o estádio do Maracanã e levando os anfitriões as lágrimas.

A Suíça entrou para história em uma copa do mundo

Na Copa do Mundo, a Suíça fez a sua estreia como país sede em 1954. A preferida na competição naquele ano era a Hungria, que já se destacava no mundo do futebol e comprovou o seu talento logo nas primeiras disputas, vencendo:

  • Coréia do Sul, em um placar de 9 a 0;
  • Alemanha Ocidental, por 8 a 3.

A seleção, chamada de Time de Ouro, se tornou a favorita a levar o título de 54 para casa. No entanto, o que ninguém imaginava na época, era a reviravolta milagrosa no último jogo.

O famoso Milagre de Berna

A decisão em campo foi em 4 de julho de 1954, em Berna. De um lado, a Hungria que não perdia uma partida há quatro anos. De outro, a Alemanha Ocidental.

Essa primeira abriu o primeiro tempo com dois gols. No entanto, o time alemão empatou o jogo antes do intervalo. Assim, no segundo tempo, uma disputa acirrada tomou o estádio e teve fim com um gol decisivo e milagroso de Helmut Rahn.

A Alemanha Ocidental, contra todas as probabilidades, então, venceu a favorita Hungria por 3 a 2 naquele dia que ficou marcado no mundo como o Milagre de Berna.

Bandeira da Suiça.
Fonte: Canva

Copa do Mundo 2014

A 20ª edição da Copa do Mundo aconteceu no Brasil, no ano de 2014. Aliás, essa foi a segunda vez que o país sediou o evento. Por isso, a seleção brasileira se classificou de forma automática na competição, logo, ficou de fora das eliminatórias.

Os jogos iniciaram no dia 12 de junho em São Paulo, no estádio do Corinthians. Já a disputa final aconteceu no dia 13 de julho, no icônico Maracanã, no Rio de Janeiro. 

Naquele ano, quem levou a taça para casa e ganhou o título mundial foi a Alemanha, além do prêmio de 35 milhões de dólares. Enfim, com essa vitória ela se tornou tetracampeã.

Recursos inovadores na Copa de 2014

Em toda a história da Copa do Mundo, a 20ª edição trouxe um diferencial nos jogos. Dessa forma, pela primeira vez usou-se uma tecnologia em que o árbitro podia conferir se a bola, de fato, havia entrado no gol. 

De nome GoalControl, instalaram-se 14 câmeras de alta velocidade na parte superior do estádio. Então, a bola era monitorada em tempo real e se ela cruzasse a linha do gol, um aviso era emitido no relógio do árbitro em 0,3 segundos.

Bola do Brasil em um estádio.
Fonte: Canva

Qual seleção tem mais Copa do Mundo?

O Brasil trilhou uma jornada de sucesso na história da Copa do Mundo. Afinal, participou de todas as competições e foi campeão em cinco edições. O primeiro título veio em 1958 na Suécia e o segundo em 1962, no Chile. Aliás, uma vitória de virada.

Pelé, um nome que ficaria marcado para sempre

Edson Arantes do Nascimento ou Pelé, foi o único jogador a vencer três Copas do Mundo. O futebolista mostrou o seu talento para o mundo e tem um momento em especial que marcou a sua carreira neste evento.

Quando ele tentou fazer um gol a 50 metros de distância contra o goleiro Ladislao Mazurkiewicz, do Uruguai. Sem dúvida, uma cena que fez toda a arquibancada prender o fôlego.

1970, um ano de muito orgulho para os brasileiros

Saiba que o terceiro título brasileiro veio em 1970, no México? Essa foi uma Copa especial, visto que foi a última de Pelé. Dessa forma, para encerrar com chave de ouro, ele levou a seleção a vencer todas as partidas e na final, derrotou a Itália por 4 a 1.

Quantas copas do mundo o Brasil já sediou?

Em toda a história da Copa do Mundo, o Brasil foi país sede da maior competição de futebol mundial em duas ocasiões:

  • Em 1950, na 4º edição do evento;
  • No ano de 2014, em sua 20º edição.

A primeira vez foi um momento histórico, já que foi a primeira Copa desde a interrupção dos jogos por conta da Segunda Guerra Mundial. Também nessa época aconteceu a construção do maior estádio do Brasil, o Maracanã.

Só que quem levou a taça para a casa foi o Uruguai. No entanto, o anfitrião também subiu ao pódio, já que ficou como vice-campeão no primeiro evento que sediou. 

Brasil foi o país sede em sua maior derrota no evento

Já na segunda vez, a fim de se preparar para a grande disputa, diversos estádios foram reformados, dentre eles:

  • Governador Magalhães Pinto (Mineirão);
  • Nacional Mané Garrincha (Mané Garrincha);
  • Mário Filho (Maracanã).

Essa 20ª edição da competição também se destacou na história da Copa do Mundo pela vitória esmagadora alemã contra o Brasil na semifinal, com o inesquecível placar de 7 a 1. Depois disso, a Alemanha enfrentou a Argentina na final e garantiu a sua vitória decisiva.

Quantas vezes o Brasil ganhou a Copa do Mundo?

O Brasil venceu cinco Copas do Mundo. Além disso, ocupou o lugar de vice-campeão em 1950 e 1998. Portanto, não é à toa que se diz que aqui é o país do futebol. 

Os anos que o Brasil venceu a copa do mundo foram:

  • 1958:
  • 1962
  • 1970;
  • 1994;
  • 2002.

Conheça todos os campeões da Copa do Mundo

Também há outras nações que fizeram bonito na história da Copa do Mundo e garantiram um lugar de destaque entre os campeões como:

  • Itália: 1934, 1938, 1982 e 2006;
  • Alemanha: 1954, 1974, 1990 e 2014;
  • Uruguai: 1930 e 1950;
  • Argentina: 1978 e 1986;
  • França: 1998 e 2018;
  • Espanha: 2010;
  • Inglaterra: 1966.

O Brasil, portanto, lidera o ranking de maiores campeões em toda a história da Copa. Pois é pentacampeão e agora, no Catar, a seleção vai atrás do seu sexto título mundial. 

Foto: Catar será o próximo país a entrar para a história da Copa do Mundo

Copa do Mundo 2018

Em 14 de junho de 2018, teve início a 21ª edição da Copa do Mundo FIFA. Desta vez, a Rússia marcou a sua estreia como país sede do maior evento mundial de futebol. 

Naquele ano, a França venceu a competição após ganhar da Croácia em 15 de julho. A seleção francesa, de fato, brilhou em seus jogos, com empate em apenas uma disputa e nenhuma derrota.

Gols contras

Em toda a história da Copa do Mundo, a edição de 2018 foi aquela que teve o maior número de gols contra. Aliás, 12 futebolistas marcaram contra o seu próprio time, dentre eles, o jogador croata Mandzukic.

Time destaque de 2018

Uma seleção em especial se consagrou e ganhou destaque em 2018. A Croácia ficou com o primeiro lugar em sua chave ao bater a Argentina em 3 a 0. Além disso, conseguiu chegar até a final com três prorrogações e duas decisões por pênaltis. 

Craques em baixa

Messi e Neymar foram as maiores decepções da 21ª edição. Este primeiro errou o pênalti da estreia e não conseguiu levar a Argentina muito adiante na competição. Já o segundo, virou piada na internet pelo número de vezes que foi derrubado por adversários nos jogos.

O maior artilheiro da história da Copa do Mundo

Miroslav Klose.
Fonte: @miroslav_klose

Na história da Copa do Mundo, um jogador se destaca por ser o maior artilheiro de todo o evento. O alemão, Miroslav Klose, lidera o ranking de gols marcados no Mundial. Isso porque, entre os anos de 2002 a 2014, ele acertou o gol em cheio 16 vezes.

Já na edição de 2002, a primeira disputa que participou com a Alemanha, ele marcou cinco gols. O mesmo feito se repetiu em 2006 e Klose chegou a receber o prêmio da FIFA de Chuteira de Ouro. 

  • Você também pode gostar Festa do Brasil: 25 decorações para declarar torcida na Copa do Mundo

Maiores artilheiros da história da Copa

Com 16 gols, o artilheiro de maior destaque na história da Copa do Mundo é um atacante da Alemanha, Miroslav Klose. Aliás, também alemão, outro que encabeça esse ranking é Gerd Müller com 14 gols, dentre outros como:

  • 16 gols de Klose;
  • 15 gols de Ronaldo Fenômeno;
  • 14 gols de Müller;
  • 13 gols de Just Fontaine;
  • 12 gols de Pelé.

Pelé é conhecido como o Rei do Futebol e não é à toa. Pois em todas as suas participações em Copas do Mundo, chegou a realizar 12 gols. Além disso, o camisa 10 é o único a vencer três títulos.

Na história da Copa do Mundo houve roubo de troféus

Troféu.
Fonte: Canva

A taça da Copa do Mundo já foi roubada duas vezes em toda a sua história. A primeira em 1966, em Londres, mas acabou sendo recuperada alguns dias depois por um cachorro que a encontrou em um subúrbio londrino enrolada em jornais. 

Já na segunda vez, em 1983, o final foi diferente. Isso porque, o troféu estava em exibição na sede da CBF, no Rio de Janeiro, dentro de uma caixa de vidro que era à prova de balas. No entanto, foi invadida por ladrões e jamais vista novamente.

Acredita-se que a taça tenha sido derretida, já que:

  • Era feita de ouro;
  • Com joias semipreciosas em sua base. 

Ela pesava quase quatro quilos e media cerca de 35 cm. Aliás, hoje em dia, o país campeão da Copa do Mundo leva para casa apenas uma réplica banhada a ouro da taça do Mundial.

As premiações dadas no evento para os campeões

Os prêmios dessa competição, de fato, mudaram ao longo do tempo. Por exemplo, na Rússia em 2018, a FIFA concedeu 400 milhões de dólares para as seleções participantes.

A França, que venceu naquele ano, faturou o total de US$ 38 milhões. Por outro lado, a bicampeã Croácia recebeu US$ 28 milhões. Assim, veja quanto ganhou os demais países do ranking:

  • 3º lugar: 24 milhões de dólares;
  • 4º lugar: 22 milhões de dólares;
  • 5º ao 8º lugar: 16 milhões de dólares;
  • 9º ao 16º lugar: 12 milhões de dólares;
  • 17º ao 32º lugar: 8 milhões de dólares.

Nesta Copa de 2018, a Bélgica ocupou o terceiro lugar e levou para casa 24 milhões de dólares. Enquanto a Inglaterra ficou em quarto lugar na competição mundial de futebol. 

Curiosidades da Copa do Mundo

2022 é um ano especial, porque terá a 22ª edição da maior competição de futebol mundial. Então, enquanto os jogos não começam, descubra alguns fatos interessantes que marcaram a história da Copa do Mundo.

Maior vitória

A maior goleada de todos os tempos aconteceu na edição de 1982. Dessa forma, nessa disputa, o time de El Salvador teve uma derrota arrasadora para a Hungria em um placar de 10 a 1. 

Jogador mais velho da Copa do Mundo

El-Hadary, um jogador de origem egípcia, se destacou como o futebolista mais velho de toda a história do evento, com os seus 45 anos e 161 dias de vida.

O gol mais rápido

Na edição de 2002, com apenas 15 segundos desde o começo do jogo, um gol foi marcado por Hakan Şükür, um jogador da Turquia contra o time da Coreia do Sul.

Catar em breve entrará para a história da Copa do Mundo

A Copa do Mundo FIFA 2022 terá início em 21 de novembro e terminará em 18 de dezembro. O palco desta 22ª edição será a Península Arábica, no Catar. Esse, aliás, vai ser o último evento a contar com apenas um país sede e somente 32 seleções.

Expectativas brasileiras

Segundo um levantamento de dados do MindMiners, 63% dos brasileiros apostam na vitória do Brasil no Catar. Dessa maneira, mais de 1.000 cidadãos foram entrevistados neste estudo e de várias regiões do país.

O Brasil vai enfrentar a Sérvia, Suíça e Camarões, a princípio. De acordo com o técnico da seleção, Tite, esses adversários são traiçoeiros, mas são competidores conhecidos. Então, com um bom domínio de bola e disputas firmes, pode-se conquistar o Hexa.

Editado e atualizado por Diana Diniz.

Compartilhe

Notícias em Alta

Últimas Notícias