Marieta Severo desabafa após enfrentar o Covid-19 e AVC do marido: “me recuperei com sequelas”

No ar como a vó Nóca em “Um Lugar ao Sol”, Marieta Severo participou do “Conversa com Bia” e contou que viveu em uma “zona das sombras” nos últimos tempos

- Continue depois da Publicidade -

Está gostando de ver Marieta Severo em “Um Lugar ao Sol”? Pois bem, a atriz retorna às novelas em um papel bem diferente de sua última aparição na TV. Em “O Outro Lado do Paraíso”, Marieta deu vida a vilã inescrupulosa, Sophia, louca por diamantes.

Agora, a atriz volta em um papel mais afetivo,  e interpreta a avó da personagem Lara (Andreia Horta). Como vó Nóca, Marieta firmará laços com milhares de mulheres no Brasil que criaram seus netos, como seus filhos.

Além disso, Nóca também consegue ver o futuro através das cartas. Com o texto afiado, Marieta já mostrou que dará um show na nova novela da Globo.

Mas os bastidores das gravações de “Um Lugar ao Sol” foram bem diferentes de seu resultado final. Isso porque, durante as gravações da novela, que começou a ser rodada no ano passado, Marieta pegou Covid-19, e precisou ser internada.

Além disso, a atriz também enfrentou a internação do marido, Aderbal Freire, que teve um AVC, em agosto desse ano.

Sobre tudo isso, Marieta Severo falou com Pedro Bial no programa, “Conversa Com Bial”, na noite da última sexta-feira, 12, na Globo.

 

 

Zona das Sombras

 

Marieta Severo, Globo, Conversa com Bial, Um Lugar ao Sol
Marieta Severo participou do Conversa do Bial exibido na madrugada da última sexta-feira, 12. Fonte: Reprodução / TV Globo

 

Marieta Severo estreou na TV Globo em 1966, na novela, “O Sheik de Agadir”, da autora, Glória Magadan. Na época, a atriz tinha apenas 19 anos.

Desde então, Marieta trilhou seu caminho tanto na TV, como no cinema e teatro. E distribuiu a mesma atenção e talento para todas essas janelas.

Contudo, a intérprete de Dona Nóca, revelou que interpretar essa personagem foi um trabalho difícil. Não pelo texto, mas sim pelo momento. “Um Lugar ao Sol” foi gravada totalmente na pandemia.

E durante as gravações, Marieta Severo precisou ser internada após contrair o Covid-19. A atriz ficou oito dias num hospital do Rio de Janeiro. No caso do seu colega de elenco, Marco Ricca, a situação foi mais grave. Isso porque, o ator precisou ser entubado devido as complicações do coronavírus.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

“Se deparar com a morte é terrível, é aquele encontro que ninguém quer ter. Me recuperei, com algumas sequelas, mas sou uma sobrevivente entre esses mais de 600 mil mortos”– disse Marieta Severo no Conversa com Bial.

 

 

Importância da arte

 

Marieta Severo, Globo, Conversa com Bial, Um Lugar ao Sol
Marieta Severo afirma que a “arte e a cultura” salvam. Fonte: Reprodução/ TV Globo

 

Com mais de cinquenta anos de carreira, Marieta Severo destaca a importância da arte nesse período de “trevas.” A atriz ressaltou que no seu caso, produzir arte foi o que lhe salvou.

“Se deparar com a morte é terrível, é aquele encontro que ninguém quer ter. Me recuperei, com algumas sequelas, mas sou uma sobrevivente entre esses mais de 600 mil mortos” – disse Marieta Severo no programa da Globo.

A atriz reforçou que é preciso lutar a favor da cultura no Brasil: “Sobreviver é a nossa força, não adianta tentar botar esse barco lindo da cultura, dos costumes, para atrás. Não adianta, não conseguem conter, e esse é o desespero deles.”

Por fim, Marieta Severo criticou as ações do governo no combate à pandemia. Além disso, a atriz espera viver para ver a reconstrução de seu país.

Dá uma tristeza, principalmente para uma pessoa que tem 74 anos que nem eu, pensar ‘será que eu vou conseguir ver a reconstrução desse país?’. E em todos os sentidos, a cultura, meio ambiente, costumes, tudo está retrocedendo.”

Um Lugar ao Sol já está totalmente gravada e deverá ficar no ar até meados de março. Na sequência, a Globo exibirá o remake de Pantanal, que também já está em processo de gravação.

 

Veja uma outra entrevista recente de Marieta Severo para o Canal Brasil, onde a atriz fala sobre o cinema nacional:

 

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes