Ator Pedro Paulo Rangel como personagem Gigi da novela "Belíssima" da Globo.

Morre Pedro Paulo Rangel, ator da Globo, aos 74 anos

Pedro Paulo Rangel estava internado no CTI da Casa de Saúde São José, na Zona Sul do Rio. Saiba mais e relembre a carreira do artista

Compartilhe

O ator Pedro Paulo Rangel, de grandes sucessos da Globo, morreu na madrugada desta quarta-feira (21), aos 74 anos.

Integrante de trabalhos marcantes como “Gabriela” (1975) e “Saramandaia” (1976), ele estava internado desde 30 de novembro no CTI da Casa de Saúde São José, na Zoa Sul do Rio.

Pedro Paulo Rangel tratava uma descompensação do quadro de enfisema pulmonar. A causa da morte ainda não foi revelada.

Carreira de Pedro Paulo Rangel

Pedro Paulo Rangel nasceu em 29 de junho de 1948 e morava no Rio Cumprido, na Zona Norte da cidade, quando começou no teatro, aos 11 anos.

A primeira peça da qual participou foi “Quando os Pais Entram de Férias”, que ele mesmo escreveu.

Foto de ator Pedro Paulo Rangel hoje.
Morre Pedro Paulo Rangel aos 74 anos. Fonte: Instagram @aouila

Já o 1º contato com o teatro profissional foi em 1968, na peça “Roda Viva”, de Chico Buarque, dirigida por José Celso Martinez Corrêa.

O ator passou pela TV Tupi de São Paulo, em seguida estreou na Globo em 1972, na novela “Bicho do Mato”. Logo depois, interpretou Juca Viana, seu 1º personagem de grande sucesso, em “Gabriela”.

Foto de ator Pedro Paulo Rangel novo.
Fonte: Instagram @gentedesucessovip

Destaque no humor

Pedro Paulo Rangel atuou para vários filmes também, depois recebeu o convite de Jô Soares para participar de enquetes no programa humorístico “Viva o Gordo” (1982).

Foto de ator Pedro Paulo Rangel.
Fonte: Instagram @artefeedoficial

Com muito sucesso, depois integrou o elenco da 2ª temporada de “TV Pirata” (1988). Entre outras obras do ator estão as novelas: “Pedra sobre Pedra”, “O Mapa da Mina”, “A Indomada”, “Vale Tudo”, “Saramandaia”, “O Cravo e a Rosa” e “Belíssima”.

Para mais, seriados e minisséries, como “Engraçadinha”, “A Muralha”, “Você Decide”, “A Diarista”, “Os Aspones” e “Sob Nova Direção”.

  • Por fim, leia 2022: política, mortes, desastres e principais notícias que marcaram o ano. Retrospectiva completa!

Compartilhe

Notícias em Alta

Últimas Notícias