Foto de cãozinho.

Cachorro com medo de fogos de artifício: como ajudar seu cão?

Ofuscar o som estrondoso é uma opção fácil e rápida. Confira 16 maneiras de ajudar seu cão a lidar com a ansiedade causada pelos fogos de artifício

Compartilhe

As aguardadas comemorações de Natal e Ano Novo se aproximam, mas para os cães essas datas podem ser sinônimo de desconforto. Muito utilizados pelos humanos nas festas, os fogos de artifício podem ser verdadeiros gatilhos de estresse para os cães.

Com uma audição aguçada, os pets detectam sons a longa distância. Enquanto para alguns animais, apesar de incômodo o barulho seja visto com tranquilidade, para outros o som alto e estridente pode ser interpretado como uma ameaça não identificada, gerando a sensação de pânico e medo.

Nestes casos, é comum que os cães se escondam e a fobia pode até mesmo provocar a fuga ou acidentes.

Por que os cães têm medo de fogos de artifício?

Os cães podem ter medo de fogos de artifícios por conta do som alto produzido, visto que eles possuem o sentindo de audição mais apurado que os humanos.

Além disso, porque o barulho vem quase sempre de forma imprevista. Afinal, embora um para os humanos, como o Réveillon, para o animal é só mais um dia comum.

Foto de cachorro com medo de fogos de artifício.
Fonte: Pexels

Alguns cães podem se sentir ameaçados com os fogos de artifício. O que faz com que desencadeiem sua resposta de luta ou fuga. Isto é, latir, fugir ou se esconder. Outros sinais de ansiedade também podem ser mostrados, como respiração ofegante, andar, ficar inquieto e choramingar.

Ainda mais, os fogos de artifícios pode fazer o cãozinho se sentir preso. Assim, eles tentam fugir da ameaça. Todavia, nem mesmo em casa os sons dos fogos de artifício são inaudíveis.

O que fazer com os cães na hora dos fogos?

Ao identificar que os artefatos são um problema para o pet, é necessário que os tutores invistam em medidas para auxiliar o animal a lidar com o desconforto.

Para auxiliar nesta missão, a médica-veterinária e gerente de produtos da Unidade de Pets da Ceva, Nathalia Fleming listou seis dicas para assegurar o bem-estar dos cães durante a queima de fogos no fim do ano.

Cachorro com medo de fogos de artifício se escondendo debaixo de cobertor.
Fonte: Freepik

Não deixe o animal sozinho

O pânico pode deixar o cão agitado. Com isso é comum comportamentos como correr pela casa ou tentar se esconder, situações que quando não supervisionadas podem gerar acidentes. Desta forma, o mais indicado é que o animal fique acompanhado. Além de minimizar o medo do pet, a presença do tutor reduz a chance do pet se machucar.

Promova atividade vigorosa

Leve seu cão para uma atividade intensa horas antes das festividades, assim ele estará mais cansado no momento do foguetório.

Algodão no ouvido

Enrolar um chumaço de algodão e colocar no ouvido do pet é uma forma de abafar o som e diminuir o estresse do animal. O item deve ficar firme para não cair da orelha durante o momento de agitação, porém é preciso tomar cuidado ao introduzir o item para não machucar o animal.

Prepare um ambiente seguro

Um local de segurança pode auxiliar o animal a sentir-se segura. O tutor pode preparar um quarto com os acessórios, brinquedos preferidos e comidas/petiscos que o cão goste. No espaço mantenha portas e janelas fechadas para abafar o barulho.

Considera utilizar um análogo sintético

O análogo sintético do odor materno canino, auxilia na adaptação dos cães em situações adversas do dia a dia, trazendo a sensação de segurança, conforto e bem-estar. O produto deve ser utilizado no ambiente onde o pet ficará durante a queima de fogos com pelo menos 3 dias de antecedência.

Libere um banquete

No momento dos fogos, procure oferecer alimentos e petiscos que mais o atrai, assim seu cão poderá associar esse momento como um momento prazeroso e não mais de estresse.

O que fazer com cachorro com medo de fogos de artifício?

Foto de mulher com cachorro.
Fonte: Pexels
  • Use um colete de ansiedade para cães;
  • Crie um espaço seguro;
  • Mantenha-o em casa;
  • Conforte seu cão;
  • Distraia o seu cão;
  • Coloque para tocar em um dispositivo, ruído branco ou ruído marrom;
  • Fale com o seu veterinário.

Use um colete de ansiedade para cães

Eles são seguros e funcionam como um calmante por conta da pressão leve e constante. Muitos cães se sentem reconfortados e calmos ao usar. Este produto ajuda cachorros que também sentem medo de tempestades, por exemplo.

Crie um refúgio

Se o seu cão dorme em uma casinha, provavelmente é o local em que ele mais se sente seguro. Caso não tenha um ambiente próprio para dormir, coloque-o em um cômodo pequeno e ligue uma música (ruído marrom ou branco são ótimos abafadores de som).

Não esqueça de levar para o local os cobertores e brinquedos para o cãozinho se sentir o mais confortável possível.

Deixe-o ficar em sua casa

Ainda que seu cão passe a maioria do tempo na área externa de sua casa, deixe-o que fique dentro durante a exibição de fogos de artifício. Isso irá impedir que ele tente fugir em caso de medo, o que pode acabar colocando-o em perigo.

Conforte o seu cão

Faça carinho no seu cão, fique perto dele e ofereça palavras tranquilas em momentos que o causam medo, como quando têm fogos de artifício.

Além de útil e apropriado, seu cão poderá com o tempo entender que você é um parceiro no qual ele poderá recorrer quando estiver se sentindo ameaçado.

Distraia-o também

Ofereça distrações ao seu cachorro, como um delicioso e suculento petisco durante os fogos de artifício. Brinquedos novos também são ótimos para estas situações.

Dar as guloseimas preferidas de seu cão fará com que ele tenha outra coisa em que se concentrar durante o barulho.

Abafe o som dos fogos de artifício

Esta é uma maneira fácil de controlar a ansiedade dos fogos de artifícios durante eventos. Lige a TV ou rádio no YouTube com som de ruído branco, ou coloque para tocar no celular mesmo.

O objetivo é camuflar o barulho dos fogos de artifício, para seu cão passar por esse momento de forma mais tranquila e calma.

Fale com o seu veterinário

Caso o comportamento do seu cão não melhore, entre em contato com o veterinário. Ele irá passar as melhores soluções ou até indicar um especialista em ansiedade em cães.

  • Enquanto isso, aproveite e nos siga no Google News para saber tudo sobre Moda, Beleza, Famosos, Décor, Pet e muito mais. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

Como ajudar um cachorro com medo de fogos de artifício?

Foto de cachorro.
Fonte: Pexels

Gaste a energia do cão antes dos fogos de artifício

Caminhar ou deixar o cachorro passar um tempo com os amigos durante o dia ajudará a gastar a energia dele antes que os fogos de artifício comecem.

Quando um cachorro está mental e fisicamente exausto, pode haver menos chances de reagir a fogos de artifício. Assim sendo, planeje um dia dinâmico que o deixe pronto para uma soneca.

Agende as refeições e as idas ao banheiro do seu cão

É essencial programar as idas ao banheiro e as refeições do seu cachorro antes do anoitecer, que é quando os fogos de artifício são geralmente soltos.

Imagine um cãozinho querendo fazer xixi, mas está com medo de sair pela porta devido aos fogos de artifício. Então, programe-se para ele jantar, digerir e fazer as necessidades antes do barulho começar.

Afinal, já é muito estressante o som de fogos para o cão. Então não deixe que ele tenha que lidar com outras situações por conta disso também.

Treine seu cão para aliviar a ansiedade de fogos de artifício

Você pode ensinar seu cãozinho a aprender a lidar com eles, organizando sessões de treinamento ao longo do ano, bem antes de eventos como o Réveillon.

Comece colocando um efeito sonoro no YouTube em um nível baixo por um breve período. Ao mesmo tempo, entretenha seu cão dando-lhe saborosos petiscos e muitos elogios quando ele permanecer calmo. Em seguida, pause o som e não dê mais petiscos.

Repita o processo gradualmente com o volume baixo até quando perceber que seu cão está te olhando com expectativa ao começar ouvir o vídeo de fogos de artifício.

Lembre-se de verificar se o seu animal de estimação está confortável com os sons e não exibindo sinais de ansiedade.

Dessa forma, vá aumentando o volume nas sessões de treinamento, variando os vídeos para incluir diferentes tipos de fogos de artifício.

Siga até seu cão associar os ruídos a petiscos e elogios por ter um comportamento calmo.

Cachorro com medo de fogos: conclusão

Em resumo, são formas de aliviar os sinais de ansiedade de um cachorro por conta de fogos de artifício: vesti-lo um colete de ansiedade, criar um espaço seguro, mantê-lo em casa, confortá-lo, distraí-lo e ofuscar o barulho dos fogos.

Você também pode treinar o seu cão durante o ano para ele ficar calmo em situações como essa. Durante o dia em que haverá fogos, gaste a energia do seu amigão com atividades divertidas. Organize a rotina de alimentação e idas ao banheiro também.

  • Por fim, confira 2022: política, mortes, desastres e principais notícias que marcaram o ano. Retrospectiva completa!
Compartilhe

Notícias em Alta

Últimas Notícias