Decoração de interiores.

Decoração de interiores: 6 razões para contratar um profissional

A arquiteta Isabella Nalon aponta como a decoração de interiores interfere no bem-estar e na qualidade de vida dos moradores da casa

Alguém já te falou que contratar um profissional de de interiores era um grande desperdício? Embora esse pensamento ainda seja comum para os brasileiros, um projeto fundamentado em estudos pode transformar um simples lar em uma verdadeira fonte de aconchego e conforto. 

Afinal, cada espaço é pensado para atingir as expectativas dos donos. Por isso, são personalizados e individuais. 

Portanto, se você ainda está na dúvida se vale a pena ou não contratar esse serviço, listamos 6 motivos que reafirmam a importância da decoração de interiores para o bem-estar e a qualidade de vida em casa.

O que faz um designer de interiores?

Muita gente acredita que o objetivo desse profissional é escolher o mobiliário e a paleta de cores do projeto. Porém, o profissional de decoração de interiores faz muito mais do que isso. Ele é responsável por deixar os cômodos da casa mais práticos e agradáveis para os moradores. 

Como resultado, a personalidade de quem mora na residência é essencial para criar não apenas uma estética bonita, mas também ambientes organizados

De acordo com a arquiteta Isabella Nalon, um projeto de decoração bem executado deve ser sinônimo de bem-estar e qualidade de vida. 

“Até um tempo atrás, muitas pessoas ainda acreditavam que a decoração dos ambientes era voltada apenas para moradores de elevado poder aquisitivo. Felizmente essa percepção mudou, uma vez que os clientes estão entendendo que, independentemente da metragem do projeto ou da verba para a reforma, é fundamental considerar o aproveitamento inteligente de todos os espaços da casa. E o papel do profissional de é fundamental para ajudar a economizar nas escolhas”, explica a profissional.

Além disso, Isabella elencou 6 razões que provam que a decoração de interiores é essencial nos projetos residenciais.

1. Qualidade de vida

Sala de estar com sofás brancos, mesa de centro de madeira e tapete cinza
Seja um apartamento com metragem reduzida ou um pouco mais amplo, a distribuição do layout é essencial para ofertar comodidade aos moradores. Ambientes mais “livres”, com o volume de mobiliário e objetos que realmente faça sentido na área, contribuem para a tão almejada qualidade de vida em casa. Na sala de estar conectada com a varanda, a leveza dos tons claros e a circulação entre a mesa de centro e os dois sofás foram planejados pela arquiteta Isabella Nalon. Foto: Júlia Herman

Um dos princípios da arquitetura é o compromisso de garantir uma boa vida aos habitantes da casa. Além da estética, é claro. 

Os móveis escolhidos devem ser do gosto dos moradores, mas também é importante que o décor entregue conforto e seja adequado ao estilo de vida proposto. Afinal, isso irá interferir diretamente na rotina. 

Como resultado, um projeto de decoração de interiores precisa ser capaz de aflorar sensações positivas no lar, como acolhimento, felicidade, prazer e motivos para diminuir o estresse

“Nessa somatória, ainda consideramos a melhor decisão pelas cores e o acréscimo de itens que complementam, como almofadas, quadros e livros, destaca Isabella. 

2. Funcionalidade 

Cozinha com armários brancos e bancadas marrons, decoração de interiores para cozinha.
Um décor que responde àquilo que é necessário: na aplicação do projeto da cozinha, a arquiteta Isabella Nalon projetou a estrutura para a distribuição dos itens e preparo dos alimentos. Isso sem deixar de lado um atributo valioso para os proprietários – a inclusão de uma mesa, que por sua vez é acompanhada por uma bancada para dispor o que é necessário durante as refeições diárias, como o café da manhã em família. Foto: Júlia Herman

A correria do dia a dia faz com que uma casa organizada e prática seja essencial para a diminuição do estresse. Por isso, a decoração de interiores também fica encarregada de entregar funcionalidade aos espaços. 

Alguns elementos que contribuem para isso são as prateleiras, os nichos, os gaveteiros e outras peças feitas sob medida. Dessa forma, o morador consegue ter os objetos mais usados ao alcance das mãos e também conseguirá colocá-los no lugar após o uso. 

“Sem dúvidas, a melhor maneira de equilibrar as duas medidas é contar com o apoio de um profissional, que será capaz de unificar a harmonia visual com as soluções práticas desenvolvidas de acordo com as características do imóvel”, explica a arquiteta.

3. Renovação

Decoração de interiores para quarto de casal com painel de madeira, estantes, cabeceira acolchoada e roupa de cama branca e mostarda
Já pensou que ao lado da sua cama você pode ter nichos com prateleiras ao invés de uma parede vazia? Nessa suíte, foi feita a divisão entre o quarto e o closet apenas com o armário em marcenaria. Fonte: @arquitetathaisatosati

Outra vantagem de contratar um profissional de decoração de interiores é a possibilidade de trocar o estilo da decoração sempre que quiser. Afinal, o ser humano está sempre mudando e, por consequência, é importante que sua casa acompanhe essas transformações. 

“Sempre que possível, aproveite para realizar uma metamorfose. Escolha cores que refletem sua essência, humor e quem você se tornou nesta nova fase”, orienta Isabella.

4. Sustentabilidade 

Luminária sustentável.
Fonte: @tex_mb

O uso sustentável e consciente de tudo que consumimos e compramos também está ligado à decoração de interiores da casa. Isso porque trata-se de um estilo de vida que se baseia em escolhas ecologicamente corretas. 

Sendo assim, optar por materiais e soluções que gerem menor impacto ao meio ambiente é uma realidade no mundo da arquitetura. 

Na maioria das vezes, a sustentabilidade está associada ao reaproveitamento de materiais, como uma transformação ou restauração do que já se tem. 

Por outro lado, há quem prefira os reciclados ou de reflorestamento para criar móveis e objetos decorativos com um design único. 

5. Celebração 

Ter uma casa organizada e decorada é um convite para reunir amigos e familiares. 

“Afinal, quem não se sente incomodado de receber convidados quando a estrutura do imóvel apresenta algum problema, não é mesmo? Esse sentimento é imediatamente contornado quando o morador se sente confiante com mudanças que, muitas vezes, são super simples”, reflete a arquiteta. 

Um designer de interiores oferece soluções criativas para agregar conforto não só aos moradores, como também às visitas. “Pode ser apenas um visitante ou um grande grupo, mas tudo irá funcionar e fluir melhor com uma decoração bem pensada, que inclui os móveis e até a circulação”, detalha. 

6. Ativação de memórias e sentimentos

Sala de jantar com mesa de granito integrada com varanda, onde há uma rede, uma mesa alta e duas banquetas de couro marrom
Uma das premissas desse projeto foi incluir o acervo da família, a mobília, as obras de arte e os objetos de decoração existentes e cheios de significado. Eles foram incorporados ao projeto de maneira equilibrada e inteligente. Fonte: @autentco

Você já olhou para uma foto e se pegou sorrindo pela boa lembrança que ela resgatou? Então, que tal colocá-la em um local visível na decoração para sempre ter esse sentimento bom?

Ativar o universo das memórias e bons sentimentos é um recurso também utilizado na arquitetura de interiores. Para isso, é possível agregar uma série de elementos, além das fotos, como lembranças de viagens ou móveis que passam por gerações. 

Esses detalhes colocam em evidência a história dos moradores. Porém, é preciso ter cuidado ao usá-los. Afinal, o exagero pode causar a sensação de um ambiente antiquado. 

“Nosso cuidado é sempre promover uma essência de leveza e o despertar de emoções na medida certa”, finaliza a profissional de decoração de interiores. 

  • Aproveite e nos siga no Google News para saber tudo sobre Moda, Beleza, Famosos, Décor e muito mais. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News!

Quanto custa contratar um profissional de decoração de interiores?

Decoração de interiores de um quarto com televisão, cômoda e penteadeira com detalhes em madeira ripada
Quartos precisam ter uma iluminação aconchegante, elementos que trazem conforto e favorecer o clima de descanso e romance do casal. Essa suíte proporciona exatamente essas sensações. Temos bastante madeira, tapete, cortina, cores mais neutras e sofisticadas e o toque de sensualidade e sofisticação que os elementos em dourado e prata proporcionam. Fonte: @miriamribeiro_arq

Tanto arquitetos quanto designers de interiores costumam cobrar pelo metro quadrado. Portanto, é importante ter esse número em mente quando for pedir um orçamento.

Normalmente, o preço cobrado varia entre R$ 100 e R$ 135 o m², segundo Liliana Zenaro.

Conclusão

Contratar um arquiteto ou um designer de interiores é um investimento que vale a pena. Afinal, espaços bem decorados trazem mais qualidade de vida, conforto e funcionalidade para os moradores.

Além disso, um profissional é capaz de incluir soluções sustentáveis no projeto, renovar o estilo da casa e criar ambientes que façam sentido para você.

Quer saber mais? Então, fique de olho em nosso canal de Decoração! Lá você encontra tendências, fotos de inspiração, dicas de reforma e muito mais!


Participe da Enquete Ilha Record 2: após o exílio de Kaio e Nakagima, quem deve vencer o reality?

  • Bruno Sutter
  • Caique Aguiar
  • Fábio Braz
  • Kaik
  • Ste Viegas
  • Whendy Tavares


Stories

Matérias Similares