Jardim residencial: 85 fotos com tipos, tamanhos e ideias para caprichar no seu

Jardim residencial: 85 fotos com tipos, tamanhos e ideias para caprichar no seu

Jardim residencial – Que delícia poder passar alguns minutos todas as tardes em um jardim, na companhia de um livro muito bom. Já imaginou? Esse é um dos benefícios dos jardins residenciais bem pensados. Além de bonitos, eles se tornam verdadeiros oásis urbanos — espaços ideais para relaxar e até viver momentos em família.

Não importa se o jardim é pequeno ou grande. Independente do tamanho, você pode transformá-lo com alguns truques de decoração. O difícil mesmo é escolher seu preferido: existem muitas plantas, estilos de décor e móveis para apostar! No fim, o que ditará suas escolhas é a função que você deseja dar ao ambiente e a sua própria personalidade.

Pensando nisso, preparamos uma lista recheada de inspirações. Todas acompanhadas de dicas para te guiar na criação do seu próprio jardim. Continue lendo!

É apaixonada por plantas? Confira nossa matéria sobre decoração com plantas dentro de casa e aposte na tendência da selva urbana.

 

 

Truques para decorar jardim residencial pequeno

 

Começamos falando deles: os jardins de metragens mais enxutas. Não ache que por serem pequenos eles têm menos potencial que os grandes, viu?

Aqui, aplicamos a lógica das varandas de apartamento. Em uma varanda enorme, você pode até criar um living externo com sofá, área gourmet e muito mais. Porém, isso não significa que o jardim vertical, a rede e a brisa que passa pela varanda pequena são menos especiais.

 

 

E já pensou ter em casa um jardim que não apenas embeleze a decoração, mas também sirva para um propósito? É esse o objetivo do jardim funcional.

Ele pode ser terapêutico, nutritivo e até sensorial. Saiba mais em Paisagismo funcional que une beleza com um propósito. Com plantas e ervas que também são temperos, fazem chá ou dão frutos, além de muitas dicas charmosas!

 

 

1. Crie cantinhos relax enxutos

 

 

Aproveite os cantinhos — literalmente — para criar um espaço especial de relaxamento. Você só precisa de um banco e um apoio. Na primeira foto, a estrutura de madeira cumpre ambas as funções. E como a bandeja sugere, esse pedacinho do jardim é um dos espaços preferidos dos moradores para um café da manhã ao ar livre.

 

 

Para relaxar…

 

 

2. Use escadas de madeira como jardins verticais

 

 

Seu objetivo é cultivar mais plantas, mas falta espaço útil ao chão? Não se preocupe: seu jardim também pode ser vertical.

Os suportes tipo escada de construção, porém em madeira, estão super em alta. Eles podem abrigar vasos de flores ou ervas aromáticas. Logo, você ganha não só plantas bonitas, mas úteis — e pode relaxar com um chá de hortelã cultivado por você mesma.

 

 

3. Faça seu próprio jardim vertical com pallets

 

Você já deve ter reparado na popularidade dos DIYs de pallets. Pois bem: eles também são uma matéria-prima e tanto para começar um jardim vertical. No vídeo abaixo, a Maddu Magalhões ensina o passo a passo. Uma das grandes vantagens é que eles são super em conta!

Para completar a horta, a Maddu ainda pintou parte dos pallets com tinta de lousa. Eles servem para informar quais são as plantinhas que estão ali.

 

 

Quer mais dicas sobre o assunto? Veja nossa matéria com 30 modelos inspiradores de jardim vertical!

 

 

4. Invista em DIYs com objetos inusitados

 

Quadros de suculentas e vasos criativos para plantas

 

Em casas cujo único espaço ao ar livre é um corredor, os jardins verticais são uma mão na roda. Uma maneira diferente de aproveitar a própria parede para fazer o seu é investir em objetos inusitados.

As molduras, por exemplo, fazem com que as plantas que você escolheu pareçam uma galeria! Nelas, o mais indicado é colocar musgos, suculentas e outras plantas pequeninas.

A maior vantagem é que plantas assim são muito práticas. Saiba mais sobre elas em Jardim de suculentas, onde irá encontrar muitas ideias estilosas baratas e fáceis de fazer e cuidar, com 47 fotos de inspiração para dar aquele toque especial na decoração do seu jardim e também aprender fazer quadros e outros objetos com plantas suculentas.

Canos e latas de alumínio também podem ser completamente transformados para compor um jardim. Nesse caso, abrigam plantas um pouco maiores. Só não esqueça: todo vaso precisa de drenagem. Logo, eles devem ter furos na parte debaixo, ok?

 

Plantas suculentas estão muito em alta na decoração. São bonitas e fáceis de cuidar!

 

5. Use espelhos no jardim residencial pequeno

 

 

Já estamos acostumados a usar espelhos para trazer a sensação de amplitude ao interior da casa. Porque não experimentar a técnica no jardim também? O truque é válido principalmente se você tiver um pergolado ou algum recuo — soluções arquitetônicas que trazem leve proteção contra a chuva.

Dessa forma, jardins estreitos parecerão um pouco maiores do que realmente são!

 

Dicas para todo tamanho de jardim

 

Algumas dicas valem para qualquer jardim — dos grandes aos pequenos. É delas que falaremos agora!

 

1. Não subestime o poder dos vasos

 

 

Que tal decorar o seu quintal com vasos grandes? Eles podem ter vários formatos. O mais interessante é combinar várias larguras e alturas variadas! Alguns deles podem até ficar vazios, como acontece na imagem da direita. Depois basta misturar flores mais rasteiras, pequenos arbustos e árvores. Assim, você obtém uma estética dinâmica!

A solução ocupa certo espaço. Porém, vai bem em um jardim mais enxuto desde que ele não seja estreito, por exemplo. Agora, em jardins residenciais grandes, é ideal para valorizar um dos cantos. Enquanto isso, no outro pode haver uma mesa de madeira ou até uma piscina.

 

 

2. Instale um pergolado e um balanço em seu jardim residencial!

 

 

Os pergolados — estruturas ripadas de madeira que delimitam áreas cobertas nos quintais e jardins — são muito úteis na decoração. Embaixo deles, você pode criar um living externo com mesa, vasos e sofá sem tanta preocupação com as mudanças climáticas.

Sabe o que mais você pode aproveitar seu pergolado para criar? Um balanço! Crianças adoram essa adição em jardins residenciais. Os modelos tipo poltrona, com apoio para as costas e até almofada, são ainda melhores. Com eles, adultos também podem curtir momentos ao ar livre lendo um bom livro, por exemplo. É relaxamento garantido!

 

Neste jardim, com uma pegada oriental

 

 

Pergolados de madeira são sempre charmosos

 

 

Aqui, um toque rústico

 

 

Pergolado suporte para plantas trepadeiras

 

 

Orquidário ou estufa para plantas

 

 

Fonte e pergolado

 

 

Pergolado para redes

 

 

Redes estilosas

 

 

Redes para curtir preguiça

 

 

Outras alternativas para redes no jardim

 

 

Aproveitando um cantinho do jardim para as redes

 

 

3. Decore o chão com um caminho de pedras ou madeira

 

 

Geralmente, quando vemos a divisão de quintais e jardins, o jardim é apenas um canteiro. O restante do espaço é pavimentado, com azulejos no piso. Faça diferente! Priorize a paisagem verde.

Para criar caminhos no seu jardim, e evitar o contato com a lama em dias de chuva, invista em pedras. Existem diferentes tipos que deixam o jardim ainda mais bonito.

 

 

Nas fotos acima, você vê mais exemplos desse tipo de decoração. A grama é prevalente na primeira imagem, cedendo espaço para um canteiro de pedras que contém vasos e uma mesinha — onde o morador provavelmente toma cafés da manhã ou da tarde.

Já na segunda imagem, os tijolinhos se sobressaem. Porém, a aparência é rústica e tem muita harmonia com as árvores e plantas — que estão no chão, em vasos e até subindo pelas paredes.

E olha só: ambos os espaços contam com balanços! Prova de como a dica anterior é boa.

 

 

Caminho e decoração com pedras

 

 

Outra ideia para caminho de pedras ou madeira e grama.

 

 

Outra ideia de caminho de madeira usando pedrinhas

 

 

4. Tipos de móveis para jardim residencial

 

O ponto chave a respeito desse tipo de jardim, além das suas preferências decorativas, é o tipo de móvel que você usará nele. Nada te impede de criar uma segunda sala ao ar livre se você desejar — mas é muito importante prestar atenção nas qualidades das peças que você comprará.

Isso porque o móvel para área externa precisa de características especificas para resistir às intempéries. E não falamos apenas da chuva: o sol intenso, por exemplo, também é um fator que pode influenciar na deterioração do seu móvel.

Entretanto, decidiu que, no lugar do jardim, quer algo para a família aproveitar os domingos? Veja: Quintal gourmet pequeno: 25 imagens para arrasar na decoração. Além de Churrasqueiras , com 25 modelos para dentro e fora de casa! E ainda  Área de churrasco gourmet: dicas e fotos de inspiração para decorar a sua.

 

 

Inspiração de móveis para ambientes abertos

 

 

Logo, ao escolher uma mesa, sofá ou pufe, por exemplo, busque por aqueles mais resistentes e duráveis. Além da madeira — que costuma ser uma boa pedida para qualquer espaço da casa — prefira as fibras sintéticas. Metais? Só com tratamento antiferrugem!

Já os tecidos do seu sofá, poltronas e bancos devem ser sempre impermeabilizados. O vinil, o couro náutico e o acrílico são boas pedidas.

 

 

A escolha dos móveis fica mais prática, é verdade, quando eles estão embaixo de um pergolado. Nesse caso, é possível apostar até em um tapete. Mas ele também deve ser de materiais resistentes, tá? Nada de tapetes felpudos ou de tecidos frágeis! Principalmente se ele estiver razoavelmente próximo da piscina.

 

 

Bancos de madeira ou cimento, uma ótima pedida

 

 

Inspiração de móveis de madeira para o jardim residencial

 

 

Almofadas em tecidos impermeáveis, também são uma boa alternativa para trazer um toque colorido ao jardim residencial

 

 

Plantas e madeira

 

 

  Deck de madeira

 

 

Predominância do verde

 

 

Inspiração oriental

 

 

5. Agora só falta iluminar seu jardim

 

O próximo passo na missão “jardim bem decorado” é caprichar na iluminação. Vamos direto ao ponto: hoje em dia, o modelo de luz mais recomendado para jardins externos é o LED. Além de ter uma vida útil longa, ele é um tipo de iluminação mais moderna, que não esquenta. Logo, se estiver próximo das plantas, não oferece nenhum risco de prejudicá-las. Como bônus, ele ainda pode ser colorido!

Além dele, você também pode investir na fibra ótica — com a vantagem de dispensar transmissão elétrica.

 

 

Porque você deve iluminar seu jardim residencial?

 

A luz do jardim residencial cumpre duas funções muito importantes. A primeira delas é, de fato, iluminar os espaços necessários — como os caminhos e as áreas de descanso, para que possam ser acessadas mesmo à noite.

A segunda é valorizar e destacar características arquitetônicas da casa e a beleza das plantas. Algumas luzes, por exemplo, podem estar voltadas para os muros. Como resultado, você tem uma iluminação cênica que deixará em evidência o tom e as texturas deles. Se a parede for clarinha, a luz ainda reflete levemente de volta para o restante do ambiente.

 

Dicas práticas para iluminar jardins residenciais

 

Esse tipo de projeto deve ser feito sempre com um profissional responsável. Afinal, você estará mexendo com a rede elétrica — com a qual todo o cuidado é pouco. Garantido isso, você pode conversar com o profissional e investir em mais de um tipo de iluminação.

 

 

Uma delas é o backlight — também conhecido como retro iluminação. Aqui, as lâmpadas estão direcionadas por trás de algo. Pode ser uma árvore, um móvel…

Há, ainda, o que chamamos de uplight. Nesse caso, a luminária fica no chão — o modelo pode ser embutido ou estar um pouco elevado. Ele cria um efeito “holofote” sobre o objeto ou planta em destaque. Ambos os efeitos têm resultados bastante diferentes, evidentes pelas fotos acima!

Fora esses truques, você também terá a iluminação geral. Ela garante que todo o espaço esteja bem iluminado independente dos efeitos cênicos criados. Aqui, você também pode apostar em luminárias diferentes — e até luzes tipo pisca-pisca, que deixam o ambiente lúdico.

Aproveite e confira 30 modelos de luminária que são tendências de decoração. Eles podem te inspirar!

 

 

Depois, é só aproveitar o quão gostoso é decorar! Invista em estampas que você ama, encha os espaços do quintal de vasos e capriche na luz. Aos poucos, você cria seu jardim dos sonhos!

 

 

Jardim iluminado

 

 

Alternativas para quem não quer grama

 

Para lugares com temperaturas mais quentes a grama pode ser uma alternativa trabalhosa, assim uma opção interessante é substitui-la por pedrinhas!

 

 

Nas imagens uma alternativa para quem não quer ter grama por achar mais trabalhosa. Mix de pedras variadas facilita na hora dos cuidados.

 

 

Jardim feito com vasos e pedrinhas no lugar do gramado

 

 

Jardim residencial com piscinas e fontes

 

 

Jardim pequeno com piscina

 

 

Jardins orientais

 

 

Jardins com lago para carpas

 

 

        Os lagos sempre trazem uma paisagem idílica e que inspira paz

 

 

Jardim japonês

      
Aproveite as árvores, elas são maravilhosas

 

Jardim com pegada moderninha

 

 

Fontes e estátuas

 

Fontes trazem aquele barulhinho de água relaxante

 

 

Já as estátuas dão um toque artístico ao jardim

 

Cantinhos reduzidos

 

 

 Por menor que seja o espaço, algumas plantas já trarão a natureza pra casa

 

Projetos de paisagismo de jardim

 

 

área externaCasa e DecoraçãoCasa e JardimDecoração com madeiraDecoração com plantasjardimJardim decoradojardins residenciaismadeiraPergoladoplantasplantas em casaselva urbanaurban jungle