Paisagismo funcional une beleza com um propósito

Com plantas e ervas que também são temperos, fazem chá ou dão frutos.

Já pensou ter em casa um jardim que não apenas embeleze a decoração, mas também sirva para um propósito? É esse o objetivo do paisagismo funcional. Ele pode ser terapêutico, nutritivo e até sensorial. Confira!

1.630

- Continue depois da Publicidade -

Com toda a certeza, apostar na jardinagem é uma ótima maneira de deixar a sua casa mais bonita. Com o paisagismo funcional, no entanto, este não é o único objetivo. Ao mesmo tempo em que tem o propósito de decorar, esse tipo de área verde também deve desempenhar um papel prático.

Assim sendo, algumas das opções são criar uma horta ou um pomar que forneça alimento; um espaço que desperte os sentidos e até um local com espécies de plantas que atraiam animais como pássaros, abelhas e borboletas. Quer saber mais sobre o assunto e descobrir como montar seu próprio jardim funcional? Continue lendo!

Aproveite e confira como criar uma Selva urbana decorando sua casa com plantas, descubra como decorar uma Área de churrasco gourmet ou inspire-se com 30 modelos de Jardim vertical.

 

O que é paisagismo funcional?

Acima de tudo, o paisagismo funcional tem a proposta de integrar, em um mesmo projeto de jardinagem, o aspecto estético com a praticidade. Dessa forma, tudo no espaço é planejado para atingir um propósito. E ele pode ser ecológico, educativo, nutritivo, social ou até terapêutico.

Se o objetivo do jardim for produzir comida, por exemplo, todas as escolhas devem ter essa função em mente. Tudo começa com a seleção das espécies alimentícias que se dão melhor com o clima do local.

Além disso, é necessário encontrar uma área que receba luz solar suficiente. Mas que não tenha passagem de pessoas, para não atrapalhar o crescimento dos vegetais. Por fim, o solo precisa ser preparado de forma adequada para receber as mudas.

mãos com luvas segurando vaso de plantas
A escolha das variedades certas é essencial para o paisagismo funcional. Foto: Reshot

 

Quais são as vantagens do paisagismo funcional?

De acordo com um artigo publicado pela Revista Ciência, Tecnologia & Ambiente, o paisagismo funcional traz a oportunidade de otimizar o espaço disponível nas cidades. Isso porque, com a urbanização, as metragens disponíveis se tornaram limitadas. Por isso, cada centímetro precisa ser utilizado de forma inteligente, sem desperdício.

 

 

As áreas verdes são essenciais e precisam ser inclusas nos projetos de arquitetura. Elas permitem um aumento na qualidade de vida da população, uma vez que as plantas têm um apelo visual. Ao mesmo tempo, elas melhoram as condições do ar e ainda criam sombra, amenizando a sensação térmica nos dias mais quentes.

Acrescentando ainda mais funções à jardinagem – como a de produzir frutas, verduras, legumes e ervas medicinais; ou a de servir como abrigo para os pequenos animais – ganhamos ainda mais benefícios com o paisagismo funcional.

 

mudas de flores vistas de cima
O espaço fica não só bonito, como também funcional. Foto: Reshot

 

Tipos de paisagismo funcional

Um jardim pode ser belo e útil de várias maneiras diferentes. Ele pode conter espécies comestíveis, flores que atraiam as aves e os insetos ou exercer outras funções práticas para seus usuários. Saiba mais!

Paisagismo produtivo

Esse é o nome dado ao uso ornamental das plantas que podem ser ingeridas. As hortas e os pomares, aliás, são perfeitos para quem quer cultivar seus próprios alimentos. E o melhor: é possível obter frutas, verduras, legumes e temperos livres de agrotóxicos. E, portanto, mais saudáveis!

Você pode, inclusive, praticar esse tipo de paisagismo funcional em pequenos espaços. Basta apostar em vasos e em floreiras para plantar as suas mudas.

mulher regando horta
As hortas servem propósito nutritivo. Foto: Pexels

Jardim de ervas medicinais

Outro tipo de paisagismo funcional é o cultivo de espécies que podem beneficiar a saúde. Existem várias ervas que, quando usadas para fazer chás, infusões e emplastros, funcionam como remédios naturais e aliviam os mais diversos sintomas.

mudas de ervas medicinais vistas de cima
Plantas como sálvia, camomila, hortelã e alecrim podem ter fins terapêuticos. Foto: Unsplash

 

Jardim com temperos e chás

Você também poderá fazer um jardim com ervas usadas em temperos e chás. Como o  alecrim, tomilho, orégano, capim-santo, erva cidreira. Assim, além de trazer mas sabor para sua receitas, são também alimentos curativos e você ainda poderá fazer chá deliciosos e totalmente naturais.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Quer saber mais sobre os benefícios das plantas medicinais e temperos? Então, confira todas as propriedades da Ora-pro-nobis, conheça as vantagens de consumir o Chá de hortelã e descubra como fazer o Chá de orégano, um poderoso antioxidante e anti-inflamatório. Além da nutritiva Peixinho da horta.

Que tal um jardim que também trará mais saúde e sabor para sua alimentação? Fonte: Pinterest
Jardim funcional com frutos e verduras. Fonte: Instagram

Abrigo e alimento para animais

Gosta de observar os pássaros e as borboletas em seu habitat natural? Aposte em flores como alfazema, amélia, brinco-de-princesa, caliandra, flor-de-maio, girassol, helicônia, margarida, maria-sem-vergonha e verbena para atraí-los para o seu jardim. É possível também instalar casinhas, comedouros e bebedouros para esses animais.

borboletas em canteiro de lavanda
Flores como a lavanda são boas opções para atrair borboletas. Foto: Unsplash

Jardim filtrante

Você sabia que lagos e rios podem ser revitalizados com o uso de plantas flutuantes? É o caso de aguapé, elódia, lentilha d’água, papiro, rabo-de-raposa, sombrinha-chinesa, taboa e vitória-régia. Isso porque essas espécies aquáticas agem como filtros, extraindo os poluentes da água. Ao mesmo tempo, elas aumentam sua oxigenação. Fora que deixam o espaço muito mais bonito!

flor de lótus flutuando em um lago
As raízes da flor de lótus ajudam a filtrar as impurezas da água. Foto: Pexels

Recuperação ambiental

Os jardins também podem ser sustentáveis. Isso porque o cultivo de plantas melhora a qualidade do ar. E, se for feito sem o uso de agrotóxicos, ajuda a recuperar a integridade do solo.

Além disso, com uma maior área verde nas cidades, a infiltração da água das chuvas na terra fica mais fácil. Como resultado, evitam-se as enchentes e as inundações.

Apostar no paisagismo pode, aliás, influenciar no micro clima. Só para ilustrar, um telhado verde instalado em uma área urbana permite diminuir a temperatura das chamadas ilhas de calor.

jardim com vasos de barro
Não tem muito espaço? Crie um jardim de vasos e trepadeiras para refrescar o ambiente. Foto: Pexels

Jardim sensorial

Com o intuito de estimular os cinco sentidos, esse tipo de paisagismo funcional mistura plantas de diferentes cores, formatos, aromas, texturas e sabores. Para aguçar a audição, é possível acrescentar ainda fontes e aquários no projeto.

Dessa maneira, o jardim sensorial favorece um contato mais completo com a natureza. Ele também pode ter um efeito terapêutico e é uma ferramenta ótima para a educação inclusiva.

jardim sensorial com flores, árvores e ervas
O objetivo de um jardim sensorial é perceber melhor o mundo. Não apenas pela visão, como também por meio do olfato, do tato, do paladar e da audição. Foto: Unsplash

Jardim zen

Também conhecido como jardim japonês, trata-se de um espaço para promover o relaxamento tanto do corpo quanto da mente. É a opção ideal para quem pratica meditação ou busca um local de contemplação dos elementos naturais.

Nesse estilo, cada elemento decorativo e cada espécie de planta são escolhidas com cuidado, a fim de criar um resultado cheio de harmonia.

jardim zen com estátua de Buda
Bambu, pedras, estátuas, fontes e lanternas são elementos comuns em um jardim zen. Foto: Pixabay

 

Por fim, agora que você já sabe tudo sobre o paisagismo funcional, que tal ler mais sobre design de interiores? Confira como usar Preto na decoração, fique por dentro da tendência de décor que é o Cimento queimado ou ainda veja porque os Materiais naturais estão em alta.

 

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também