Gilberto Braga, autor de “Vale Tudo”, “Celebridade” e “Dancin’ Days”, morre aos 75 anos

Morreu na última terça-feira, 27, o autor Gilberto Braga. Ele estava internado desde de o último dia 22 de outubro após perfuração no esôfago

- Continue depois da Publicidade -

Quem matou Odete Roitman, na reta final de “Vale Tudo”? Essa foi a pergunta que não quis calar em 1988. E o criador desse mistério foi Gilberto Braga.

Ao lado de Aguinaldo Silva e Leonor Bassères, Gilberto escreveu um dos maiores sucessos da teledramaturgia brasileira.

Foi dele também a autoria de “A Escrava Isaura”. Gilberto fez a adaptação da obra literária de Bernardo Guimarães para a TV Globo, em 1976. Como resultado, essa produção é, até hoje, uma das novelas mais vendidas para o exterior.

De acordo com as informações do G1, Braga estava internado no Hospital Copa Star, em Copacabana, na Zona Sul do Rio, desde de o último dia 22 de outubro.

O autor sofreu com uma perfuração no esôfago e teve quadro de infecção generalizada, uma septicemia. Gilberto estava com 75 anos. No entanto, nos últimos tempos, vinha sofrendo com a saúde debilitada.

 

“Ele vinha há alguns anos com vários problemas de saúde e passou por uma cirurgia na coluna, uma no coração e uma hidrocefalia. Aí, ele acabou indo para o hospital na semana passada.

Então, ele foi internado já bem mal, e lá foi constatada uma infecção generalizada”, disse o sobrinho de Gilberto Braga, Bernardo Araújo, ao G1.

 

Vem saber mais sobre a trajetória desse grande autor de novelas.

 

 

Gilberto Braga sempre escreveu novelas?

 

Gilberto Braga, morre aos 75 anos no RJ
Gilberto Braga em seu primeiro trabalho e também nos bastidores da novela Corpo a Corpo ao lado de Daniel Filho, Marcos Paulo e Tônia Carreiro. Fonte: Instagram

 

Não, pois antes de ser novelista, Gilberto Braga foi jornalista. Ele se formou em Letras pela PUC-RJ. Então, começou sua carreira como crítico de teatro e cinema do jornal O Globo.

Nascido no dia 1º de novembro de 1945, no bairro de Santa Izabel, (RJ), Gilberto migrou para a TV somente em 1973. Seu primeiro trabalho na Globo foi na adaptação para o especial “A Dama das Camélias”, protagonizado por Glória Menezes.

Em 1974, Gilberto dividiu a autoria da novela “Corrida de Ouro” com Lauro César Muniz e Janete Clair. Mas foi só em 1976 que escreveu seu primeiro grande sucesso solo: “A Escrava Isaura”.

Dessa forma, a Globo levou o autor para sua faixa nobre e, em 1978, Braga escreveu o hit “Dancin’ Days”. Em seguida, veio “Vale Tudo”, que marcou a história da telenovela nacional com cenas e personagens emblemáticos.

De maneira idêntica, Gilberto Braga também deixou sua marca nas tramas: “O Dono do Mundo” (1991), “Anos Dourados” (1986) e “Celebridade” (2003). Em 2008, Gilberto recebeu indicação ao Emmy por sua obra em “Paraíso Tropical”.

Seu último trabalho na Globo foi na novela “Babilônia”, em 2015, que foi marcada por polêmicas.

 

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

 

Famosos prestam homenagens

 

Gilberto Braga, morre aos 75 anos no RJ
Gilberto Braga trabalhou com grandes autores, mas Malu Mader e Claudia Abreu eram atrizes sempre presentes em suas obras. Fonte: Instagram

 

De fato, fora da mídia, Gilberto Braga era uma pessoa muito reservada e discreta. O autor era casado com o decorador Edgar Moura Brasil há mais de 50 anos.

Ainda assim, famosos prestaram suas homenagens à Gilberto Braga.

 

“Acabo de saber dessa triste notícia por vocês, uma pessoa brilhante, inteligente, muito culta. Infelizmente é a notícia que você não quer ouvir, não sabia que ele tinha sido internado como vocês noticiaram agora.

Muito triste. Gilberto sempre foi um autor, a obra dele está aí, não precisa eu ficar falando. Essa obra mostra o autor refinado, culto que ele era”, disse Tony Ramos.

 

Gilberto Braga, morre aos 75 anos no RJ
Gilberto Braga escreveu grandes sucessos para a TV, como “A Escrava Isaura”, “Vale Tudo” e “Celebridade”. Fonte: Twitter

 

Do mesmo modo, Zezé Mota também falou da partida de Gilberto.

 

“Graças ao Gilberto Braga, tive o meu primeiro papel de destaque na TV Brasileira. Dessa forma, graças a ele [Gilberto] pude viver a Sônia em ‘Corpo a Corpo’, personagem que é lembrada até hoje.

Foi um divisor de águas. Em 1984, graças a ele falamos de racismo em horário nobre”, disse Zezé Mota.

 

Paolla Oliveira, em 2011,  teve que ser chamada às pressas para protagonizar a novela “Insensato Coração”. Isso porque Ana Paula Arósio desistiu do trabalho às vésperas da estreia. Como resultado, a atriz guardou com carinho a confiança do autor.

 

“Que notícia triste sua partida. O Brasil perde um pouco da magia de grandes personagens, vilãs icônicas e boas reflexões em frente à TV. Obrigada por fazer parte da minha história, Gilberto Braga! Descanse!, disse Paolla Oliveira.

Ainda não há informações sobre o velório e enterro do novelista.

 

 

 

Últimas notícias dos famosos

 

Por fim, acompanhe nosso canal de Famosos. Lá você fica por dentro das novidades sobre atores, músicos, apresentadores e outras celebridades!

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes