Na última semana dois jornalistas veteranos se despediram da TV Globo: Carlos Tramontina e Chico Pinheiro. Os dois ficaram por décadas à frente do vídeo e já eram figuras conhecidas do público dos telejornais.

A saída dos jornalistas foi dada como acordada entre ambas as partes, mas nos bastidores o assunto é diferente e a verdade é que a TV Globo demitiu Tramontina e Pinheiro a fim de cortar gastos, revelou colunista. Entenda:

E mais – Tiago Leifert volta à Globo e deve ser o sucessor de Galvão Bueno como narrador; diz colunista

Carlos Tramontina e Chico Pinheiro foram demitidos pela Globo?

Segundo informações dos colunistas Daniel Castro e Gabriel Vaquer do site Notícias da TV, a saída de Carlos Tramontina e Chico Pinheiro da TV Globo não foi tão tranquila quanto divulgado. Figurões do jornalismo, os veteranos foram vítimas da onda de cortes de gastos que a Globo está promovendo.

Tramontina tinha 43 anos de casa e Pinheiro 32, ganhavam por volta de 200 mil cada por mês – nada comparado ao reportado quase R$ 1 milhão de William Bonner, diga-se de passagem.

As demissões, no entanto, não foram repentinas, já que a decisão da Globo já estava tomada há tempos e só não foi cumprida por conta da pandemia. O aviso teria sido dado a Carlos Tramontina e Chico Pinheiro no começo de 2022 e estava certo que seria efetuado após o Carnaval, o que de fato teria sido cumprido.

Chico Pinheiro já deu algumas dores de cabeça para a direção da Globo, uma vez por encerrar o Jornal Nacional dizendo “saravá” e outra por aparecer em áudios apoiando o ex-Presidente Lula.

Já Carlos Tramontina estava há 24 anos à frente do SP2, desde 1998, e a Globo gostaria de renovar o telejornal.

Ainda segundo a publicação, a Globo negou que teria demitido os dois em cortes de gastos e reafirmou que a saída foi de comum acordo entre Carlos Tramontina e Chico Pinheiro.

“Nada procede na consulta. As saídas, tanto de Chico Pinheiro como de Carlos Tramontina, foram de comum acordo. São dois profissionais que têm o mais absoluto respeito e reconhecimento dos colegas de Redação e de toda a Globo pelas décadas dedicadas ao jornalismo em carreiras marcadas pela excelência e competência”, diz a nota divulgada pelo Notícias da TV.

Veja também – Ex-BBB se recusa a tirar foto com Matheus Fernandes por causa de Arthur Aguiar: “Parte da padaria”

Carlos Tramontina deixa a TV Globo

Carlos Tramontina no SP2
Carlos Tramontina no SP2 (Fonte: Reprodução)

Em seu perfil no Instagram, Carlos Tramontina anunciou que deixará a TV Globo para se concentrar em sua vida pessoal, se aposentando após 43 anos na emissora.

Um novo capítulo. Depois de 43 anos em atividades jornalísticas diárias, estou deixando a Globo, uma decisão tomada em comum acordo com a empresa. É hora de curtir a família, os hobbies e ter mais tempo para viajar“, iniciou Carlos Tramontina.

O jornalista seguiu relembrando sua trajetória na emissora. “Tenho orgulho da minha carreira. Vivi intensamente importantes momentos do jornalismo ao longo destes anos. Cobri todas as campanhas políticas desde 1982 e mediei debates em muitos Estados“.

Me sinto honrado por ter apresentado todos os telejornais da Globo em rede nacional – Bom Dia BrasilJornal HojeJornal Nacional e Jornal da Globo – e todos os de São Paulo. E nos últimos 24 anos falei com milhões de pessoas todas as noites no SPTV 2ª Edição. Ao mesmo tempo, compartilhei as coisas do nosso Estado em mais de 1.100 edições do Antena Paulista“, continuou Carlos Tramontina.

Entrei na casa de vocês, tomamos um cafezinho e nos tornamos amigos. Nas próximas semanas viajarei com a minha família em férias programadas anteriormente. Mas não vou me esquecer de vocês. Recebam um caloroso abraço e até a próxima“, concluiu o jornalista.

A despedida de Carlos Tramontina aconteceu também na transmissão da apuração dos desfiles de Carnaval nesta terça-feira.

Chico Pinheiro encerra contrato

Chico Pinheiro, Globo
Chico Pinheiro (Fonte: Globo)

Quem acorda cedo se acostumou a ver Chico Pinheiro dando as primeiras notícias do dia no “Bom Dia Brasil”, sempre com seus bordões e bom humor. Agora, após 32 anos na TV Globo, o jornalista se despede do telejornal e da emissora.

Chico Pinheiro tirará um período sabático, explorando outras áreas de sua vida. Em comunicado, o diretor geral de jornalismo da TV Globo Ali Kamel, agradeceu ao jornalista pela dedicação ao trabalho, destacando a importância dele durante grandes coberturas.

Chico Pinheiro conquista de imediato o público em casa e seus colegas no trabalho com duas características marcantes: a língua afiada contra as mazelas do Brasil e uma simpatia contagiante. Este mineiro, cujo amor pelo jornalismo só encontra paralelo na paixão pelo Galo, não é mineiro”, inicia o comunicado, que segue elencando a carreira de Chico Pinheiro desde o início.

A nota divulgada pela direção da TV Globo segue destacando as grandes coberturas jornalísticas que realizou ao longo dos anos.

Chico cobriu as visitas ao Brasil dos Papas João Paulo II, Bento XVI e seu xará Francisco. Dessa última, tenho uma lembrança muito afetuosa, pois fui testemunha do carinho que sempre teve pelo pai, seu Antônio, católico fervoroso que gostaria de receber uma benção de Francisco. O Papa receberia convidados de pessoas ligados de alguma forma aos organizadores da Jornada da Juventude, que a Globo apoiou. Era tudo muito restrito, mas o empenho de Chico era tão comovente que consegui um convite para o seu Antônio. Ocorre que Chico estava preocupado com o bem-estar do pai, já idoso, que chegara muito cedo ao Palácio São Joaquim. Apesar de saber que ele seria bem cuidado, Chico não não conseguia descansar: queria estar por perto para cuidar do pai, algo quase impossível, mesmo para ele. De repente, quando olho para o lado, lá estava Chico, ao lado do pai. Como ele entrou? Ele gosta de dizer que fez como a água, que sempre encontra um caminho por onde passar.

Foram 32 anos na TV Globo, que se encerram em comum acordo. Um dos últimos trabalhos de Chico Pinheiro na emissora foi na cobertura do Carnaval de São Paulo, como comentarista das escolas de samba.

“Depois de 51 anos de jornalismo diário, 32 deles na Globo, em comum acordo com a emissora, Chico decidiu deixar o dia a dia da vida de repórter, como ele faz questão de se definir. Pretende se dar um sabático e, mais adiante, se dedicar a atividades num ritmo mais espaçado. E combinou comigo que esperaria o fim de mais uma brilhante transmissão do Carnaval, a que se dedica há vinte anos, para que esse anúncio fosse feito, numa sexta-feira. Talvez para poder dizer com força o seu bordão, cuja origem, apesar do significado mais ligeiro, ele explicou assim, numa entrevista: “As pessoas me perguntam por que eu digo isso, me perguntam se eu não gosto de trabalhar. O motivo na verdade é outro. Na sexta, a gente cumpriu o dever, a gente navegou pela vida durante a semana, conhecendo coisas, aprendendo coisas e procurando melhorar. E sexta-feira, claro, é o começo de estar mais com os amigos, de estar mais relaxado e de se sentar à mesa para partilhar o que foi vivido durante a semana com o companheiro, aquele com quem como o pão, aqueles com quem divido a minha mesa. Essa alegria do encontro, em geral, acontece na sexta-feira”.

O comunicado se encerra com um agradecimento especial por todos os anos de dedicação.

De nós, seus colegas e amigos, fica o reconhecimento de ter convivido na redação com um dos grandes jornalistas que a televisão brasileira já produziu e uma das pessoas “boa gente” com quem já compartilhamos histórias e experiências.

Entre mim e Chico fica carinho e amizade, e muitas sextas feiras por vir.

A ele, agradeço em nome da Globo por toda a contribuição que deu ao nosso jornalismo“, encerrou Ali Kamel.

Veja também – Tadeu Schmidt desabafa sobre receio em assumir o comando do BBB: “Não aguento mais chorar”

Se você gosta do universo de entretenimento, precisa conhecer os conteúdos que temos sobre esse tema aqui mesmo, no portal Fashion Bubbles!