Patrícia Abravanel leva “cantada” de integrante da plateia: “eita”

Em meio a campanha contra a homofobia, Patrícia Abravanel levou uma cantada daquelas de uma participante da platéia do Programa Silvio Santos

- Continue depois da Publicidade -

O SBT está disposto a “concertar” todas as polêmicas criadas com o público LGBTQIA+. Prova disso é que a emissora quer implantar mais naturalidade com a audiência gay. A emissora de Silvio Santos começou o ano com uma campanha contra a homofobia estrelada por Patrícia Abravanel e todas as estrelas da casa.

Ademais, no último domingo, o próprio Programa Silvio Santos levou ao ar uma cena inusitada. Patrícia Abravanel (que está substituindo o pai na atração) comandava o famoso quadro Jogo dos Pontinhos.

Dessa forma, a filha de Silvio Santos chamou algumas “colegas de auditório” para participarem da brincadeira. Entre as selecionadas, Patrícia escolheu uma senhora chamada Ednes e indagou: “Tudo bem? Você está tímida?”.

Edner, então, respondeu: “Não, só estou admirada com a sua beleza”. Como resultado, Patrícia ficou tão feliz que disse: “Ah, eu vou dar R$ 50. Ela tá admirada com a minha beleza.”

Na sequência, uma outra escolhida chama Débora, começou a rir. Patrícia Abravanel então perguntou o motivo da risada e a participante respondeu: “Não, porque se for para elogiar, eu também posso”. A apresentadora, então, improvisou um novo quadro: “Que comecem os elogios”.

E Débora disparou: “Com uma mulher dessas e uma cesta básica, eu passo o mês”. Patrícia ficou um tanto quando envergonhada, no entanto riu e retribuiu o elogio com uma nota de dinheiro: “Eita…Vale R$ 50 !”

 

 

 

SBT Contra Homofobia

 

Patrícia Abravanel, Silvio Santos, SBT
SBT lançou uma campanha contra homofobia, com Patrícia Abravanel e outras estrelas da casa. Fonte: Reprodução/SBT

 

O SBT iniciou o ano com uma campanha forte contra a homofobia. Um vídeo que reúne diversas estrelas da casa como: Eliana, Celso Portiolli, Chris Flores, Gabriel Cartolano e o ator Otávio Martins está sendo veiculado durante toda a programação.

Nesse vídeo Patrícia Abravanel inicia dizendo: “Há 15 anos, o Brasil é o país que mais mata pessoas LGBTQIA+ no mundo”. Na sequência, Maria Gal fala: “E o que você, o que nós temos a ver com isso?”.

“LGBTfobia é crime. E a gente contribui com isso sempre que nos omitimos. Quando propagamos discursos de ódio, quando ofendemos a luta de tantas pessoas, quando não respeitamos os direitos do outro.

Sabendo dessa realidade, precisamos nos unir e buscar a transformação. E ela começa em cada um de nós. A família SBT quer evoluir junto com você. E aí, você vem?” – diz o texto.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Ademais, além das estrelas do SBT, o canal de Silvio Santos também reuniu funcionários da casa como figurinistas, editores e analistas do RH.

 

 

Processo de Patrícia

 

Patrícia Abravanel, Silvio Santos, SBT
Patrícia Abravanel e SBT foram processados após falas da apresentadora em 2021. Fonte: Reprodução/SBT

 

Vale lembrar que em setembro de 2021, Patrícia Abravanel virou alvo de um processo movido pelo Governo de São Paulo e pela Secretaria da Justiça por LGBTQIA+fobia. Tanto a emissora de Silvio Santos como a apresentadora tiveram que responder por discriminação na TV.

Durante o mês de julho, destacado por campanhas do orgulho gay, Patrícia Abravanel usou o espaço do programa “Vem Prá Cá” para “defender o direito dos conservadores na questão da intolerância” quanto ao público gay.

Patrícia também “brincou” com a quantidade de letras que leva a sigla LGBTQIA+, e disse que é tudo novo e complexo e que os conservadores estavam aprendendo a lidar com a nova realidade.

“Nós, que fomos educados com pais mais conservadores, estamos aprendendo, se (sic) abrindo.

Mas acho que também é um direito [ser intolerante]. Dessa forma, as pessoas deviam respeitar [a intolerância].

Por que não concordar em discordar? A gente pode ter opiniões diferentes, mas tudo bem”– disparou Patrícia Abravanel.

Como resultado, o discurso gerou uma série de críticas e debates. Tiago Abravanel foi uma das pessoas que criticou a própria tia, na emissora do avô: “As pessoas morrem por causa disso”.

Por fim, após alguns meses, o SBT decidiu se redimir e lançar a campanha contra a homofobia.

 

 

Veja o vídeo sobre a polêmica de Patrícia Abravanel:

 

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes