Cajuína benefícios: tudo sobre a bebida refrescante que aumenta a imunidade

A cajuína aumenta a imunidade, combate o estresse e favorece a saúde dos olhos. Conheça os benefícios dessa bebida nordestina leve e saborosa!

- Continue depois da Publicidade -

Quer aumentar a imunidade, deixar a pele mais bonita e melhorar a saúde dos olhos? Então, pode ser uma boa ideia acrescentar a cajuína no seu dia a dia.

Originária da região Nordeste, trata-se de uma bebida não alcoólica feita a partir do suco de caju. Além de saborosa e refrescante, ela é extremamente nutritiva e faz bem para a saúde.

Em seguida, você conhece mais sobre ela, confere seus benefícios e como utilizá-la no dia a dia. Portanto, para entender melhor a cajuína, iremos abordar os seguintes tópicos:

  • O que é cajuína?
  • 6 benefícios da cajuína para a saúde
  • História e origem da cajuína
  • Como é feita a cajuína?
  • Para que serve a cajuína?
  • Onde é fabricada a cajuína?

Para saber isso e muito mais, continue lendo!

 

- Continue depois da Publicidade -

O que é cajuína?

 

jarra de suco
Fonte: Pinterest

 

- Continue depois da Publicidade -

A cajuína é uma bebida preparada a partir do suco de caju clarificado, esterilizado e sem adição de álcool ou açúcar. Assim sendo, ela apresenta uma cor amarela-âmbar resultante da caramelização dos açúcares naturais da própria fruta.

Ao mesmo tempo em que é nutritiva e saudável, a cajuína também possui sabor agradável, frescor e riqueza. É um líquido doce, cristalino leve e denso. Mas essas características podem variar de acordo com a qualidade do caju e as técnicas utilizadas na sua produção.

A cajuína, como conhecemos hoje, tem origem nordestina e é muito consumida em estados como Maranhão, Ceará e, principalmente, no Piauí. Lá, é considerada símbolo cultural de Teresina, assim como patrimônio cultural do Estado. Ela, aliás, ganhou uma música de Caetano Veloso:

 

- Continue depois da Publicidade -

 

  • Confira também Mel com canela: para que serve, benefícios e como consumir

 

6 benefícios da cajuína para saúde

 

A cajuína oferece não só um sabor delicioso e a sensação de refrescância, mas também uma grande quantidade de nutrientes para saúde. Confira seus benefícios.

 

  1. Previne gripes e resfriados

 

Segundo estudos, a cajuína é fonte vitaminas A e C. Por isso, a bebida ajuda a fortalecer o sistema imunológico. Assim, previne gripes e resfriados.

 

  1. Protege os olhos

 

Além disso, uma pesquisa cientifica diz que alimentos ricos em luteína e zeaxantina, como o caju, fortalecem a visão e protegem os olhos contra a catarata e a degeneração macular. Já que a cajuína é feita à base do suco de caju, pode favorecer a saúde ocular.

 

  1. Combate o estresse, a ansiedade e beneficia a pele

 

Por causa de seu teor de antioxidantes, a cajuína auxilia no combate ao estresse e à ansiedade.

Além disso, também pode beneficiar a pele, hidratando-a e promovendo o rejuvenescimento das células.

 

  1. Reduz os efeitos colaterais da quimioterapia

 

Especialistas afirmam que a cajuína pode auxiliar quem está fazendo o tratamento. Isso porque reduz as ações dos radicais livres. Como resultado, diminui os efeitos negativos do medicamento.

 

  1. Protege o DNA celular

 

De acordo com uma pesquisadora da Universidade Federal do Piauí (UFPI), a cajuína protege o DNA celular. Então, a bebida se caracteriza como um excelente produto mutagênico e com muita capacidade de reduzir os danos oxidativos.

 

 

  1. Previne a anemia e fortalece os dentes e ossos

 

A bebida tem cálcio, fósforo e ferro presentes na sua composição. Dessa maneira, pode ajudar a prevenir a anemia e a fortalecer os dentes e os ossos.

 

  • Siga o Fashion Bubbles no Google News para poder acompanhar tudo sobre Saúde direto no seu smartphone. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

História e origem da cajuína

 

Conforme o Instituto Do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, os primeiros indícios da cajuína estão na Amazônia. Afinal, ela era feita pelos povos indígenas da região durante o ritual de cauinagem. Era a transformação do caju em uma bebida denominada cauim. Em seguida, todos os integrantes da tribo a consumiam.

Entretanto, a cajuína, como conhecemos hoje em dia, foi inventada em 1900, no Ceará, pelo farmacêutico Rodolfo Teófilo. De acordo com o farmacêutico, ela era um substituto benigno da cachaça. Então, ele pretendia usá-la para combater ao alcoolismo.

 

  • Logo depois, confira Chá de mulungu: benefícios, propriedades e como preparar

 

Cajuína orgânica e natural

 

Bebida da Natvita
Fonte: Natvita

 

Nesse sentido, a cajuína da Natvita ganha destaque. A bebida da marca é livre de agrotóxicos e outros produtos artificiais que não fazem bem para nosso organismo.

Se acaso o objetivo é seguir uma dieta saudável, essa é a melhor forma da bebida. Isso porque produtos orgânicos são mais nutritivos e potencializam as ações dos nutrientes presentes em sua composição.

A cajuína é um alimento vegano?

 

A empresa  Natvita, em sociedade com a Embrapa, desenvolveu um método de produção da cajuína livre de proteínas animais. Então, o produto é 100% vegano e natural. Assim, no site você encontra essa bebida incrível para revenda.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Entretanto, nem toda cajuína é vegana. Pois, em muitos casos, acrescenta-se uma proteína animal, a gelatina, que se agrega à polpa da fruta e permite que seja feita a coagem.

 

 

Como é feita a cajuína?

 

copo de cajuína
Fonte: Pinterest

 

A cajuína é obtida através do suco de caju de forma artesanal. Ou seja, após a extração do sumo da fruta, realiza-se a separação do tanino por um processo chamado de clarificação. Assim, o processo leva gelatina em pó ou resina do cajueiro.

É preciso que o suco seja coado diversas vezes para que todo tanino seja retirado e a bebida não fique com sabor adstringente.

Em seguida, o suco clarificado é posto em garrafas de vidro e cozido em banho-maria até que o açúcar cristalize. Dessa forma, o líquido fica esterilizado e pronto para ser armazenado por cerca de dois anos, sem perder suas propriedades.

Uma curiosidade é que a bebida possui a cor amarelada devido à cristalização do açúcar natural do caju, a frutose. Portanto, de acordo com a qualidade da fruta, a doçura e a leveza do sabor também são diferentes.

 

 

A cajuína tem açúcar?

 

A cajuína não contém açúcar adicionado. Entretanto, cerca de 8% a 12% do peso da bebida é decorrente de açúcares da própria fruta, o caju. Ou seja, a frutose.

 

Quem tem diabetes pode tomar cajuína?

 

Como não tem adição de açúcar, apenas a presença dos açúcares naturais da própria fruta, esta bebida deliciosa e refrescante, poder ser sim consumida por diabéticos.

Além disso, segundo o site Minha Vida, o caju possui baixa quantidade de açúcares, não aumentando a quantidade de açúcar no sangue rapidamente e também ajuda no combate de diabetes tipo 2.

 

Para que serve a cajuína?

 

A cajuína é uma bebida popular na região nordeste, principalmente, no Piauí. Sendo assim, ela é bastante encontrada como acompanhamento das refeições.

No entanto, além do sabor leve, delicioso e refrescante, a bebida oferece diversos fatores positivos para a saúde.

Também pode ser usada em drinks refrescantes com a cara do verão.

 

Quem tem diabetes pode tomar cajuína?

 

O caju é uma fruta que pode auxiliar no controle da diabetes. No entanto, especialistas da Embrapa não aconselham diabéticos a tomarem a cajuína.

Isso porque os açúcares presentes na bebida são iguais aos da cana-de-açúcar. Sendo assim, em nosso organismo, a sacarose é fracionada em glicose e frutose, o que pode ser prejudicial para a diabetes.

 

Onde é fabricada a cajuína?

 

Por ser típica do Nordeste, a cajuína é fabricada principalmente nas regiões do Ceará, Piauí e Maranhão.

Hoje em dia, ela é produzida em larga escala e transportada para todo o Brasil e para o exterior. Assim, é possível encontrar cajuína em lojas de produtos naturais ou em casas do Norte por todo o país. Você também pode comprar online.

 

 

Qual a melhor forma de consumir a cajuína?

 

A cajuína contém muitos nutrientes. Por isso, ela é uma boa alternativa para quem deseja diversificar sua dieta. Versátil, é possível consumi-la em qualquer hora do dia. Indica-se, no entanto, que a bebida seja tomada bem gelada. Ela pode ser ainda ingrediente de drinks, molhos, temperos e sobremesas.

Entretanto, é preciso que o consumo seja balanceado. Isso porque, apesar de não conter teor alcoólico, a cajuína possui bastante açúcar. 1 copo da bebida possui cerca de 90 calorias, 21 g de carboidrato e 250 mg de vitamina C.

 

  • Saiba mais em  Kombucha – Descubra 4 benefícios da bebida probiótica natural

 

Veja mais vídeos de como fazer cajuína

 

 

 

 

 

Conclusão

 

Em resumo, a cajuína é uma grande aliada para quem quer turbinar a saúde. Afinal, aumenta a imunidade com a sua grande concentração de vitamina A e C. Além disso, possui diversos minerais, ajuda no tratamento de quimioterapia, pode proteger o DNA e muito mais.

Dessa maneira, vale a pena adicioná-la à sua alimentação diária. No entanto, fique atento à quantidade de açúcar e a consuma com moderação.

A cajuína é bastante segura, mas é necessário comprar em marcas confiáveis. Cheque também se a embalagem está em boas condições. Ainda assim, caso sinta algum desconforto ao tomar a bebida, recomenda-se procurar um médico ou farmacêutico.

Por fim, que tal acompanhar nosso canal de Saúde? Lá você encontra outros chás poderosos e remédios caseiros para tratar doenças e promover bem-estar.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes