Mel com canela: para que serve, benefícios e como consumir

O mel com canela ajuda no controle da diabetes, reduz o risco de doenças cardíacas e ajuda na cicatrização de feridas. Conheça as vantagens e as contraindicações da mistura!

- Continue depois da Publicidade -

Está procurando um remédio natural para controlar a diabetes, reduzir os riscos de doenças cardíacas e que seja fonte de antioxidantes? Então, a combinação de mel com canela é uma excelente opção!

Há quem prefira consumir o mel e a canela separados. No entanto, visto que ambos possuem ótimos nutrientes, nada melhor do que combiná-los. Em seguida, você descobre seus benefícios, confere suas contraindicações e fica sabendo como consumir. Continue acompanhando!

 

Para que é bom mel com canela?

 

Benefícios mel
Fonte: Pexels

 

O mel é produzido pelas abelhas, ou seja, é um produto natural. A abelha Apis mellifera, por exemplo, é responsável por fabricar o mel que mais utilizamos. Ao mesmo tempo, essa espécie também produz a cera e o própolis.

- Continue depois da Publicidade -

Utilizado pelos humanos desde a pré-história, o mel é rico em minerais como cálcio, cobre, ferro, fósforo, magnésio, manganês, potássio e sódio. Além disso, é fonte de vitaminas do complexo B, C, D e E. Por isso, é ótimo para o organismo.

Apesar de o mel mais utilizado ser nativo da Europa, África e Ásia, o IBGE aponta que a produção de Mel no Brasil está crescendo. Conforme o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, a produção foi de 45,9 mil toneladas em 2019. Isto é, um crescimento demais de 10% em relação a 2017.

 

- Continue depois da Publicidade -

canela em pau
Fonte: Freepik

 

Por sua vez, a canela não fica de fora no quesito benefícios para saúde. Afinal, trata-se de uma das especiarias mais antigas do mundo.

Além disso, o tempero é fonte de fibras, ferro e cálcio. Assim, a canela é anticoagulante, reduz o colesterol e ajuda a controlar a diabetes, pois pode substituir o açúcar.

- Continue depois da Publicidade -

Ambos possuem nutrientes ótimos para a manutenção da nossa saúde. Agora, quando colocados juntos, o mel com canela se torna ainda mais poderoso para o organismo.

Dessa forma, mel com canela serve para:

  • Reduzir o risco de doenças cardíacas;
  • Controlar a diabetes;
  • Ajudar na cicatrização de feridas;
  • Aumentar níveis de antioxidantes.

Saiba mais!

 

 

Benefícios do mel com canela

 

foto de mel com canela benefícios
Fonte: Pixabay

 

 

Contudo, ainda há inúmeras vantagens quando se mistura o mel e a canela. Veja quais são as principais e aproveite para saber um pouco mais sobre cada uma.

 

1. Ajuda na cicatrização de feridas

 

Segundo uma pesquisa científica realizada em 2020, o mel e a canela têm o poder de combater bactérias e diminuir a inflamação. Isso porque ambos possuem propriedades curativas muito importantes. Então, quando entram em contato com a pele, auxiliam nesse processo de cicatrização.

 

  • Enquanto isso, leia Canela: uma especiaria versátil com mil benefícios e ainda ajuda na imunidade

2. Controla a diabetes

 

Além disso, a combinação é uma aliada para quem deseja controlar a diabetes. O mesmo estudo de 2020 também aponta que a canela reduz o açúcar no sangue. Afinal, aumenta a sensibilidade à insulina.

Ao mesmo tempo, o mel afeta os níveis de açúcar no sangue bem menos que o açúcar. Ou seja, não é tão prejudicial.

 

 

3. Fontes de antioxidantes

 

Nesse sentido, a combinação de mel com canela possui propriedades antioxidantes. Os antioxidantes são extremamente importantes, visto que são substâncias que protegem o organismo contra moléculas instáveis que podem danificar as células.

 

4. Reduz o risco de doenças cardíacas

 

De acordo com a mesma pesquisa científica de 2020, a canela e o mel também ajudam a reduzir os fatores de risco de doenças cardíacas, incluindo níveis de colesterol LDL (mau) e triglicerídeos.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Ainda nesse sentido, a pesquisa aponta que o consumo do mel reduz o colesterol LDL (mau) em 6-11%, além de reduzir os níveis de triglicerídeos em até 11%. Do mesmo modo, o mel também auxilia a aumentar o colesterol HDL (bom) em cerca de 3%.

 

  • Leia ainda Colesterol alto: médico aponta único sinal externo da doença

 

Tipos de mel e canela

 

Após conhecer os benefícios da combinação, vale saber quais os tipos de mel e de canela existem.

 

Tipos de mel
Fonte: Freepik

 

No caso do mel de abelha, o tipo mais consumido no Brasil é o Mel Silvestre. Todavia, também existe o Mel de Laranjeira, recomendado como calmante e ansiolítico. Já o Mel de Eucalipto é o indicado para aliviar dores de garganta. Esses três são os mais comuns.

Entretanto, para consumir com frequência e obter os benefícios citados, o ideal é que o mel usado seja orgânico. Ou seja, livre de substâncias industrializadas.

 

canela em pau
Fonte: Pexels

 

Do mesmo modo, existem 4 principais tipos de canela: Ceilão, Cássia, Saigon e Korintje. Há outras variedades, só que apenas essas são usadas comercialmente.

Entre essas, a Canela Ceilão é a única suave, com baixos níveis de cumarina. Essa substância é prejudicial ao fígado quando consumida em excesso.

Por isso, a canela indicada para o consumo saudável é a Ceilão. Para diferenciá-la das outras, basta olhar a cor, pois ela é mais clara. É esta variedade, então, que tem propriedades anti-inflamatórias, antioxidantes e anticancerígenas.

 

 

Veja vídeos dos benefícios do mel e da canela

 

 

 

Como usar mel com canela?

 

A melhor forma de consumir mel com canela no dia a dia é como substituto do açúcar. Assim, acrescente 1 colher (chá) de canela Ceilão em um pote com mel orgânico. Mexa bem e, então, está pronto. Em seguida, é só usar no lugar do açúcar.

 

 

Como consumir o mel com canela?

 

Outra forma de fazer uso da mistura é misturando 1 colher (chá) de canela em pó com 1 colher (sopa) de mel em 1 xícara (chá) de água fervente. Misture até dissolver e beba todas as manhãs, antes do café da manhã. Dessa maneira, é possível diminuir o acúmulo de gorduras no corpo ao longo do tempo.

 

Qual é a contraindicação do mel com canela?

 

Por fim, é preciso ressaltar as contraindicações. O consumo do mel em poucas quantidades é seguro para a maioria dos adultos saudáveis.

No entanto, quem tem diabetes não deve consumir em excesso. O mesmo vale para intolerantes à frutose, tipo de açúcar presente no mel. Crianças com menos de 1 ano de idade também não devem consumir o alimento.

Já a canela não deve ser consumida durante a gravidez. Pessoas que possuem úlceras gástricas ou intestinais, assim como doenças no fígado, não devem consumir a especiaria de jeito nenhum.

No caso de bebês e crianças, deve-se ter atenção. Principalmente se houver antecedentes de alergia na família, asma ou eczema. Além disso, a canela não deve ser consumida em excesso, pois pode desencadear alergias na pele.

Assim sendo, lembre-se sempre de consultar o médico antes e interromper o consumo imediatamente em caso de danos colaterais. Também não é indicado ingerir a mistura por mais de 30 dias seguidos.

 

Conclusão

 

Em resumo, o mel com canela cicatriza as feridas, ajuda no controle da diabetes, é uma ótima combinação para fonte de antioxidantes e reduz os riscos de doenças cardíacas.

Entretanto, fique atento às contraindicações. O consumo em excesso também não é recomendado. Além disso, se você tem qualquer doença crônica ou toma remédios, deve procurar um médico antes de ingerir a mistura.

 

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes