Sem dúvida, Arthur Aguiar entrou no BBB 22 cancelado. Isso porque o ator, modelo e cantor de 32 anos, que ficou famoso após interpretar Diego Maldonado em “Rebelde”, tem uma vida cercada de polêmicas. Mas, de acordo com a terapeuta Camila Custódio, fica mais fácil opinar olhando apenas para um lado da história.

Em seguida, a profissional analisa os relacionamentos do participante dentro e fora do Big Brother Brasil. Então, continue lendo para saber mais!



O que o Arthur Aguiar fez com Maíra Cardi?


família de Arthur Aguiar
Fonte: Instagram @mairacardi

As polêmicas de Arthur iniciaram em seus relacionamentos, em que suas parceiras e amantes o acusaram de infidelidade. Infidelidades essas que continuaram logo após seu casamento com Maíra Cardi, a também polêmica coach de emagrecimento.

Desde que o relacionamento começou, Maíra expõe as traições do marido. Eles até se separaram algumas vezes por conta disso, mas seguiram juntos até Maíra viralizar nas redes sociais com um vídeo. Nele, ela falava o quanto sofreu nesse relacionamento em que foi traída diversas vezes.

O depoimento gerou muita repercussão depois que Maíra acusou Arthur de ser manipulador, abusivo e tóxico. Ela sensibilizou e ganhou apoio, empatia e sororidade. Muitas mulheres se identificaram com a sua fala, pois todos nós sabemos que não é nem um pouco fácil se libertar desse tipo de relação.

Essa sensibilidade vem também porque todas nós conhecemos alguém, (senão nós mesmas) que já teve uma experiência similar à de Maíra. Um relacionamento onde foi traída, perdoou e seguiu com seu parceiro na tentativa de resgatar ou consertar a relação.

Algumas vezes essa escolha dá certo e o relacionamento consegue seguir de forma madura e saudável. Afinal, errar é humano e todos estamos aqui para aprender com nossos erros.

Outras vezes, esse ciclo se repete e torna a relação tóxica, vivendo entre tapas e beijos. Há promessas de que isso nunca mais vai se repetir. E, em seguida, lá está o casal vivenciado novamente o impacto de novas traições no seu relacionamento.




A posição de Maíra


Arthur Aguiar e Maíra Cardi
Arthur Aguiar e Maíra Cardi em seu casamento e em 2021. Fonte: Instagram @mairacardi

Infelizmente, isso é cada vez mais comum e sabemos o quão difícil é sair desse tipo de relação sem algum tipo de intervenção psicossocial.

É muito delicado falar do relacionamento de qualquer casal, principalmente o das figuras  públicas. Isso porque não sabemos de seus acordos, os contratos firmados naquela relação, o que se passa na intimidade de cada um. Temos apenas recortes de uma realidade em fotos e stories de redes sociais.

Contudo, Maíra expôs as 16 traições (ou seriam 50?) do marido e as detalhou em algumas ocasiões. Prevaleceu a fala de que ela só queria o bem-estar enquanto casal, uma família feliz. Mas que foi humilhada por sua insistência em perdoar e que fez de tudo para manter seu casamento, inclusive sacrificando sua saúde física e mental.

No entanto, cansada da situação, desistiu da relação e queria servir como exemplo para ajudar outras mulheres que viviam o mesmo o sofrimento que ela.

Maíra, ao expor as traições de Arthur, se coloca como a vítima de uma situação, assim como ela mesma mencionou  recentemente. De acordo com ela, o marido era vítima de uma sociedade machista, criada por mulheres que ensinam as filhas a se comportarem como princesas e os filhos, como garanhões.

Essa fala vem, com toda a certeza, após a reconciliação com seu parceiro, o perdão por seu comportamento e também apoio máximo para o participante do BBB 22 dentro e fora do reality.



O que diz a psicologia sobre a traição?


Arthur Aguiar e Maíra Cardi
Fonte: Instagram @mairacardi

Faço alguns questionamentos aqui para refletirmos sobre a relação do casal e as relações abusivas – que muitas vezes não partem só dos homens, mas também de mulheres que insistem em permanecer no relacionamento mesmo com todos os indícios de que seu parceiro não tem o mesmo nível de comprometimento.

Algumas pessoas realmente não têm coragem de encerrar uma relação. Então, acabam encontrando na traição um caminho mais fácil para sua “libertação”. Principalmente quando sua(seu) parceira(o) não aceita o fim. Não estou dizendo que é certo, e sim que acontece mais frequentemente do que imaginamos.

Quando uma pessoa trai, ela o faz por diversos motivos. Só que isso não tem a ver somente com caráter, como muitos julgam e reduzem a infidelidade em uma relação.

Mas o que leva uma mulher a perdoar diversas traições, depois de expor nas redes sociais esse relacionamento abusivo, saindo do papel de vítima e agora legitimando o comportamento do seu parceiro também como vítima da sociedade?

Sabemos também que uma relação abusiva tende a ser retroalimentada por ambos, que alternam os papéis entre abusado e abusador.

Logo após a entrada de Arthur Aguiar no BBB22, conhecemos um outro lado de Maíra que soa abusivo também. Ele é submetido a uma dieta rigorosa em casa, tem regras rígidas para se alimentar fora de casa, sexo com ritos específicos e outras particularidades polêmicas exigidas da sua esposa.

Vale lembrar que existem vários tipos de abuso e uma mistura de perdão e culpa que levam pessoas a se submeter a eles.


  • Enquanto isso, nos siga no Google News e acompanhe as novidades do Big Brother Brasil 22 direto do seu smartphone. Basta clicar aqui e, logo depois, na estrelinha 🌟 lá no News

De cancelado a queridinho do público



Conhecendo mais profundamente a realidade da relação do casal, expostas pela própria coach de emagrecimento, Arthur começou a ganhar a simpatia do público. Como resultado, de cancelado e vilão, ele passa a ser visto como vítima e coitado, por ter uma parceira tão rígida e controladora.

Seu comportamento alimentar na casa foi visto como compulsivo por passar por dietas tão restritivas. Falas de Arthur como “não posso comer isso, ela não deixa” geraram não só memes, como também sensibilidade, empatia e reflexão: o comportamento de Maíra não seria abusivo também?

As redes sociais de Maíra começaram a se alternar em tom de revolta e brincadeira sobre o comportamento alimentar de Arthur. Desse modo, geraram mais polêmicas e brincadeiras na Internet que favoreciam sua simpatia com o público.



O jogo de Arthur Aguiar


Big Brother Brasil 22
Fonte: Twitter @Aguiarthur

Nesse BBB22 que já teve expulsão e desistência, a participação de Arthur parece mais “suave”. E parte disso se dá pelo próprio jogo do brother na casa, que evita o fogo no parquinho quando não reage na mesma moeda com os participantes que o têm como alvo. Ele foi, aliás, acusado de ser menos homem por isso.

Mesmo que seja constantemente perseguido e jogando sem rede de proteção alguma, Arthur tem se mostrado coerente em suas falas e atitudes. Ele evita jogar com a emoção e sim de forma estratégica, além de ter um comportamento solidário e, às vezes, conselheiro para alguns brothers.

Ele não esconde seu medo de ser julgado pelo público por causa de seu passado. Mas prometeu que esse mesmo público também veria um novo homem, mais maduro e disposto a recuperar sua imagem.

Ele foi alvo principalmente das mulheres da casa. Talvez todas elas não o tenham perdoado, ainda que a própria esposa já tenha concedido seu perdão. Apesar de tudo, Arthur conseguiu dar a volta por cima e ganhou a simpatia do público por estar sendo injustiçado.


https://youtu.be/BUjDc05UTJk



Por que Jade não gosta de Arthur?


Jade Picon Paredão
Fonte: Gshow

Outro ponto que tem ajudado Arthur é a sua rivalidade com Jade. A influencer está se consolidando como a grande vilã do jogo e não tem conseguido ganhar a simpatia do público, mesmo com seus milhares de seguidores. Na visão de quem está de fora, ela criou uma rivalidade sem sentido, colocando Arthur em uma posição de “coitado”, sensibilizando ainda mais o público.

Lá dentro o olhar é limitado, mas aqui temos a possibilidade de ampliar nosso olhar sobre a realidade que nos é apresentada. A nós, parece que Arthur, apesar de tudo e de todos, vem se sobressaindo com suas falas, seus comportamentos e sua inteligência emocional.

Saliento também que estamos com uma postura diferente nas redes sociais: conseguimos relaxar o cancelamento e o linchamento virtual. Afinal, já conseguimos medir o impacto do jogo na vida real dos participantes e em sua saúde mental na edição passada. Acredito que evoluímos muito nesse sentido.

Mas chegou a hora de evoluirmos também nossa percepção: a quem cabe o julgamento, o perdão ou o cancelamento de vilão, abusador ou vítima de uma relação tóxica?

Será que agora, com mais informações e entendimento, fica o questionamento se Arthur também não seria uma vítima de uma relação abusiva em que, até então, só conhecíamos uma versão da história?

Ainda temos muito a aprender sobre comportamento, relacionamento e os papéis de homens e mulheres nessa história. Os realities favorecem muito esse aprendizado, só que até lá fica a proposta de reflexão e evolução no jogo e na vida!



Sobre a colunista


Camila Custódio
Fonte: Divulgação

Camila Custódio é idealizadora do Consultório Emocional – @consultorioemocional nas redes sociais. Camila é Assistente Social, Terapeuta de Família e Casal, Terapeuta Relacional Sistêmica, Psicanalista e Coach. Além disso, é Especialista em Gestão da Emoção e Consultora em Desenvolvimento Humano.

Escreve sobre saúde emocional, relacionamento e empoderamento feminino para sites, revistas e blogs. Atende pacientes online de todo o Brasil e do exterior.