Muitas polêmicas envolveram Arthur Aguiar durante sua trajetória na casa mais vigiada do Brasil. O participante do BBB22 começou um pouco tímido, mas já com o discurso alinhado.

Dessa forma, ele reforçou o sentimento de exclusão, mantendo a coerência nas suas falas e atitudes. Como resultado, foi ganhando força dentro do jogo, criando rivalidades e também conquistando a simpatia do público.

Em seguida, a terapeuta Camila Custódio analisa todos os fatores que levaram Arthur à vitória do Big Brother Brasil 2022. Continue lendo!

Por que Arthur Aguiar ganhou o BBB22?

finalistas do BBB 22
Finalistas do BBB 22: Arthur, DG e PA. Fonte: Globo

Vários momentos foram responsáveis pela construção do “personagem Arthur”: o rapaz com cara de bom moço, educado, com uma fala eloquente, proibido de comer pão e outras guloseimas pela esposa Maíra Cardi. Para muitos, ela foi vista como controladora e também abusiva.

Do mesmo modo, a rivalidade com sua antagonista no jogo, Jade Picon, e a narrativa de estar jogando sozinho ajudaram a formar uma relação muito forte com sua torcida – seus pontinhos de luz – e com o público no geral.

Arthur foi vítima de algumas situações na casa. Mas passou uma parte do tempo se vitimizando com elas.
Ser vítima e se vitimizar são coisas distintas e muitas pessoas perceberam isso com o passar do tempo.

O até então preferido do público fez boas jogadas, venceu dinâmicas importantes e construiu atritos que acabaram o fortalecendo. No entanto, como é impossível agradar todo mundo, ele foi despertando amor e ódio no público. Enquanto alguns avaliavam somente seu jogo na casa, outros o julgavam pela sua vida privada e seu comportamento antes da entrada na casa.

Após cada Paredão, Arthur voltava mais forte. Acredito que foi muito difícil para ele segurar o próprio ego em meio a proporção que sua força tomava.

Ele também chegou a confirmar que se recuperava de um quadro recente de depressão e que não estava bem mentalmente dentro do programa. Esse fato ganhou mais evidência nos últimos dias, quando foi de queridinho a odiado por muitos. Aliás, sua esposa veio a público para confirmar o relato e pedir mais empatia sobre a situação do marido.

  • Saiba ainda mais BBB Dia 101- Jessi “faz a sincerona” e detona a vitória de Arthur em reencontro: “Não merecia”

Arthur foi vítima ou se vitimizou?

Arthur Aguiar ganhou o BBB22
Arthur Aguiar ganhou o BBB22. Fonte: Globo

Contudo, traços da sua toxidade na relação com outros participantes foram se manifestando. Assim, a convivência ficou cada vez mais difícil até mesmo com seus aliados no jogo.

Desde a prova de resistência em que os colegas PA, DG e Scooby cederam a liderança para Linna, Arthur intensificou seu comportamento de perseguição. Soava como se tudo e todos quisessem prejudicá-lo, não levando em conta o tamanho da sua força, sua estratégia dentro do reality e a participação dos outros brothers na casa.

A partir de então, as pessoas começaram a notar uma mudança em Arthur. Seu comportamento vitimista, alternando com uma postura imatura frente aos aliados do jogo, foi fortemente observado pelo público.

Nesse sentido, ele se colocava sempre como o foco em situações do jogo. Foi necessária uma intervenção forte de Pedro Scooby para que ele se abrisse a questões que estavam além da sua perseguição na casa.

Apenas assim ele percebeu que no jogo, assim como na vida o relacionamento com as pessoas também importa. O mesmo vale para a empatia e o respeito aos sentimentos dos outros, principalmente daqueles que o apoiavam.

Na reta final do BBB 22, o temperamento de Arthur começou a afetar outros jogadores e também cansou parte do público que antes o adorava.

Sua resistência em querer tudo do seu jeito e sua necessidade de ser o centro das atenções – seja de forma positiva ou negativa – criaram conflitos desnecessários e situações constrangedoras com outros brothers. Por isso, foi abrindo espaço para o favoritismo de outros participantes.

O papel dos fãs, dos administradores e de Maíra Cardi

BBB, Final BBB, Arthur Aguiar
Maíra Cardi surge em live de Arthur Aguiar, de surpresa. Fonte: Reprodução/Globoplay

Outro fenômeno se observava fora da casa: a idolatria a Arthur Aguiar. Além disso, houve pressão por parte da sua equipe nas redes sociais e a participação cada vez mais agressiva de Maíra Cardi.

Qualquer comentário feito sobre o comportamento do participante na casa era duramente criticado. Desse modo, entraram em conflito com outros administradores e tentaram silenciar outras celebridades.

O favoritismo de Arthur foi colocado em cheque diversas vezes por causa de seu discurso vitimista. Seu comportamento, às vezes tóxico com outros brothers, gerava desconforto até nos mais próximos. E isso impactava na hora de celebrar suas conquistas dentro do jogo, como vimos na última prova de resistência. PA teve que pedir licença para comemorar sua vitória como finalista.

O climão começou a ficar mais evidente e os atritos também se intensificaram nos últimos dias, quando as coisas não saiam do jeito que Arthur gostaria ou quando discordavam dele.

Se o favorito foi chamado de abusivo e manipulador, o comportamento de sua esposa continuava chamando atenção fora da casa pelos mesmos motivos.

Nesse período, Maíra, que foi responsável por grande parte do sucesso na reconstrução da imagem do companheiro, também se mostrava cada vez mais tóxica com suas falas. Vale salientar que eles retomaram o casamento 15 dias antes de Arthur entrar no BBB. Será que ambos já estavam curados das suas feridas no relacionamento?

Ela não mediu esforços para movimentar a equipe contratada nas redes sociais para os mutirões nas votações. Chegou, aliás, a ser acusada de criar um esquema de bots para garantir a vitória do marido.

A verdade é que o favoritismo de Arthur Aguiar foi perdendo força na reta final do programa. Em algumas enquetes, o participante PA já era apontado como preferido do público.

Arthur Aguiar jogou muito nessa edição?

BBB, Dia 101, Arthur Aguiar,
Arthur Aguiar entra do BBB Dia 101 e dorme. Fonte: Reprodução/Globoplay

Sem dúvida, sim. Mas não jogou sozinho na casa e muito menos fora dela. Como todo jogador, sofreu com suas próprias imperfeições e acabou perdendo seu brilho para muitos que o adoravam.

Mas, enquanto ara alguns, seu discurso vitimista se fortalecia, para outros, todas as suas falas, mesmo quando incoerentes, eram apoiadas. Era a fiel torcida do “pobre menino” perseguido na casa.

Assim, Arthur Aguiar ganhou o BBB22 com uma vitória que não combinou com seu auge no programa.

Logo após a revelação do resultado do reality show, Maíra conversou com o marido. De acordo com ela, demitiu sua equipe inteira e contratou 50 pessoas incríveis que o fizeram vencedor. Arthur ficou visivelmente constrangido, quase sem reação.

O movimento de Maíra para fortalecer o companheiro no reality levou a muitos questionamentos. Afinal, quem leva o prêmio a partir de agora no BBB: aquele que de fato tem o apoio do público ou aquele que tem mais condições de ter uma equipe nas redes sociais que o tornem vencedor?

Um coisa é certa, a vida em si é o narrador menos confiável que existe em uma história. E Arthur é a prova disso, pois nunca sabemos para onde ela vai nos levar, muito menos quem serão os heróis da nossa própria jornada.

Fica a reflexão do quanto esse novo movimento impacta o jogo, a credibilidade de quem esta lá dentro e principalmente suas relações interpessoais fora da casa.

Sobre a colunista

Camila Custódio
Fonte: Divulgação

Camila Custódio é idealizadora do Consultório Emocional – @consultorioemocional nas redes sociais. Camila é Assistente Social, Terapeuta de Família e Casal, Terapeuta Relacional Sistêmica, Psicanalista e Coach. Além disso, é Especialista em Gestão da Emoção e Consultora em Desenvolvimento Humano.

Escreve sobre saúde emocional, relacionamento e empoderamento feminino para sites, revistas e blogs. Atende pacientes online de todo o Brasil e do exterior.