Zezé Di Camargo e Lula, e Zezé com a camiseta do Bolsonaro.

Zezé Di Camargo nega posto bolsonarista após engajar campanha a ex-presidente derrotado: “Novo piloto”

Após reunir diversos sertanejos para apoiar Bolsonaro na campanha presidencial, Zezé Di Camargo afirma que não é “Lula, nem Bolsonaro”

Compartilhe

Durante a última campanha presidencial, Zezé Di Camargo foi até Brasília ao lado de Leonardo, Chitãozinho e Gusttavo Lima. O motivo: endossar o coro de famosos a favor de Bolsonaro.

Quanto a apoio de “celebridades”, Lula saiu na frente e conseguiu um coro maior de celebridades cantando “Lula Lá”. Como resultado das eleições, Bolsonaro não conseguiu se reeleger.

Agora, o irmão de Luciano faz um discurso brando, sem radicalismo e afirma que torce para que o Brasil dê certo sob o comando de um “novo piloto”.

Vem saber o que Zezé Di Camargo disse.

Zezé Di Camargo torce para o Brasil

De fato, o mundo sertanejo calçado pelo o agronegócio apoiou em peso a reeleição de Bolsonaro a presidência da República. Não deu certo.

Ao contrário de outros bolsonaristas radicais, Zezé Di Camargo deu uma declaração à Folha de São Paulo, onde afirma que “não é Lula, nem Bolsonaro”.

“Não sou Bolsonaro, não sou Lula, sou Brasil. E aquilo que acho melhor eu vou torcer. Não sou de esquerda nem de direita, mas acho que Brasil tem que estar bem, independentemente de quem esteja no poder”- disse Zezé Di Camargo ao site F5, nessa terça-feira, 10.

Bolsonaro, Leonardo, Zezé Di Camargo
Durante a campanha presidencial, Zezé se juntou a outros sertanejos para apoiar Bolsonaro. Fonte: YouTube

Além disso, o sertanejo exemplificou a situação do Brasil, como um avião em pleno voo.

“Se estou em um avião, não vou torcer para que ele caia porque quero que o piloto se foda. É ignorância isso. Agora o Brasil tem um piloto novo, tenho que torcer por ele. Sempre tive opiniões políticas buscando o que seria o melhor, nunca pensando em usufruir de governo, ter favores de governo”- disse o irmão de Luciano.

Quem assistiu “2 Filhos de Francisco” (2005) sabe que a jornada de Zezé Di Camargo e Luciano até chegar a fama, não foi nada fácil. Inclusive, os sertanejo encararam a fome e a pobreza.

“Venho de origem pobre e sei o que é dormir sem comer, sem ter prato de comida na mesa. Por isso acredito e penso que quem tem de estar bem é o povo. Quem fizer bem para o país eu estarei do lado. Torço para que a gente encontre o caminho”– reforçou Zezé.

Bolsonaro e Wanessa no BBB

Todavia, na opinião de Zezé Di Camargo, o Brasil estava bem encaminhado nas mãos de Bolsonaro.

“Acho que o Brasil [na época do Bolsonaro] estava caminhando para um momento bom, mas mudou a rota e vamos torcer para que ela traga frutos”- disse o sertanejo.

Na semana passada, durante uma apresentação nos Estados Unidos, Zezé fez questão de homenagear o bolsonarista Allan dos Santos.

Zezé Di Camargo no Faustão.
Zezé também falou sobre Wanessa no BBB. Fonte: Band

O blogueiro bolsonarista é foragido da Justiça brasileira, que determinou o bloqueio de suas redes sociais no país.

“Allan, vou falar uma coisa aqui. Você representa milhões de brasileiros, principalmente a mim. Eu gostaria de ter a grandeza e a coragem que você tem. Me deixe viver a minha vida, vai. Deixa a gente viver a nossa vida! Vamos viver a nossa vida!”- disparou Zezé Di Camargo durante show em Miami.

Mudando um pouco de assunto, Zezé também comentou sobre a possível entrada de Wanessa Camargo no BBB 23.

“Estou vendo essa conversa, mas ela não me falou nada. A vida é dela, eu oriento algumas coisas, dou conselhos. Mas se alguma decisão que ela tomar for contrária à minha, vou apoiar. Filho depois que cresce é do mundo” – disse Zezé à Folha de São Paulo.

Por fim, veja uma participação recente de Zezé no Programa do Faustão:

Compartilhe

Notícias em Alta

Últimas Notícias