Fotos da alimentação da Bárbara Heck no BBB.

Alimentação da Bárbara no BBB 22: o que há de errado com as refeições?

Bárbara Heck tem sido criticada por sua alimentação restritiva dentro do BBB, portanto veja o que ela come e como deve ser um prato saudável

Compartilhe

Se você acompanha o Big Brother Brasil, sabe que o reality conta com uma dinâmica de VIP e Xepa. Basicamente, trata-se de dividir a casa em dois grupos sendo que um terá todas as regalias de uma cozinha VIP e outra com recursos bastante limitados, em termos de ingredientes e alimentos, que é a Xepa. Porém, as refeições da Bárbara andam dando o que falar.

A sister está na Xepa desde o começo do reality e fez com que os fãs do reparassem em sua alimentação bastante restritiva. Inclusive, dentro da casa Bárbara já falou sobre o assunto.

Quer saber o que ela come e quais os perigos de uma dieta restritiva? Então continue lendo!

 

O que Bárbara come no BBB?

 

Dentro do reality, os brothers começaram a perceber que Bárbara não comia muita coisa. Em determinada conversa, a sister chegou a afirmar que come apenas ovos, frutas e legumes.

Outro ponto já mencionado é o costume de fazer jejum. Fora do BBB, Bárbara chega a ficar até 16 horas sem comer, e nas 8 horas seguintes consome apenas proteína e salada.

Apesar de estudos apontarem que o jejum é benéfico contra diabetes e obesidade, a prática regular dele pode causar deterioração física. Ou seja, haverá uma grande perda muscular na velhice.

 

 

Alimentação de Bárbara no BBB 22

 

Durante a semana, a sister foi alvo de uma série de alertas de outros participantes acerca dos perigos de ter uma alimentação tão restritiva. Porém, ela se mostrou bastante incomodada.

Em uma das conversas, Bárbara caiu no choro e pediu para que lhe deixassem em paz e que ela deveria comer o que quisesse.

“Eu não sei o motivo da minha alimentação incomodar tanta gente”, disse em uma das discussões

Com isso, a equipe de Bárbara Heck teve que se manifestar sobre os comentários nas redes sociais que falavam sobre um possível transtorno alimentar da confinada. Por isso, no dia 31 de fevereiro, última segunda-feira, eles usaram as redes sociais para publicar um comunicado:

“A gente conhece a Bárbara aqui fora, e para quem convive com ela, este comportamento está normal. É triste ver tanto discurso de ódio, julgamento e diagnóstico sem responsabilidade. Ainda que ela tivesse algo, não acreditamos que esta é a melhor forma de demonstrar preocupação.”

Além disso, a equipe afirmou que a dela é prioridade e caso ela estivesse passando por isso, eles certamente tomariam alguma providência. Ademais, também mencionaram as poucas opções disponíveis na Xepa e que não tem muita coisa que Bárbara gosta de comer.

 

View this post on Instagram

A post shared by Bárbara Heck (@ba.heck)

 

 

Como ter uma alimentação saudável?

 

Um dos perigos de uma alimentação tão restritiva quanto a de Bárbara é não garantir uma quantidade completa de macro e micronutrientes que ajudam o nosso corpo a funcionar como deveria.

Portanto, para uma alimentação saudável é composta por:

  • Macronutrientes: carboidratos (batata, pão e massa), proteína (peixe, carne, ovos) e gordura (abacate, óleos e oleaginosas);
  • Micronutrientes: vitaminas, fibras e minerais que estão presentes nas frutas, legumes e verduras.

Desta forma, um cardápio balanceado e equilibrado oferece uma série de benefícios à saúde. Por exemplo:

Como resultado, ao montar um prato, é indicado que ele seja composto por 20% de proteína, 30% de gordura e 50% de carboidrato. Porém, é preciso estar atento aos alimentos mais saudáveis. Por exemplo, ao invés do pão branco, aposte na versão integral.

Além disso, quanto mais colorido for o prato, melhor!

 

  • Você também pode gostar Colocar a colher na comida após ter colocado na boca azeda o alimento?

 

Conclusão

 

Antes de aderir a uma dieta, é importante que haja um acompanhamento médico e nutricional. Assim, você poderá ter um cardápio variado mas contendo todos os nutrientes necessários para manter a saúde em dia.

Por fim, lembre-se que para um emagrecimento saudável é possível comer de tudo, mas com cautela. Portanto, não exclua por completo nenhum grupo alimentar, combinado?

Compartilhe

Notícias em Alta

Últimas Notícias