Óleo essencial para iniciantes – Quais são os principais e como usar cada um deles

Como se introduzir no conhecimento e uso do óleo essencial?

Com altos benefícios terapêuticos e propriedades incríveis para a saúde, descubra o mais importantes, como usar e utilidade de cada um. Lembrando que cada óleo essencial pode ser benéfico ao nosso bem estar, saúde mental física e um aliado da beleza, de forma simples, orgânica e natural.

1.367

Óleo essencial para iniciantes – Dentre as várias formas de se utilizá-los, a aromaterapia tem sido uma grande aliada nos dias de hoje. Outro método que tem sido adotado é a união dos óleos com outros produtos de beleza, ou ainda o uso deles avulsos durante a rotina de cuidados com a pele e cabelo.

Assim, esse produto natural que é usado há centenas de anos, têm se tornado cada vez mais utilizado no dia a dia e feito cada vez mais parte do nosso cotidiano.

Os óleos essenciais auxiliam em diversos fatores do humor e bem estar de cada um.  Porém, algumas dúvidas podem surgir no meio desse caminho na busca por conhecimento dos óleos e as melhores práticas que podem ser feitas com eles.

Como usar os óleos essenciais?

Dessa forma, utilizando cada óleo essencial da maneira e quantidade certa, serão inúmeros os benefícios para a saúde física, mental e teremos um forte aliado para os cuidados de beleza. Tudo ocorre de forma natural, orgânica e bastante simples.

A seguir, vamos entender como utilizar e quais são os principais óleos essenciais de maneira simples e introdutória utilizando os métodos da aromaterapia e algumas dicas de beleza natural.

Quais são os óleos essenciais?

Separamos aqui os mais utilizados para quem está se iniciando no mundo dos óleos essenciais, e as principais funções. Os selecionados foram:

  • Lavanda
  • Alecrim
  • Bergamota
  • Blends

Já os Blends são óleos selecionados, que em conjunto trazem ainda mais benefícios para o corpo e mente. Eles também podem ser muito bem aproveitados por quem está se iniciando nos óleos essenciais. 

Confira ainda Óleo essencial de melaleuca que é também, um grande aliado da beleza da pele e cabelos. Além de ser uma opção natural de cosmético para as peles oleosas e acneicas.

Imagem: Pexels

Óleo essencial de Lavanda

Sem dúvidas é um dos queridinhos, principalmente para os iniciantes em óleos essenciais. Super recomendado como primeiro óleo essencial, a lavanda possui diversos benefícios principalmente quando usada aliada à aromaterapia.

Benefícios:

A lavanda é bem vinda em praticamente todos os momentos da vida, já que os ativos da planta aromática da qual é extraído o óleo auxiliam em questões da vida cotidiana, como a ansiedade e a insônia,  e tudo isso é feito a partir do relaxamento trazido pelo aroma.

Existem inúmeras maneiras de se utilizar o óleo essencial de lavanda, duas das mais indicadas podem ser:

  • Pingar algumas gotas do óleo no travesseiro: para garantir uma noite de sono profundo e de qualidade, recomenda-se pingar uma ou duas gotinhas do óleo diretamente no travesseiro. Dessa forma o aroma ficará ainda suave, garantindo que o relaxamento ocorra na hora do sono.
  • Difusores: os difusores elétricos garantem que o aroma permaneça no ambiente por um intervalo de tempo bastante grande! E ainda trás alguns benefícios como a umidificação e purificação do ar.
Você também pode gostar!

Óleo essencial de Alecrim

De todos os óleos essenciais, este é também um dos mais queridinhos. Fácil de usar, o óleo essencial de alecrim traz benefícios eficazes que podem ser aplicados à rituais simples de beleza (como a lavagem dos cabelos) e também para a aromaterapia.

Benefícios:

Quando utilizado na aromaterapia, o alecrim torna-se bastante benéfico trazendo energia e vitalidade. Além disso, o humor, a memória e a concentração são aguçados. Seguem dicas de utilização:

  • Inalação: como um dos métodos mais simples e eficazes, para que os benefícios do aroma sejam levados ao corpo, basta colocar uma ou duas gotas do óleo na palma das mãos, esfregar uma na outra e aproximar do nariz.
  • Pingar algumas gotinhas no shampoo: antes de tudo, é importante lembrar que para a utilização deste método é necessário primeiro uma consulta com o seu dermatologista para garantir que os efeitos sejam os melhores possíveis e evitar possíveis alergias. O alecrim auxilia no crescimento capilar. Sendo assim, vale pingar algumas gotinhas no shampoo e utilizá-lo normalmente em algumas lavagens durante a semana. Dessa forma o crescimento será estimulado.

Óleo essencial de Bergamota

Também queridinho, mas já menos comentado.

Benefícios:

O óleo essencial de bergamota possui propriedades calmantes e é recomendado para pessoas bastante sensíveis. O óleo devolve a confiança através da aromaterapia ou de outras utilizações, como na massagem. Uma de suas características é auxiliar no entendimento de questões emocionais.

Separamos duas maneiras das quais podemos utilizar o óleo a seguir:

  • Colar aromático: os colares feitos para a aromaterapia, podem ser recomendados no uso deste óleo. Basta aplicar uma ou duas gotinhas em um algodão limpo, e colocá-lo dentro do colar apropriado. Desta forma o aroma poderá te acompanhar ao longo do dia.
  • No óleo ou creme de massagem: basta aplicar algumas gotas no creme ou óleo próprio para  a massagem, e executá-la normalmente. Para os alérgicos, vale uma consulta com o dermatologista antes da utilização, já que o óleo estará em contato com a pele.
Imagem: Pexels

Blends

Ao falar dos  blends, falamos também da sinergia dos óleos. Eles nada mais são do que a combinação de alguns óleos manipulados da maneira correta para potencializar o objetivo desejado.

Esses óleos, quando combinados desta maneira, isto é, com óleos similares e de forma correta, garantem uma composição que beneficia o corpo em aspectos mais amplos ou mais específicos (dependendo de cada blend) do que o óleo quando utilizado sozinho.

Como fazer uma composição blend?

Para fazer a composição do blend, geralmente utiliza-se três tipos de óleos essenciais relacionados a três tipos de aroma: as notas de cabeça que são os aromas predominantes, as notas de coração que são os aromas que dão corpo à sinergia, e as notas de base, que são as mais profundas. Geralmente, combina-se nos blends, os óleos essenciais com plantas ou químicos similares.

Uma boa pedida para iniciar-se nos blends, é utilizar-se das fórmulas que já vem prontas e são coringa no momento da utilização, como o óleo essencial de limpeza e proteção, da Alkhemy Lab.

Por fim, com essas informações básicas, já é possível se iniciar no mundo dos óleos essenciais!

Mas uma última dica: sempre faça acompanhamentos e entenda bem quais são as suas principais necessidades e também as limitações. Cada pessoa e cada corpo possui um funcionamento único e merece todo o carinho e atenção para que os óleos funcionem da melhor maneira.

Veja também: Cosméticos naturais: Aloe Vera é aliada da pele e amadurecimento e óleo de jojoba – Para que serve o melhor óleo vegetal para pele e cabelos.

 

você pode gostar também