Chás que melhoram a digestão: 5 tipos e outros benefícios

Confira uma série de chás que, além de melhorar a digestão, protegem o estômago contra úlceras, náuseas e enjoo

- Continue depois da Publicidade -

Você sofre com problemas digestivos? Então, com certeza precisa de uma ajuda extra logo após as refeições. Por isso, os chás são ótimos remédios naturais para melhorar a digestão e diminuir os incômodos estomacais.

Além da indigestão, outros problemas que também podem ser resolvidos com a ajuda dos chás são a prisão de ventre e a náusea. Assim, é muito importante aprender as propriedades destas bebidas que são tão benéficas à saúde.

Por isso, selecionamos os 5 chás que podem melhorar a digestão:

  • Chá de gengibre;
  • Chá de hortelã-pimenta;
  • Raiz de angélica;
  • Chá preto;
  • Chá de dente-de-leão.

Saiba quais os benefícios de cada um deles e onde encontrá-los.

 

- Continue depois da Publicidade -

Chá de gengibre

 

O gengibre é uma especiaria muito utilizada no Brasil. Com nome científico Zingiber officinale, a planta possui compostos importantes para o esvaziamento do estômago.

- Continue depois da Publicidade -

Chamados de shogaols e gingerols, eles também estimulam as contrações no estômago. Como resultado, estudos apresentaram benefícios no tratamento de náuseas, gases, inchaço e indigestão.

Uma das pesquisas ainda apontou que o consumo diário de 1,5 g de gengibre reduz vômitos, enjoo e náuseas decorrentes de quimioterapia ou gravidez.

Além disso, também foi realizado um estudo com cerca de 11 pacientes. De forma aleatória, alguns deles tomaram suplemento de 1,2 g de gengibre. Assim, o restante recebeu placebo.

- Continue depois da Publicidade -

Constatou-se que os pacientes que receberam suplemento diminuíram em 4 minutos o tempo de esvaziamento do estômago. Isso em comparação com os que receberam placebo.

Porém, ainda não existem estudos comparando o suplemento e o chá de gengibre. Mas vale destacar que os benefícios do chá são muito similares. Por isso, a infusão é uma excelente opção para melhorar a digestão.

 

 

  • Confira também Ervas saudáveis e deliciosas: da salsa ao alecrim. Veja os benefícios

 

Chá de hortelã-pimenta

 

A hortelã-pimenta é muito conhecida pelo sabor refrescante e cheiro marcante. Porém, poucos sabem que a erva também é um potente remédio natural contra dores de estômago.

Essa tese foi comprovada em uma série de estudos realizados em animais e humanos. Todos atestaram que a hortelã-pimenta melhora problemas digestivos.

Por exemplo, o óleo de hortelã-pimenta é primordial no tratamento da Síndrome do Intestino Irritável (SII). Trata-se de uma inflamação no intestino grosso que possui como um dos sintomas a dor de estômago. Além disso, há gases e distensão abdominal.

Um estudo feito com pessoas com SII comprovou que 75% dos pacientes que tomaram cápsulas de óleo de hortelã-pimenta duas vezes ao dia durante 4 semanas apresentaram diminuição dos sintomas.

Além disso, é importante destacar que o chá de hortelã-pimenta apresenta benefícios parecidos com o óleo. Porém, ainda não há estudos sobre o efeito do chá na digestão.

 

 

 

Raiz de Angélica

 

Uma das principais vantagens da raiz de Angélica é que ela cresce no mundo todo. Assim, é fácil de encontrar!

O sabor terroso da planta faz com que seja confundida com o aipo. Embora toda a planta possa ser aproveitada para produzir remédios naturais, a raiz é a principal parte que ajuda na digestão. Isso porque a raiz de Angélica possui polissacarídeo.

De acordo com estudos em animais, ele foi responsável por aumentar o número de células saudáveis no estômago e nos vasos sanguíneos que trabalham no sistema digestivo. Como resultado, ajuda a proteger o estômago contra possíveis danos.

Além disso, uma pesquisa publicou o resultado da raiz de Angélica no estímulo de secreção de ácidos intestinais. Os pesquisadores usaram tubos de ensaio com células intestinais de humanos. Desse modo, chegaram à conclusão de que a planta pode aliviar a constipação.

A pesar de o estudo ter sido desenvolvido com células humanas e em animais, ainda não há qualquer estudo em humanos.

 

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

 

 

Chá preto

 

Xícara com sachê de chá preto.
Fonte: Unsplash

 

De todas as opções de chás que melhoram a digestão, o chá preto é o mais consumido no Brasil. E não é à toa. Afinal, ele oferece uma série de benefícios à saúde.

Mas, quando se fala em digestão, é preciso destacar as teaflavinas e as arubiginas, que são poderosas antioxidantes. Por isso, protegem o estômago contra as úlceras.

Esse benefício foi comprovado em um estudo realizado com ratos que possuíam úlceras estomacais. Logo após 3 dias de consumo do chá preto, observou-se a cura de cerca de 78-81% das úlceras.

Ao mesmo tempo, outra pesquisa com ratos apontou que o extrato do chá preto facilitou o esvaziamento gástrico. Além disso, os que tomam medicamentos também tiveram a melhora na digestão.

Dessa forma, vale destacar que já existem comprovações científicas de que a bebida é um ótimo remédio natural para tratar úlceras e facilitar a digestão.

 

 

 

Chá de dente-de-leão

 

Sem dúvida, você já assoprou algum dente-de-leão que encontrou no jardim. Porém, o que poucos sabem é que esta flor tão comum pode ser ingrediente para chás.

De acordo com estudos, alguns dos benefícios do dente-de-leão são:

  • Melhora da digestão;
  • Colaboração para o fluxo de alimentos do estômago até o intestino delgado;
  • Estímulo de contrações musculares;
  • Proteção contra úlceras;
  • Diminuição da produção de ácido estomacal;
  • Prevenção de inflamações no estômago.

Contudo, os estudos que apresentam tais resultados foram feitos apenas em animais. Como resultado, faltam comprovações científicas em humanos.

 

 

 

Onde encontrar as ervas?

 

Todas as ervas que listamos são facilmente encontradas em lojas de produtos naturais ou ainda na internet.

Já o gengibre você encontra à venda em supermercados e quitandas. Por outro lado, o dente-de-leão pode ser encontrado até mesmo no quintal de casa.

Se você quiser consumir o chá preto pronto, é importante verificar quais são os outros componentes misturados no sachê. Prefira produtos com menos ingredientes a fim de conseguir um resultado mais eficaz.

 

 

Conclusão

 

Por fim, vimos que os chás apresentados melhoram não apenas a digestão, mas também previnem contra uma série de doenças estomacais.

Dessa maneira, vale a pena adicioná-los no cardápio de forma variada. Afinal, ficará mais difícil de enjoar e também será possível garantir outros benefícios de cada especiaria.

Por outro lado, caso você sinta algum desconforto após o consumo de qualquer um desses chás, consulte um médico.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes