Manchas na pele: descubra as causas e como clarear!

As tão temidas manchas na pele têm tratamento! Confira os motivos pelos quais elas surgem, os diferentes tipos e os produtos mais eficazes para diminuí-las

  • 9
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

Ter manchas na pele é muito comum e natural. Elas podem ser de vários tipos diferentes e a maioria é inofensiva para a nossa saúde. Ainda assim, muitas pessoas buscam o clareamento dessas imperfeições por motivos estéticos. Afinal, um rosto com coloração uniforme costuma estar relacionado a uma aparência mais jovem.

Assim sendo, preparamos um guia com tudo o que você sempre quis saber sobre manchas na pele: as causas por trás de seu aparecimento; maneiras de evitá-las, bem como tratamentos, cosméticos e alternativas naturais que são eficazes na sua redução. Continue lendo!

 

O que causa manchas na pele?

 

Antes de mais nada, é necessário investigar as causas por trás das imperfeições. Nossa pele recebe sua coloração por causa da presença da melanina. O pigmento é produzido pela tirosinase e, em seguida, armazenado nos melanócitos, que ficam na base da epiderme.

- Continue depois da Publicidade -

Se acaso nosso organismo notar um agente agressor, sua reação é proteger-se por meio da hiperpigmentação. Assim, a produção de melanina aumenta e, quando a substância se acumula, a pele fica manchada.

Na maioria das vezes, as manchas na pele são o resultado da exposição à radiação solar. Por consequência, a forma mais eficaz de evitá-las é usando protetor solar todos os dias e reaplicando o produto de acordo com as instruções do fabricante.

- Continue depois da Publicidade -

Além disso, heranças genéticas e alterações hormonais, como a que acontece durante a gravidez, são fatores que influenciam a hiperpigmentação. Falta de sono e estresse também costumam causar manchas na pele de coloração escura. São as famosas olheiras.

A vermelhidão na pele, por outro lado, pode ser causada por alergias a cosméticos e produtos de limpeza. Ou ainda por reação a remédios como antibióticos e anticoncepcionais.

Por fim, a presença de manchas vermelhas e hematomas grandes após pequenas batidas pode ser sinal da deficiência de alguma vitamina ou mineral. O melhor, então, é procurar um médico e realizar os exames necessários para identificar o problema.

 

- Continue depois da Publicidade -

mulher tomando sol, maior causa de manchas na pele
Foto: Pexels

 

Quais são os tipos de manchas na pele?

 

Existem inúmeras variedades de manchas na pele. E cada uma delas tem seu próprio aspecto, suas causas particulares e seus tratamentos específicos. Conheça os 10 principais tipos!

 

  1. Acne

 

Quando a pele produz muito óleo, fica propensa ao aparecimento de espinhas e de cravos. Os motivos mais comuns incluem glândulas sebáceas hiperativas, desequilíbrios hormonais, dieta inadequada, estresse, ansiedade e depressão. Além da vermelhidão inicial, a acne ainda deixa cicatrizes escuras na pele depois que desaparece.

 

rosto de mulher com cicatrizes de acne
Foto: Pexels

 

  1. Dermatite

 

Acontece na forma de manchas na pele vermelhas que descascam. Trata-se de uma reação inflamatória que se dá após a pele ser exposta a alguma substância que causa irritação ou alergia. O diagnóstico e o tratamento devem ser feitos por um dermatologista ou por um alergologista.

 

  1. Melanoma

 

É o câncer de pele, variedade mais comum da doença no Brasil. Primeiramente, o melanoma se manifesta como uma pinta, de coloração escura ou multicolorida, com bordas recortadas. O sinal pode crescer e até mesmo apresentar sangramento.

Se acaso notar algum desses sinais na pele, é necessário procurar um médico imediatamente. Isso porque, com a detecção precoce, as chances de cura são de mais de 90%.

 

  1. Melasma

 

É uma das manchas na pele mais comuns nas mulheres. Esse sinal de cor castanha, com formato irregular, pode acontecer por causa de alterações hormonais durante a gravidez. Além disso, pode ser resultado de uma combinação de exposição solar com o uso de contraceptivos orais.

Para tratar, é necessário aplicar filtro solar diariamente e usar dermocosméticos prescritos por um dermatologista. Evite recorrer a soluções caseiras, pois podem causar irritação e agravar o problema.

 

 

mulher negra com melasma na bochecha
Foto: Pixabay

 

  1. Olheiras

Essas áreas escuras que acontecem nas pálpebras e embaixo dos olhos costumam ter origem genética. Contudo, a falta de sono, a exaustão, o estresse, as alergias e a exposição solar em excesso podem agravá-las.

 

  1. Pano branco

 

Essas manchas na pele costumam aparecer nas costas e ter cor branca, marrom ou vermelha. São um tipo de micose, causadas por uma infecção fúngica não contagiosa.

 

  1. Pintas

 

Essas manchas na pele são muito comuns, podem surgir por todo o corpo e em qualquer fase da vida, sempre que há um acúmulo de melanina. Mas é necessário ficar de olho nelas. Se eventualmente elas apresentarem assimetria, atingirem mais de meio centímetro de diâmetro ou adquirirem mais do que uma cor, podem ser sinal de câncer.

 

  1. Psoríase

 

Em pacientes com essa doença crônica, as células da pele se acumulam e, assim, formam manchas secas que coçam. Costumam aparecer no joelho, no cotovelo e no couro cabeludo. Pomadas, cremes e medicamentos orais são eficazes a fim de tratar os sintomas.

 

  1. Sardas

 

Essas pintinhas são mais comuns em pessoas com pele clara ou com predisposição genética. É provável que apareçam após a exposição ao sol. Por isso, são mais frequentes no rosto, nos braços, nos ombros e no colo.

 

mulher de olhos fechados com sardas e manchas na pele
Foto: Unsplash

 

  1. Vitiligo

 

É uma despigmentação que acontece quando as células produtoras de melanina morrem ou param de funcionar. Essa doença autoimune que não tem cura, mas alguns tratamentos podem melhorar a aparência da pele.

 

É possível clarear manchas na pele?

 

Sim! Existem tanto tratamentos estéticos quanto produtos de uso tópico capazes de clarear manchas na pele. Todos eles, no entanto, precisam ter o acompanhamento de um dermatologista para garantir sua segurança. Veja, em seguida, os procedimentos mais comuns para uniformizar o tom da pele.

 

  • Confira ainda: Manchas – Chegou a época de cuidar delas. O melasma afeta a autoestima de homens e mulheres, veja como cuidar

 

Laser

 

Consiste, em resumo, na emissão de um feixe de luz de uma cor só, com único comprimento de onda, sobre a pele. Desse modo, o tratamento estimula a produção de colágeno, promovendo a firmeza e a cicatrização. Logo após as primeiras sessões, já é possível notar resultados. A desvantagem é que pode causar dor e vermelhidão após a aplicação.

 

mulher deitada em maca fazendo tratamento de laser para manchas na pele
Foto: Freepik

 

Luz Intensa Pulsada (LIP)

 

Essa tecnologia utiliza luzes multicoloridas e com vários comprimentos de onda. Por isso, é mais suave, indolor e barato do que o tratamento com laser. No entanto, requer um maior número de aplicações para atingir o clareamento das manchas na pele.

 

Microagulhamento

 

Assim como o nome diz, trata-se da perfuração suave da pele com ferramentas que possuem agulhas bem pequenas. O procedimento faz com que a sintetização de colágeno aumente. Como resultado, é eficaz no clareamento de marcas como cicatrizes de acne e até melasma.

 

Peeling de cristal

 

É um procedimento que utiliza hidróxido de alumínio a fim de retirar a parte mais externa da pele. Promove tanto o rejuvenescimento quanto o clareamento de manchas na pele provocadas pelo sol ou por acne. Um dermatologista dele analisar a necessidade de cada paciente, mas é provável que sejam necessárias cerca de 3 sessões para resolver o problema.

 

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

mulher deitada em maca fazendo peeling para manchas na pele
Foto: Freepik

 

Peeling químico

 

Este tratamento, por outro lado, usa ácidos para remover a camada exterior da pele. Semelhantemente ao que acontece no peeling de cristal, a cútis fica purificada, regenerada, mais clara e uniforme. O procedimento deve ser repetido por até 10 vezes, com intervalos entre um e outro, para que você obtenha os melhores resultados possíveis.

 

Preenchimento com ácido hialurônico

 

Indicado para olheiras profundas, o procedimento restabelece a sustentação da área afetada. Além disso, a substância possui propriedades regenerativas e é ideal para reduzir marcas e cicatrizes.

 

Qual o melhor clareador de manchas na pele?

 

Se você for a uma farmácia ou a uma perfumaria, encontrará prateleiras e mais prateleiras de cosméticos que prometem clareamento. Mas fique de olho no rótulo! Muitos desses produtos contêm mercúrio, hidroquinona e corticosteróides. Só que o uso prolongado dessas substâncias pode causar reações, como dermatite de contato irritativa. Por isso, separamos 4 ativos eficazes e seguros para dar um fim às manchas na pele!

 

mulher segurando dois potes de creme de clareamento sobre os olhos
Foto: Pexels

 

  1. Ácidos

 

  • O ácido azelaico, o ácido elágico, o ácido fítico, o ácido kójico, e o ácido salicílico são capazes de diminuir a síntese de melanina. Por consequência, se há menos pigmento, há também menos manchas na pele.

 

  • Já o ácido glicólico, o ácido lático, o ácido málico, o ácido mandélico e o ácido retinóico, por outro lado, colaboram com a regeneração celular. Dessa forma, eliminam as células mais pigmentadas por meio da descamação.

 

  • Enquanto o ácido hialurônico,  famoso tanto nos preenchimentos faciais quanto nos produtos de aplicação tópica, e que na verdade, é uma substância produzida naturalmente pelo corpo. Tem função principal de reter água para manter os tecidos bem lubrificados e úmidos. Na pele, é esse componente ajuda a manter a estrutura e a hidratação natural. Além de combater o envelhecimento da pele e na formação de rugas. Melhorando ainda a questão dos vincos, além de ser usado para preenchimento de sulcos, harmonização facial, entre outras aplicações. E ainda melhorar o aspecto das olheiras e das marcas de acne.

 

 

  1. Alfa-arbutin

 

A substância é capaz de clarear a pele pois reduz a produção de pigmento. De acordo com um estudo realizado em laboratório, o alfa-arbutin é capaz de diminuir em 76% a síntese de melanina. Também inibe em 60% a atividade da tirosinase.

 

mulher no espelho aplicando creme de clareamento de manchas na pele
Foto: Pexels

 

  1. Niacinamida

 

Também conhecida como nicotinamida, essa forma da vitamina B3 impede que a melanina seja transferida das camadas mais basais para as partes mais externas da pele. Por isso, clareia a epiderme, reduz marcas e garante luminosidade.

Aliás, um estudo realizado em 246 mulheres com idades entre 30 e 60 anos constatou efeitos positivos na uniformidade e na textura da pele após 6 semanas de uso de um creme com niacinamida, pantenol e vitamina E.

 

  1. Vitamina C

 

Trata-se de um ativo poderoso no clareamento de manchas na pele. Isso porque tem ação antioxidante e efeitos cumulativos dos raios UVA e UVB. Assim, potencializa a ação de filtros solares e protege ainda mais a sua pele.

Ao mesmo tempo, a vitamina C também inibe a atividade da tirosinase, enzima responsável pela produção de melanina. Então, previne o aparecimento de novas imperfeições.

 

  • Descubra a melhor vitamina C para o rosto e veja como usar!

 

mulher mergulhada em banheira com fatias de laranja e limão
Foto: Unsplash

 

 

Soluções caseiras são eficazes para manchas na pele?

 

Muitas pessoas buscam os produtos naturais a fim de utilizar menos química em suas rotinas de beleza. E algumas soluções caseiras trazem resultados muito satisfatórios. Reunimos as mais populares abaixo, mas é sempre importante consultar um dermatologista antes de iniciar qualquer tratamento.

 

Babosa

 

A Aloe Vera é aliada da pele em amadurecimento. Isso porque contém 96% de água, que hidrata, e 4% de substâncias que nutrem a cútis. Para aproveitar seus benefícios, corte uma folha da babosa e deixe escorrer por 2 horas. O líquido amarelado que sairá é a aloína, uma toxina que pode irritar a derme.

Logo após, lave a folha, corte ao meio no sentido do comprimento e retire o gel com o auxílio de uma colher. Aplique esse gel na face e deixe agir por 30 minutos. Por fim, lave com água fria para retirar.

 

Camomila

 

O chá dessa flor é capaz de amenizar manchas na pele escuras e olheiras. Para isso, ferva 150 ml de água, desligue o fogo e junte 3 colheres (sopa) de camomila. Abafe por 10 minutos. Espere amornar, coe e leve à geladeira. Depois que gelar, molhe rodelas de algodão no chá e faça compressas na área da pele afetada.

 

mulher usando compressas para olheira
Foto: Pexels

 

Esfoliação

 

Marcas mais superficiais, como as causadas pelo sol, podem ser reduzidas e até mesmo eliminadas por meio da esfoliação. O ideal é procurar um dermatologista para a indicação do melhor produto para cada pessoa.

 

Iogurte

 

Uma vez que possui ácido lático, o iogurte ajuda a clarear manchas na pele. Aplique uma pequena quantidade sobre a área afetada e deixe agir por 20 minutos. Em seguida, lave e hidrate a cútis.

 

Máscara de argila

 

A argila branca é a mais indicada para reduzir melasma e outras marcas. Mas todas as variedades trazem benefícios para a pele. Conheça a melhor máscara de argila para você!

 

aplicação de máscara de argila para manchas na pele
Foto: Unsplash

 

Máscara de porcelana

 

Composta por pó de rochas calcárias, ela tem poder de clarear manchas de sol e de acne. Fique por dentro de todos os benefícios da máscara de porcelana.

 

Óleos

 

Os óleos vegetais são grandes aliados da beleza quando o assunto é clarear manchas na pele. Conheça os mais eficazes!

  • Azeite de oliva extravirgem: seus compostos anti-inflamatórios ajudam a purificar e clarear a pele. Basta massagear algumas gotas no local, deixar agir por alguns minutos e lavar em seguida;
  • Óleo essencial de gerânio: confere maciez e clareamento de manchas na pele. Misture algumas gotas a outros óleos vegetais, como o de abacate, por exemplo;
  • Óleo de coco: hidrata a pele e suaviza imperfeições. Só que, por ser comedogênico, obstrui os poros e não é indicado para quem tem tendência à acne;
  • Óleo de rosa mosqueta: regenera, clareia e hidrata a pele ao mesmo tempo. É indicado para remover cicatrizes de acne.

 

mulher aplicando óleos vegetais no rosto
Foto: Pexels

 

Pepino

 

Ele é rico em vitaminas A, C e E, bem como cálcio, potássio, magnésio, fósforo e aminoácidos. Corte algumas fatias de pepino e esfregue nas marcas para amenizá-las.

 

mulher com rodelas de pepino sobre os olhos
Foto: Pexels

 

  • Agora que você conferiu soluções caseiras para amenizar manchas na pele, que tal ver mais produtos naturais para incluir na rotina de skincare? Acabe com a acne usando óleo de rícino; previna o envelhecimento precoce com alecrim; use o chá de malva como tônico hidratante ou ainda conte com o óleo de melaleuca para controlar a oleosidade.
  • 9
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes