A Fazenda 2021 flopou? O que faz um reality show estourar?

A fórmula mágica para muitos filmes, novelas e reality shows são pessoas bonitas para animar nossa rotina no sofá. É fácil assim? É só isso? Qual motivo realmente nos empolga a assistir e não mudar de canal?

- Continue depois da Publicidade -

Será que A Fazenda 2021 flopou? Você pode estar se perguntando o que faz sucesso em um programa como este. Afinal, a receita não é tão simples quanto possa parecer.

Sem dúvida, existem algumas regrinhas básicas: participantes com corpos incríveis, rostos encantadores (com um pouquinho de ácido hialurônico das harmonizações faciais), sorrisos branquíssimos (haja lente de contato dental) e, enfim, um tantinho de confusão.

Há também de se encontrar um bom apresentador. Afinal, ele deve reunir carisma, inteligência, simpatia e muito de sua subjetividade, o que pode ajudar a dar o tom do programa. Pronto! É só isso?

Um reality ainda escolhe uma casa enorme, com decoração maravilhosa, baladas open bar e acrescenta muitos prêmios para distribuir. Então, tem como dar errado? Tem, sim. Porque logo o espectador percebe que não se trata de uma festa sem fim.

Assim sendo, para desacomodar os convidados, há o incentivo para apontar o dedo na cara um do outro. E, a fim de colocar fogo de vez, adiciona-se o desafio de tirar um participante por semana do programa. Dessa forma, a batalha para continuar é ferrenha.

 

- Continue depois da Publicidade -

Só isso basta?

 

Parece que não. Tem que haver um valor subjetivo que extrapole as confusões. Além disso, tem que haver um carisma que não está escrito no contrato. É necessário emergir das acusações e tretas um senso de justiça. Ou ainda um personagem que acolha aquele que não faz parte da “tchurma”.

- Continue depois da Publicidade -

Entretanto, não pode ser uma caricatura. Digamos que é como uma paixão que surge sem estar em nenhum script.

 

  • Veja também A Fazenda 13: como votar e ser mais rápido nas votações

 

Que motivos temos para continuar a assistir?

 

- Continue depois da Publicidade -

Juntamente com cabelos tratados e bocas preenchidas, é necessário um recheio que faz tudo se encaixar. Isto é, uma bandeira, uma causa, um motivo que nos empolga. Em resumo, é um assunto aleatório que movimenta a massa aqui do lado de fora.

É o que nos faz refletir, discutir e tomar partido no café da firma e no almoço de domingo.

 

Integrantes do reality da Record TV.
Fonte: Bcharts

 

 

Uma causa pessoal nos ajuda a encontrar nosso próprio propósito

 

Dentro do nosso cotidiano, somos bombardeados por milhares de informações todos os dias. Entretanto, o que é que fica deste excesso de referências?

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Eu te respondo: o que ficam são as perguntas que nos geram dúvidas. Defender direitos de minorias? Precisamos de mais demarcação de terras indígenas?  Quão importante é a proteção do meio ambiente? Negros realmente necessitam de cotas? E por aí vai.

 

Que bandeiras há em A Fazenda?

 

Dessa maneira, entretenimento por si só já não basta. Nesta edição, apenas se beliscou uma discussão mais profunda quando ocorreu a confusão com o Nego do Borel e Dayane.

Foi abuso sexual? Pode? Não pode? É crime? Bebeu por que quis? As redes sociais pegaram fogo e cada um tomou um partido, do jeito que a gente gosta. Assim, as pessoas discutiam e refletiam: o sim da pessoa bêbada é válido?  Enfim, a torcida gritou e o Nego foi expulso.

Em conclusão, quando alguém está inconsciente, a regra é clara: não é não. E sim também é NÃO. Justificou a apresentadora do programa.

Entretanto, o assunto foi esquecido. Os peões passaram a se preservar cada vez mais em suas opiniões. Como resultado, uma falta de conteúdo interessante empobreceu o programa.

Mediante a ausência de camadas mais profundas – aquelas que despertam paixões – ficaram apenas as tretas. São elas suficientes para segurar o Fazendão?

 

 

Queremos enxergar um exemplo

 

Já viu aquele filme ou leu aquele livro em que o enredo principal é atropelado pelos dramas psicológicos dos personagens? Só para exemplificar, podemos citar “Kung Fu Panda”, “Meu Malvado Favorito” ou “Uma Mente Brilhante”.

Em síntese, há sempre uma questão central. No caso de A Fazenda, é ganhar o prêmio milionário. Mas não é apenas o trajeto que se percorre, e sim a forma que se trilha esse caminho.

É a trajetória que faz o assunto ficar atraente. São justamente as camadas subliminares que fazem você assistir e indicar o entretenimento.

 

Jogo é jogo e treino é treino

 

A emissora Record TV acreditou que já havia encontrado o caminho das pedras com Jojo Todynho. Caso você não saiba, ela estourou na edição anterior do reality. Por isso, a emissora tratou de colocar no casting de A Fazenda 2021 uma integrante equivalente à Jojo: Tati Quebra Barraco.

Não tem como dar errado, tem? Claro que tem… E deu! Deu tudo errado. Afinal, não bastam baixarias e dedo em riste. Antes de mais nada, faltaram os tons de atitude e as sutilezas que constroem um bom enredo.

 

 

 

Um influencer para chamar de seu

 

Basta milhões de seguidores para sustentar a audiência? De forma alguma. O famoso na rede social teme ser cancelado. Isso porque o influencer vive do seu prestígio na rede. Então, pior do que não ganhar o prêmio máximo do programa é sair pela porta dos fundos. Karol Conká que o diga.

 

Tem resposta certa?

 

Não importa a resposta, o que importa é o embate de ideias. Você tem seus motivos para dizer não ou sim. E o outro também tem seus motivos para te contradizer.

No fim, sempre saímos maiores quando enfrentamos um bom combate. O que quero dizer com isso? É que, para sairmos da mesmice, é necessário um pequeno espaço para debater. E para isso servem até os assuntos de um reality show.

 

 

E em A Fazenda 13?

 

Por que A Fazenda 2021 flopou? Causa, bandeira, propósito. É provável que seja isto o que está faltando no reality. Cada diálogo e cada postura soa como um movimento ensaiado. Assim sendo, falta a chama que faz ferver nossos neurônios.

Dessa forma, onde estão as questões mais profundas que apimentam nossa alma? Mesmo que inconscientemente, desejamos ver na tela os dilemas que todos enfrentamos no dia a dia.

Os filmes e realitys nos servem, na maioria das vezes, para que espelhemos nossos próprios dramas, sem necessariamente sermos nós os protagonistas da história. Afinal, fica muito mais confortável ver o outro tentando se livrar das armadilhas. E certamente torcemos para isso, não é mesmo?

 

 

Somos humanos cercados de limites

 

Todos temos dificuldades em nos apresentar em público, nos posicionar no trabalho, definir nossas metas e propósitos ou em nos relacionar com outras pessoas.

Estas questões não são comuns a todos? Não estamos todos numa roda de exercício para hamsters? Sob o mesmo ponto de vista, rodando e rodando sem nunca encontrar a saída?

 

Não há romance

 

Esse é outro motivo pelo qual A Fazenda 2021 flopou: houve poucas tentativas de engatar um romance. Sthefane beliscou Bill, sem sucesso. E Marina arranhou Gui Araújo que, aliás, também não se arriscou.

Por outro lado, MC Gui, quando uma oportunidade surgiu, enviou o amigo para a Roça. Assim, perdeu sua relevância de líder no que era o grupo majoritário da casa.

Foram só tentativas frustradas que não adentraram nas polêmicas que poderiam derivar de cada caso. Uma pena, pois sem profundidade o programa fica à mercê de ajudar um amigo. Ou ainda de uma estratégia rasa de como não ser eliminado do reality precocemente. Além, é claro, de tretas, tretas e mais tretas. Que chatice!

 

Montagem com fotos de Sthe e Bil de A Fazenda 13.
Montagem: Diana Diniz

 

 

A Fazenda 2021 flopou

 

Na linguagem da geração Z, “flopar” significa fracassar ou frustrar.  Já estamos no meio da edição e o programa não empolgou. São muitas confusões e baixarias, mas a treta pela treta é pouco. E a fórmula batida de um elenco de gostosas e bonitões já não é motivo suficiente para impulsionar a audiência.

Dessa forma, faltou dar camadas para o entretenimento. Discussões mais interessantes servem para enriquecer o programa, enquanto ele dá o que falar nas redes sociais.

 

"A

 

Conclusão: por que A Fazenda 2021 flopou?

 

Por fim, o desfile de gatões e gostosas é apenas uma pequena parte do programa. O que verdadeiramente nos envolve e desperta paixões são as causas.

Se ninguém tem uma bandeira para defender, o que fica é apenas alcançar o prêmio oferecido. A ética ou o carrinho por trás não importam mais.

Por outro lado, para nós aqui do sofá, o que resta é mudar de canal.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes