Negócios – São Paulo Fashion Week: Números e Cifras

- Continue depois da Publicidade -


Foto de Danilo Edu

Saiba alguns números do SPFW

Dados apresentados pela PRCom

Principal evento da moda brasileira, comparecem, a cada edição da SPFW, em média 150 compradores internacionais, representantes de grandes redes de varejo oriundos da Europa, Estados Unidos, Oriente Médio, Índia e América Latina.

 

- Continue depois da Publicidade -

A média é de mais de 2.100 jornalistas e profissionais de imprensa nacional e internacional na cobertura do evento, vindos de dezenas de países, entre Rússia, França, Japão, Coréia, Itália, Estados Unidos, Alemanha, entre outros.

 

Aproximadamente 350 modelos desfilam nas passarelas.

 

- Continue depois da Publicidade -

São investidos, em média, R$ 8 milhões a cada edição do SPFW. Nesta edição o valor é o maior de todas: aproximadamente R$ 13 milhões de reais.

 

Desde a primeira edição, o SPFW atraiu mais de 1,8 milhão de pessoas ao Pavilhão da Bienal.

- Continue depois da Publicidade -

Duas vezes ao ano, o SPFW impulsiona pelo menos R$ 1,8 bilhão em negócios relacionados direta e indiretamente ao evento.

 

Mais de 5.000 empregos diretos e indiretos são criados a cada edição em função do SPFW.

As grifes e estilistas que atualmente compõem o SPFW investem nos desfiles cerca de R$ 7,5 milhões por temporada, impulsionando uma rede virtuosa de desenvolvimento, emprego e negócios.

 

Os principais grupos de comunicação do País também são parceiros do SPFW. Anualmente, são investidos R$ 19 milhões em permutas de espaços publicitários e horas de programação relacionados ao SPFW.

Fotos de Fashion Bubbles e Abril

A partir do SPFW, novas profissões foram criadas e surgiu um dos expoentes de exportação nacional: as modelos brasileiras.

 

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

A partir do SPFW, São Paulo passou figurar entre as principais capitais da moda mundial. Atualmente, faz parte de um circuito internacional de moda ao lado de Paris, Milão, Londres e Nova York.

 

O SPFW também gera um grande fluxo de visitantes (cerca de 35% do público do evento vem de fora de São Paulo), movimentando os segmentos de turismo, serviços, hotelaria, alimentação, transporte e varejo.

Alguns números do evento, do mercado e indústria da moda brasileira, com destaque para a cidade de São Paulo

 

A indústria brasileira da moda reúne 30.000 empresas, movimenta US$ 50 bilhões/ano e emprega 1.700.000 de brasileiros. É hoje um dos principais setores que devem receber atenção do governo federal para criação de empregos e investimentos, sendo responsável por 17% do PIB da indústria de transformação no país.

 

Há 10 anos, o Brasil contava com 4 cursos de moda de nível superior. Hoje, são mais de 150 cursos superiores de moda.

 

Os empregos no segmento de vestuário cresceram, em média, 5% ao ano na última década.

 

A cidade de São Paulo recebe mais de 2.000 showrooms de moda que acontecem a cada edição do SPFW, atraindo compradores e gerando um importante momento de comércio de compras. Mais da metade de todo o varejo de moda do País concentra-se em São Paulo. Para a indústria de shoppings centers, SP responde por um faturamento anual de R$ 9,6 bilhões.

Fotos de Mondo Moda e Carow

Turista típico

 

Outra peculiaridade do evento é trazer um turismo gastronômico que movimenta os mais de 12 mil bares e restaurantes da cidade que abrigam a culinária de mais de 50 diferentes países. Esse turista também tem alto poder aquisitivo e costuma frequentar a noite paulistana, suas boates, galerias, cinemas, entre outros.

 

Em shopping centers, como no caso do Iguatemi, é usual encontrar, não só os turistas, mas também modelos profissionais que aproveitam uma hora de folga para ir às compras. O Parque do Ibirapuera é outro dos pontos preferidos na cidade para esse público que vem ao SPFW.

Foto de Abril

Fonte : PRCom

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes