Tendências de consumo para 2009, segundo o Trendwatching

- Continue depois da Publicidade -

O trendwatching acaba de divulgar o ‘free report’ de 6 das 12 tendências de consumo para o próximo ano. É um resumo do material que eles vendem para grandes empresas multinacionais. Claro que o conteúdo on line é bem resumido, já que o negócio deles é vender estes relatórios, mas vale a pena conferir o que esta empresa, que  estuda comportamento do consumidor, e tem como seus clientes a Coca Cola, Sony, Unilever e Victoria´s Secret, entre outros, tem a nos dizer.

1 – NICHETRIBUTES

Esta primeira indicação de tendência aponta que as empresas devem desenvolver produtos e serviços que vão de encontro ao desejo dos consumidores, de acordo com seu estilo de vida e situações. Ok, até aqui nada muito novo, premissa existente em todos os manuais de marketing. Porém, para 2009, trata-se de adicionar valores práticos e funcionais a produtos já existentes, atendendo as necessidades específicas de grupos específicos de consumidores, por isso a palavra ‘Nichetribute’ (atributos para um nicho). Agregar valor realmente percebido, útil, funcional e prático.

Exemplo: Dots Gloves – Luvas de lã e acrílico com bolinhas de níquel nas pontas dos dedos, que permitem tocar tela do seu iPhone sem danificar o visor e sem ter que tirar as luvas no inverno.

- Continue depois da Publicidade -

- Continue depois da Publicidade -

Dots Gloves

2 – LUXYOURY

Você definirá o que é luxo em 2009. O que entendemos, hoje, por luxo, está ligado ao que é raro, ao melhor, ao maior, aos mais caros produtos. A arena do consumo em 2009 mostra um desconcertante número de “raridades”, na verdade, muitos deles, inventados puramente para se sobrepor ao enorme número de oferta em produtos e serviços de massa lançados quase que diariamente. Então, mais do que nunca, as raridades serão as meninas dos olhos dos consumidores, que estarão tentando desesperadamente serem únicos.

- Continue depois da Publicidade -

Rough Hotel

Em 2009, ao invés de se preocupar em perder o próximo lançamento de artigos de luxo, a dica é focar em definir o que é o novo luxo. Declare que é o fim dos produtos muito acessíveis, muito conhecidos e caminhe no sentido oposto. CHIC-DISCRETO, CHIC – RECESSÃO, CHIC -SEGREDOS, CHIC -RÚSTICO, são palavras de inspiração.

Exemplo: Rough Hotel – Este hotel de Londres junta estética rústica com pitadas de luxo, como ótimos vinhos, artes plásticas em exposição, poucos quartos e serviço personalizado. Neste exemplo o luxo faz parte do tempo, não de um produto de consumo; ele é uma experiência pessoal, os donos do hotel definem luxo como tempo para reflexão, para encontro com pessoas, com natureza e arquitetura.

Ser cool e chic pode ser mais simples do que imaginamos !

Rough Hotel

3- FEEDBACK 3.0

A maioria das empresas, hoje, já tem um canal aberto com seus consumidores. Links, como por exemplo, fale conosco, deixe seu comentário, etc., são comuns nos sites. ESCUTAR É A PALAVRA DE ORDEM. Para 2009, o trendwatching aponta que é preciso ir além. As empresas vão ter que se engajar nas conversas dando respostas, ponto de vistas e desculpas diretamente aos consumidores insatisfeitos. Em 2009, COMPARTILHAR e DISCUTIR são as premissas.

Você também pode gostar!

- Continue depois da Publicidade -

Exemplo: Starbucks – Neste link da Starbucks, o consumidor pode participar de fóruns, votar nas melhores idéias, e um time de funcionários da Starbucks analisará os mais votados e irá decidir a implementação das novas idéias. O consumidor ganhará os créditos.

4 – ECONCIERGE

Ajudar seus consumidores a economizar dinheiro de maneira ecologicamente correta é a idéia principal deste conceito.

Exemplos: Free Green – É um site norte americano, onde um time de designer e arquitetos disponibiliza de graça, plantas de casas com projeto ecologicamente correto, o download pode ser feito do site. No site, também, o cliente ou possível cliente encontra o link para achar a construtora, links de produtos para decoração, eletro-eletrônicos, artigos de construção, etc, todos patrocinados pelas marcas.

5- MAPMANIA

Será 2009 o ano em que o urbano, local, o GPS, smartphone, conveniência, espontaneidade, irão se juntar em uma explosiva celebração baseada nas buscas em mapas, na procura, nos encontros e nas conexões? Se tomarmos por base a MAPMANIA, estamos perto disso.

Exemplos: O Google Map, Nokia Maps, Mapquest, o Apontador (no Brasil) , é impossível que as empresas não estejam presentes nestes ambientes em 2009.

Todo este cenário será a geografia do que estará, literalmente, perto dos consumidores. É um método universal de agrupar, organizar, procurar informações importantes sobre produtos, eventos e pessoas. Hoje, toda esta “informação geográfica superior” é acessível durante os trajetos dos consumidores, no carro, nos iPhones, nos GPS – o céu é o limite !

6- Happy Ending

Um importante efeito de um cenário mais austero na arena do consumo no próximo ano será o questionamento dos consumidores. Eles, certamente, estarão se perguntando: o quê realmente me faz feliz? Será um ano onde estarão buscando modelos de consumo diferentes e mais baratos para serem felizes. Se as empresas os ajudarem a encontrar esse caminho, terá o sucesso garantido. É uma ótima oportunidade para inovar, reduzir custos e trazer à tona a melhor mais criativa idéia no mundo dos negócios.

Concentre em:

1 – Influenciar e desenhar a visão da sua empresa.

2 – Inspirar-se e ter um novo conceito de negócio, uma iniciativa totalmente nova uma nova marca.

3 – Adicionar um novo produto, serviço ou experiência para certo segmento de consumidores.

4 – Falar as línguas destes consumidores que já estão vivendo as tendências.

Fonte: Trendwatching

Por Alessandra Gimenez

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes