Moringa em 15 benefícios: um superalimento que emagrece, fortalece a saúde e rejuvenesce a pele

Rica em vitaminas, minerais e proteínas, a planta é aliada da saúde e da beleza. Conheça os benefícios da moringa e descubra como consumir esse superalimento que também purifica a água e ainda ajuda na dieta animal.

  • 17
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

Uma planta altamente nutritiva, com boa concentração de vitaminas e minerais, bem como a mesma porcentagem de proteínas que a carne. E que, além disso, apresenta propriedades antioxidantes, antissépticas, analgésicas e anti-inflamatórias. Esta é a moringa, um vegetal que, por causa de todas as suas características, é muitas vezes chamado de árvore da vida.

Em seguida, você confere um especial com todos os benefícios da moringa para a saúde e para a beleza; conhece suas contraindicações e descobre as melhores formas de consumir esse alimento milagroso. Continue lendo!

 

O que é moringa?

pote com pó de folha de moringa
Foto: Reshot

 

- Continue depois da Publicidade -

Também conhecida como acácia-branca, a Moringa oleifera é uma planta originária do norte da Índia, nativa das encostas do Himalaia. No entanto, seu cultivo se adaptou bem aos climas da África, do Oriente Médio, das ilhas do Pacífico e do Caribe, assim como da América Latina.

Trata-se de uma árvore de pequeno a médio porte, que pode chegar a até 6 metros de altura e 45cm de diâmetro. Possui folhas verde-claras, com aspecto de plumas, e floresce o ano todo, dando flores brancas e perfumadas. Seus frutos são vagens verdes e compridas que, quando maduros, se abrem e liberam várias sementes leves.

- Continue depois da Publicidade -

Além disso, a moringa é considerada um superalimento e costuma ser utilizada em casos de desnutrição. Tanto as suas folhas quanto flores, vagem, sementes, caule e raízes são comestíveis. De acordo com um estudo publicado na revista Food Science and Human Wellness, a planta possui:

  • 7 vezes mais vitamina C do que a laranja;
  • 9 vezes mais proteína do que o iogurte;
  • 10 vezes mais vitamina A do que a cenoura;
  • 15 vezes mais potássio do que a banana;
  • 17 vezes mais cálcio do que o leite;
  • 25 vezes mais ferro do que o espinafre.

Isso quando comparamos a mesma quantidade em gramas desses alimentos. Assim sendo, a moringa é uma ótima aliada de dietas vegetarianas e veganas.

 

- Continue depois da Publicidade -

árvore de moringa cheia de frutos
Foto: Pixabay

 

 

 

Para que serve a moringa e quais seus benefícios?

 

Além de ter alto teor proteico, a moringa é rica em vitaminas A, B1 (tiamina), B2 (riboflavina), B3 (niacina) e C; cálcio; ferro; fósforo; magnésio; potássio e zinco. É importante destacar, aliás, que a concentração mais alta dos nutrientes é nas folhas e nos frutos in natura.

Dentre as propriedades recentemente verificadas pela comunidade científica. Estudos mostram que a planta é um potencial larvicida e repelente dos mosquitos Anopheles stephensi, vetor da malária, e do Aedes aegypit, transmissor da dengue.

Destacamos ainda que a moringa é uma das plantas mais utilizadas pela tradicional medicina ayurveda. Segundo essa corrente, a planta auxilia no tratamento e prevenção de 300 doenças.

Já na medicina tradicional, o suco de flor moringa é utilizado para melhorar a lactação humana e o chá de suas folhas é indicado para resfriados e infecções. As flores frescas são recomendadas para combate a anemia, úlceras gástricas e diarreia.

Assim sendo, a planta é usada por causa de suas propriedades medicinais há centenas de anos. Veja, em seguida, 15 benefícios da árvore da vida!

 

folhas verdes
Foto: Pixabay

 

  1. Protege o coração

 

Isso porque a planta é rica em antioxidantes, como vitamina C, betacaroteno e quercetina. Esses compostos combatem os radicais livres que, em alta quantidade, podem causar estresse oxidativo, uma condição associada a doenças coronárias crônicas.

Além disso, as folhas de moringa ajudam a reduzir os níveis de colesterol ruim e previnem problemas cardiovasculares. É o que indica este estudo da Universidade Mahidol, na Tailândia.

  • Inclua ainda o jiló e o alho-poró na dieta a fim de fortalecer a saúde cardíaca.

 

  1. Aumenta a capacidade respiratória

 

A planta pode ajudar a reduzir a severidade de alguns ataques de asma e proteger contra a constrição dos brônquios. Também favorece o bom funcionamento dos pulmões e melhora a respiração de maneira geral.

 

folha de moringa com céu azul ao fundo
Foto: Pexels

 

  • Sabia que o eucalipto também serve para liberar e proteger as vias respiratórias contra infecções e alergias?

 

  1. Pode combater diabetes

 

A moringa é um antidiabético natural, uma vez que contém ácido clorogênico. Este antioxidante é capaz de desacelerar a liberação de açúcar no sangue após uma refeição. Desse modo, ajuda a manter os níveis de glicose sob controle.

Em uma pesquisa realizada com ratos, por exemplo, o uso da planta atrasou o aparecimento de diabetes em 5 meses. Em humanos, isso equivale a um período de 10 a 15 anos. No entanto, mais estudos são necessários para assegurar sua eficácia em combater a doença.

 

  1. Controla a pressão arterial

 

A moringa é rica em isotiocianato e niacina, compostos que evitam o engrossamento das paredes das artérias. Dessa forma, diminui os riscos de hipertensão.

 

  1. Moringa previne o câncer

 

Isso porque contém glucosinolatos, substâncias que impedem o desenvolvimento do câncer e que combatem a multiplicação de células cancerígenas.

 

prato branco com folhas verdes
Foto: Pixabay

 

 

  1. Evita anemia

 

A planta tem uma boa concentração de ferro e de vitamina C, que ajuda na sua absorção. O ideal, a fim de combater a anemia, é consumir as folhas frescas, para aproveitar os nutrientes ao máximo.

 

  1. Blinda o sistema imunológico

 

A grande quantidade de proteína que o superalimento possui ajuda a fortalecer a imunidade. Além disso, suas propriedades antioxidantes mantêm as células saudáveis e colaboram com o combate de doenças e de infecções.

 

tigela de madeira com pó verde
Foto: Reshot

 

  • Quer apostar na alimentação saudável a fim de melhorar a imunidade? Então, não deixe de incluir na dieta a canela, o alho e a pitaya.

 

  1. Fortalece os ossos

 

Rica em cálcio e fósforo, a moringa pode ajudar a manter os ossos e os dentes fortes, prevenindo problemas como a osteoporose. Por causa de seu efeito anti-inflamatório, a planta também combate os sintomas da artrite e pode até auxiliar na cicatrização de ossos quebrados.

 

  1. Favorece a saúde da visão

 

O alto teor de betacaroteno, que é precursor da vitamina A, favorece a produção dos pigmentos da retina. Por isso, promove a boa visão, principalmente à noite e em ambientes com luz reduzida.

 

Você também pode gostar!
  1. Colabora com o sistema gastrointestinal

 

30% do pó das folhas de moringa é composto por fibras. Essas substâncias não são essenciais para a digestão, mas facilitam o processo. Além disso, as propriedades antibacterianas, anti-inflamatórias e antimicrobianas da planta podem inibir o crescimento de patógenos e prevenir problemas no sistema gastrointestinal.

 

  1. Faz bem para o cérebro

 

As propriedades antioxidantes da planta têm mostrado eficácia em reduzir os sintomas de Alzheimer e demência em estudos com animais. Os cientistas acreditam que isso se deva ao seu alto teor de vitaminas C e E, as quais combatem o estresse oxidativo.

Fora que há indícios de que as folhas dessa árvore milagrosa aumentem a produção dos hormônios da felicidade, dopamina e serotonina. Com mais pesquisas, a moringa pode fazer parte de um tratamento eficaz para a depressão, por exemplo.

 

folha de moringa na palma da mão
Foto: Photopin

 

 

  1. Pode proteger o fígado

 

Esse órgão é responsável por filtrar o sangue, desintoxicar o organismo e metabolizar gordura. E a moringa pode ajudar no seu bom funcionamento, pois contém polifenóis capazes de reverter a oxidação das células do fígado. Estudos preliminares mostram que o consumo da planta pode até reduzir a fibrose hepática.

 

  1. Moringa emagrece

 

Como dissemos anteriormente, a planta é rica em fibras e, por isso, garante mais saciedade. Além disso, sua alta concentração de vitamina B ajuda o corpo a converter os alimentos em energia, em vez de estocá-los na forma de gordura.

 

vagens verdes cortadas ao meio
Foto: Pixabay

 

 

  1. Alivia os sintomas da menopausa

 

É o que indica um estudo publicado no periódico Journal of Food and Science Technology em 2014. Os pesquisadores testaram os efeitos tanto do pó das folhas de moringa quanto do pó das folhas de amaranto em 90 mulheres. Elas tinham idades entre 45 e 60 anos e já haviam passado pela menopausa. Após três meses, foram notados vários indicativos de hormônios mais equilibrados por causa das propriedades antioxidantes das duas plantas.

 

  1. Cuida da pele e dos cabelos

 

Uma vez que é rico em antioxidantes, como as vitaminas A, C e E, o extrato de moringa previne o envelhecimento precoce da pele. Desse modo, é muito utilizado em dermocosméticos. Ele também estimula a produção de colágeno, prevenindo, assim, rugas e manchas.

Ao mesmo tempo, suas propriedades antissépticas, antibacterianas e antifúngicas ajudam a tratar a acne, cicatrizam machucados e amenizam a caspa. Por fim, como a planta é rica em ácidos graxos, como ômega 6 e ômega 9, garante elasticidade e hidratação quando usada no cabelo.

 

folha de Moringa oleifera
Foto: Freeimages

 

 

Como consumir a moringa?

 

A moringa é muito versátil e pode ser usada em diversos preparos. Você pode consumir as folhas cruas, em saladas, ou ainda cozidas e refogadas, do mesmo modo como preparamos espinafre.

Além disso, também é possível utilizar o pó que é extraído das folhas da planta. Ele tem um sabor terroso, levemente amargo, e pode ser usado para fazer chás ou como ingrediente de sucos e vitaminas.

Dentro da gastronomia, as folhas da moringa são muito apreciadas na Indonésia e no Timor Leste. Um prato é feito com suas flores fritas e imersas em leite de coco. A iguaria se chama makansufa e pode ser acompanha por arroz e milho. Nos países asiáticos, as flores são comumente usadas em saladas e muito utilizadas em chás contra resfriados.

Por fim, o óleo ou extrato de moringa é a melhor opção para tratamentos de beleza. Você pode aplicá-lo direto na pele ou no couro cabeludo, massagear, deixar agir por alguns minutos e lavar em seguida. Outra opção é acrescentar algumas gotas ao hidratante facial ou à máscara de hidratação capilar antes de usar.

 

 

 Moringa purifica a água

 

E se tudo isso já não fosse o suficiente, a moringa pode decantar a água separando as impurezas e tornando o líquido apto ao consumo.

O site Ecycle ressalta a importância da planta e seu potencial de realizar um tratamento químico da água ao decantar bactérias e resíduos. Após macerar as sementes de moringa e adicioná-las à água, elas atraem argila, sedimentos e bactérias, que se acumulam no fundo do recipiente e deixam a água clara e potável.

Três sementes purificam cerca de um litro de água. O ideal é utilizar sementes colhidas recentemente para o tratamento de água. O tempo ideal de decantação é de 90 minutos, porém, quanto maior o tempo e repouso, maior a quantidade de partículas que irão se acumular no fundo do recipiente. Após esse processo, a água precisa ser filtrada ou coada.

Lembrando que milhões de brasileiros não têm acesso à água tratada.  , consequentemente, a moringa pode ser uma boa alternativa para melhorar a qualidade da água disponível nessas áreas.

 

folhas de árvore da vida
Foto: Pexels

 

Combate à fome

 

Na Etiópia, a espécie mais comum de moringa é a stenopetala, que é largamente plantada nas encostas das montanhas em Konso e ao redor das casas e cabanas de palha dos habitantes. A planta garante um mínimo de elementos nutritivos para a população do local, especialmente para as crianças.

Enquanto, no sudoeste do Senegal, no período de 1997 a 1998, pesquisadores ensinaram a receita a clínicas locais, médicos e enfermeiras para salvar crianças, mulheres grávidas ou amamentando da morte por desnutrição. As mães foram orientadas a ingerir esse pó nas refeições para produzir mais leite durante o período de amamentação.

 

Alimentação Animal

 

A moriga também pode ser usada na alimentação animal. Segundo o site Agraer, se forem cortadas, trituradas e armazenadas adequadamente, no inverno, as moringas podem ser servidas no cocho por oferecer cerca de 30% de proteína ao rebanho.

Desta forma, dentro da agricultura familiar a moringa pode ser uma ótima opção para a alimentação animal, pois ela oferece proteína de excelente qualidade e minerais para os animais.

 

Quais os malefícios da moringa?

 

Mulheres grávidas e lactantes devem evitar ingerir a planta por causa de substâncias tóxicas que podem ser encontradas em suas raízes, sementes e flores. As folhas, bem como o óleo e o pó extraídos delas, são seguros em pequenas quantidades.

Quando a planta é jovem e tem cerca de 30 centímetros, as raízes possuem uma reserva nutricional sendo aptas ao consumo. Entretanto, passado esse período, a raiz já não é indicada ao uso alimentar.

Ainda assim, antes de tomar qualquer suplemento para prevenir ou tratar alguma doença, é essencial se consultar com um médico especialista.

O consumo em excesso do pó das folhas de moringa também não é recomendado, pois pode ter efeito laxativo. Procure não ingerir mais de 1 colher de chá ao dia.

 

 

  • 17
    Shares

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes