Piscina biológica com águas cristalinas, belas plantas ao redor, cadeira e gato no deck de madeira, portas de vidro ao lado e mesa preta.

Piscina biológica: o que é, como funciona e quanto custa fazer essa tendência de decoração

A piscina biológica é tendência na decoração, atraindo cada vez mais pessoas. Saiba o que é, como ela funciona e quanto custa ter uma em casa

Compartilhe

Você sabe o que é uma piscina biológica? Se sim, certamente já pensou em ter uma na sua casa, para embelezar o quintal, sair do tradicional e divertir toda a família. Mais sustentável e com uma pegada diferente das piscinas convencionais, as biológicas estão super em alta!

Mas, se você não sabe o que significa, não se preocupe. Isso porque o Fashion Bubbles trouxe a explicação do que é uma piscina biológica, como ela funciona e quanto custa aderir a essa tendência de decoração. Então, continue lendo para não perder nada sobre essa ideia que ganha cada vez mais espaços nas casas!

O que é uma piscina biológica?

Piscina biológica é um sistema que consiste em utilizar plantas aquáticas e micro-organismos para substituir filtros e produtos químicos tradicionalmente utilizados na limpeza e filtração da água de piscinas convencionais. 

Piscina biológica em casa branca, com árvores ao redor.
Fonte: Instagram @cuboslagos

Assim, a ideia de ter uma piscina com areia, peixes, plantas e pedras deixou de ser algo exótico e passou a atrair um número cada vez maior de pessoas. Isso porque elas são mais sustentáveis do que as piscinas convencionais e também diferentes do comum, o que a torna uma febre.

Piscina biológica com muitas pedras e plantas ao redor.
Fonte: Instagram @thiago.borges.paisagismo

Desse modo, esse tipo de piscina tem uma pegada de carbono muito menor do que as convencionais, por não usar cimento nem estrutura de aço. 

Como funciona uma piscina biológica?

Dotadas de um conjunto de filtros, dentre eles o biológico, as piscinas biológicas utilizam microrganismos para purificar a água. Os peixes desempenham papel fundamental no controle de algas e larvas de mosquito, criando um fluxo biológico semelhante ao de ecossistemas naturais. Daí a origem do termo piscina biológica.

Quintal com piscina biológica, muitas árvores em volta e estofados na cor rosa.
Fonte: Instagram @thiago.borges.paisagismo

Graças a essa dinâmica circular, as piscinas conseguem se manter limpas sem fazer uso de cloro ou demais produtos químicos.

Piscina biológica com peixes, plantas e pedras, ao lado de um deck de madeira.
Fonte: Instagram @lagumlagos

O único elemento adicionado na água é ozônio, uma substância com poder desinfetante até mil vezes superior ao cloro, mas sem efeitos adversos que este último causa na saúde humana, como alergias respiratórias e danos ao cabelo e à pele.

Enorme piscina biológica com água cristalina, plantas e pedras.
Fonte: Divulgação/Clímax Ambiental

Além disso, as piscinas biológicas não usam sulfato de alumínio, material nocivo à saúde humana que costuma ser aplicado nas piscinas convencionais para decantar sujeiras. 

As piscinas biológicas representam uma quebra de paradigma. Elas ajudam as pessoas a se reconectarem com os ciclos da natureza. Assim como um lago natural ou um rio, a piscina biológica é um ambiente dinâmico e está em constante mudança, sendo o tempo parte integrante da concepção deste verdadeiro ecossistema, agregando ainda mais naturalidade e resiliência ao sistema.”, explica o biólogo Rafael Catarino, dono da Clímax Ambiental

Vantagens da piscina biológica

A piscina biológica tem muitos benefícios! Nesse sentido, a sua construção vai muito além de apenas sustentabilidade. Então, confira aqui algumas vantagens de optar por esse tipo de piscina. 

Piscina biológica com muitas pedras e plantas ao redor.
Fonte: Instagram @lagumlagos

Saúde mental

A piscina biológica oferece benefícios para a saúde mental parecidos aos ‘banhos de floresta’, uma prática da medicina oriental que tem sido recomendada por psicólogos mundo afora. Além de serem refrescantes, as piscinas têm esse caráter introspectivo. Um mergulho com snorkel numa piscina biológica têm um efeito relaxante que faz bem para a mente e para o corpo”, explica Rafael Catarino.

Duas pessoas abaixadas próximas à piscina biológica com plantas, águas cristalinas e pedras.
Fonte: Instagram @itubanaia

Sustentabilidade

Como citado anteriormente, a piscina biológica é muito sustentável. Isso porque sua utilização não envolve nenhum tipo de produto químico nem de cloro. Além disso, envolve o uso de plantas aquáticas e outros micro-organismos. 

Piscina biológica ao lado de área gourmet, com mesas. cadeiras, sofás e guarda-sol.
Fonte: Instagram @gustavonunes. arq

Baixo custo de manutenção

Outra vantagem da piscina biológica é que você também não terá que gastar muito em sua manutenção, como com a conta de energia. Isso ocorre porque ela não demanda a utilização de nenhum equipamento elétrico. Ainda, não há a necessidade de gastar com produtos químicos, cloro e filtro.

Piscina biológica com plantas sobre a água, árvores ao redor e iluminação.
Fonte: Instagram @veri.castro

Ferramenta de educação ambiental para crianças

Segundo o biólogo, a piscina biológica também pode ser uma ferramenta de educação ambiental, sobretudo para as crianças. A partir da observação dos peixes, dos pássaros, rãs, insetos, plantas e algas a criança passa a compreender melhor os ciclos da natureza.

A gente percebe que as piscinas biológicas tranquilizam as crianças e trazem um alternativa saudável e divertida aos jogos de videogame e à televisão”, disse Rafael Catarino.

Piscina biológica com escada e peixes, ao lado de deck de madeira.
Fonte: Instagram @genesisecosistemas

Relacionadas

Desvantagens da piscina biológica

Apesar de ter muitas vantagens, como o baixo custo de manutenção, benefício à saúde mental e sustentabilidade, a piscina biológica também tem desvantagens. Confira a seguir quais são!

Casa marrom e cinza com piscina biológica na frente, com plantas, pedras e água cristalina.
Fonte: Instagram @chapeco.ecossistemas

Presença de anfíbios

A utilização de plantas aquáticas na piscina biológica contribui para a criação de anfíbios nessas partes da piscina biológica. Dessa forma, esses animais podem migrar para a área de banho.

Piscina biológica com peixes, pedras e plantas.
Fonte: Instagram @bicalholagos

Custo inicial elevado

É verdade que manter uma piscina biológica apresenta um custo baixo. Porém, seu custo inicial é bem elevado. Pensar no projeto, cavar e impermeabilizar o local, preencher com água e inserir as plantas, pedras e micro-organismos é complexo e pode ser caro, visto que demanda a mão de obra de empresas especializadas.

Quintal de casa branca e marrom com grama, espreguiçadeira, piscina biológica e plantas.
Fonte: Instagram @onbioarquitetura

Cuidados com a piscina biológica

Rafael Catarino ressalta, no entanto, que as piscinas biológicas precisam de uma série de cuidados para manter a sua autorregulação. Ele explica que nem sempre os projetos incluem o sistema de filtragem biológica que faz as piscinas terem esse nome, o que acaba gerando dores de cabeça e aumentando os custos de manutenção.

Piscina biológica com muitas árvores em volta e também um deck.
Fonte: Instagram @icone.arquitetura

Segundo ele,  o uso do ozônio também precisa ser bem controlado para não afetar a saúde dos peixes.Outro cuidado importante é com a seleção das espécies de peixes que serão introduzidas na piscina.

Em locais com temperaturas mais amenas, as carpas são as mais indicadas, mas em lugares quentes, como o Nordeste, possibilita explorarmos o uso de espécies nativas.

Piscina biológica curva, feita no quintal de uma casa branca.
Fonte: Instagram @ecosys_lagos_ornamentais

Todos os seres vivos devem ser criteriosamente escolhidos e quantificados, com base em cálculos biológicos, dinâmica de interação e características de cada espécie.

Se o princípio da circularidade for levado a sério, as piscinas biológicas podem dar muito menos trabalho para fazer manutenção do que uma piscina convencional. Além disso, é possível tirar proveito de algumas vantagens nem sempre conhecidas, como a capacidade das piscinas de fornecer adubo a partir do sistema de filtragem biológica.

Piscina biológica em meio a um grande gramado. Perto dela, há plantas e pedras.
Fonte: Instagram @genesisecossistemas

O processo de limpeza dos filtros elimina uma água altamente rica em matéria orgânica. É possível usar esse material para fazer a fertirrigação do jardim ou da horta. Isso permite uma economia de dinheiro com a compra de adubo orgânico e ainda ajuda o meio ambiente, reduzindo a produção de resíduos.

  • Logo depois, leia Planta jiboia – por que é bom ter em casa + dicas de cuidado e fotos de inspiração

Quais plantas usar na piscina biológica?

Na piscina biológica as plantas ficam tanto nas bordas, na superfície como embaixo d’água. Normalmente, para a composição da piscina biológica utiliza-se plantas macrófitas aquáticas e nenúfares. Ou seja, que crescem em águas paradas ou de movimentação lenta. Desse modo, dentre elas, podemos destacar:

  • Ninféias;
  • Flor de lótus;
  • Aguapés;
  • Alface d’água;
  • Salvinia auriculata.

Ainda, vale ressaltar que o tipo de planta pode variar de um projeto a outro, dependendo do clima da região. Isso porque algumas espécies se adaptam melhor à determinados climas.

Quanto custa fazer uma piscina biológica?

A resposta é depende. Isso porque os valores das piscinas biológicas variam muito entre as regiões do país, as empresas que prestam esse tipo de serviço e do projeto.

Piscina biológica no quintal de uma enorme casa, com uma academia e deck de madeira ao lado.
Fonte: Instagram @ceramicaportinari

Desse modo, os valores começam em cerca de R$ 400 reais por metro quadrado. Porém, podem chegar até mais de R$ 5 mil reais pela mesma metragem.

Quais as diferenças entre piscina biológica, lago orgânico e lago oriental?

Os lagos orgânicos se diferem das piscinas biológicas no tamanho do espelho d´água. Já os ornamentais costumam ter uma profundidade menor do que as piscinas. Mas os princípios e os efeitos desses ambientes aquáticos sobre o entorno são semelhantes aos das piscinas biológicas.

Recentemente, a empresa construiu ambientes aquáticos para uma escola particular em Salvador e para uma clínica de cuidados paliativos em Recife. O empresário se emociona ao falar sobre este último projeto.

Vista de cima de uma piscina biológica com águas claras, pedras brancas e muitas plantas ao redor.
Fonte: Instagram @paisagismojde

De acordo com ele, o projeto trouxe uma melhora substantiva no humor e no bem-estar dos pacientes. Como a clínica está situada numa avenida movimentada da cidade, Catarino incluiu pequenas cascatas, que neutralizam o barulho vindo da rua.

De acordo com gestores da clínica, o projeto com cascatas teve efeito direto no estado psicológico dos pacientes, aumentando a sensação de calma. Os pacientes gostaram tanto, que o ambiente com cascatas, pedras e peixes virou o local de descanso preferido na clínica.

Conclusão

Agora que você já sabe tudo sobre piscina biológica, como o que é, como ela funciona e quanto custa, o que acha de ter essa tendência em casa? Assim, seu lar ficará ainda mais charmoso e próximo da natureza. Dessa forma, se você deseja saber mais sobre decoração, como dicas e tendências, não deixe de conferir nossa categoria!

Compartilhe

Enquete BBB 2024: quem vence o programa após a eliminação de Anny?

Anny foi a nona eliminada do Big Brother, e agora restam 16 pessoas na disputa pelo prêmio. Qual delas você acha que merece ganhar o reality? Participe da votação na enquete Fashion Bubbles e confira resultado parcial em tempo real!


Newsletter

Inscreva-se em nosso newsletter e receba diretamente em seu e-mail artigos exclusivos, dicas de beleza imperdíveis e as últimas novidades dos reality shows mais badalados. Não perca a chance de estar sempre à frente, conhecendo as tendências e segredos que só os verdadeiros conhecedores do universo fashion e do glamour dos realitys têm acesso!

Não fazemos spam! Leia mais em nossa política de privacidade.


Últimas notícias BBB

Últimas notícias