Campeão mundial de remo morre aos 26 anos

O esportista lutava desde o ano passado contra um osteossarcoma na perna esquerda

- Continue depois da Publicidade -

Filippo Mondelli, campeão mundial de remo que ajudou a Itália a se classificar para as Olimpíadas de Tóquio, morreu aos 26 anos de câncer ósseo, anunciou o Comitê Olímpico Italiano (CONI) na quinta-feira.

O remador conquistou o título mundial de quadruple scull em 2018 e também foi bicampeão europeu, em double scull em 2017 e em quadruple scull no ano seguinte.

Mondelli junto com seus companheiros de equipe Andrea Panizza, Luca Rambaldi e Giacomo Gentili qualificaram a Itália para o scull quádruplo nos Jogos de Tóquio, que deveriam ser realizados em 2020, mas devido à pandemia de coronavírus será realizada no mesmo local em 2021.

O presidente do CONI, Giovanni Malago, descreveu o remador como:

“um grande campeão, dentro e fora d’água, um exemplo de habilidade e coragem, um campeão dos valores que tornam o mundo do esporte grande”.

- Continue depois da Publicidade -

Mondelli foi diagnosticado com um osteossarcoma na perna esquerda há um ano e foi operado. No entanto, ele não conseguiu superar a doença e três anos depois de ser campeão mundial, ele morreu.

 

Mondelli e sua trajetória no remo

 

- Continue depois da Publicidade -

Filippo Mondelli

 

Você também pode gostar!

Mondelli começou a remar em 2007 e em 2015 conquistou o ouro na 4ª Competição do Mundial Sub 23. Ingressou na seleção principal após as Olimpíadas Rio 2016, disputou uma temporada inteira, conquistando a medalha de ouro no Europeu de 2017 e a medalha de bronze no Mundial do mesmo ano.

O tumor foi descoberto por causa de dores no joelho. Assim começou aquela batalha que, apesar das terapias, ele não conseguiu vencer.

- Continue depois da Publicidade -

“Fazia alguns dias que vinha reclamando de uma dor no joelho e esse diagnóstico foi inesperado – revelou Mondelli em janeiro de um ano atrás. Espero voltar logo totalmente recuperado. Preciso agradecer aos meus companheiros, aos médicos, aos técnicos e aos gestores federais e a tantas pessoas que, nos últimos dias, sempre estiveram perto de mim”, disse ele ao site da Federação Nacional de Remo.

 

  • Veja também: Surfista que iria para as Olimpíadas morre atingida por um raio no mar

 

A doença

 

Uma dor no joelho que não lhe deu trégua o obrigou a recorrer a exames diagnósticos aprofundados para entender qual era a causa daquela doença. Ele percebeu isso depois de ter iniciado o encontro pré-olímpico e foram os médicos da federação que o dirigiram. E desde então nada mais foi o mesmo.

 

  • Siga o Fashion Bubbles no  Google News para poder acompanhar tudo sobre famosos direto em seu smartphone. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News.

 

Os dirigentes, técnicos e atletas deixaram mensagens afetuosas à sua família e expressam as suas mais profundas condolências.

 

 

Filippo Mondelli deixou a seguinte mensagem no Instagram:

Aqui estou!
Desculpe pela ausência.
Hoje pela primeira vez desde a operação me levantei!
Nos primeiros dias, pequenos movimentos da perna enquanto estava deitado, depois nos últimos dois dias, levantei lentamente para cima.
ESTOU BEM!
Agradeço a todos, realmente a todos.

- Continue depois da Publicidade -

você pode gostar também

“Nós usamos cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar sua experiência. Ao utilizar nossos serviços, você concorda.” Tudo bem Mais detalhes