10 chás para dormir: ervas que ajudam a relaxar

Capim-limão, camomila e valeriana são algumas das ervas utilizadas para a produção de chás para dormir, saiba como elas agem no corpo

Fonte: Canva

Isso porque algumas ervas são capazes de ajudar no tratamento da insônia, que acomete principalmente pessoas com alto nível de estresse e consumo frequente de substância estimulantes. Por exemplo, a cafeína, nicotina ou o álcool.

Porém, é preciso tomar cuidado com a erva escolhida. Isso porque algumas delas possuem o efeito estimulante ao invés de calmante. Desta forma, separamos as dez mais utilizadas e como elas agem no corpo. São elas: 

  1. Camomila
  2. Maracujá
  3. Erva-cidreira
  4. Erva-de-São-joão
  5. Alface
  6. Lavanda
  7. Valeriana
  8. Cúrcuma
  9. Capim-limão
  10. Tília

Como os chás para dormir funcionam?

Fonte: Canva

Além disso, para potencializar os efeitos, vale a pena adotar uma rotina que favoreça o sono saudável. Por exemplo, dormir cedo, não mexer no celular após deitar na cama, não consumir alimentos pesados antes de deitar, entre outros. 

Para não enjoar do sabor, uma dica é alternar entre as ervas ou ainda combiná-las entre si. Porém, para não concentrar uma quantidade excessiva das plantas, é necessário aumentar a dosagem da água na receita. 

1. Chá de camomila

Related Post
Fonte: Canva

Este é um dos chás mais famosos para este fim. Isso porque a camomila é popularmente utilizada como calmante indicado para situações de ansiedade e estresse. Porém, nem todos sabem que o chá de camomila também é eficaz no tratamento da insônia. 

Isso acontece graças aos receptores chamados benzodiazepínicos que, quando entram em contato com a substância presente no chá, diminui a ação do sistema nervoso central. 

Além da própria bebida, também há comprovação desses benefícios no vapor liberado do . Como resultado, inalar o ar quente ajuda a reduzir os níveis de estresse. 

2. Chá de maracujá

Fonte: Canva

Você já ouviu falar que o suco de maracujá é bom para acalmar? Esses benefícios também são garantidos através do chá. Isso porque esta fruta tropical tem poder de aumentar o nível de ácido gama-aminobutírico (GABA) no cérebro, o que ajuda a relaxar. 

Além disso, essa liberação do ácido GABA reduz a atividade cerebral e, consequentemente, facilita pegar no sono.

3. Chá de erva-cidreira

Fonte: Canva

A erva-cidreira é utilizada em muitas coisas devido ao sabor refrescante e efeito calmante, por exemplo, velas aromáticas, incensos, bebidas geladas e chá. 

Afinal, existem diversas comprovações de que a erva tem papel fundamental no tratamento não só na insônia, mas também na ansiedade e depressão

Estes benefícios também são oferecidos graças à estimulação no cérebro gerada pelo GABA, que é gerada pela maioria dos chás para dormir. 

4. Erva-de-São-João

Fonte: Canva

Isso porque ele contém duas substâncias essenciais para acalmar a mente: a hiperforina e a hipericina. Elas atuam na diminuição do funcionamento do sistema nervoso central. Por isso, relaxa o corpo e facilita a pegar no sono.

Entretanto, pessoas que utilizam medicamentos antidepressivos devem consultar o médico antes de incluir o chá de erva-de-São-João no cardápio.

5. Chá de alface

Fonte: Canva

Se você costuma comprar alface para fazer salada, está na hora de experimentar um novo jeito de consumi-la, por meio do chá.

Estudos recentes têm demonstrado um efeito relaxante e sedativo da infusão, especialmente para crianças e bebês. Vale destacar que apenas bebês com idade superior a seis meses devem consumir o chá de alface.

6. Chá de lavanda

Fonte: Canva

Por isso, pesquisadores tem encontrado propriedade ansiolíticas também no consumo do chá de lavanda. Além disso, a bebida é poderosa no combate a ansiedade, estresse e depressão, que são as principais causas de insônia.

7. Chá de valeriana

Fonte: Canva

Outra erva essencial para esta lista de chás para dormir é a valeriana. Este chá é um dos que mais possuem comprovações científicas no tratamento da insônia e na qualidade do sono. 

Assim como o chá de maracujá, o de valeriana auxilia na liberação de ácidos GABA no cérebro. Basicamente, ele é um neurotransmissor capaz de diminuir o sistema nervoso e, assim, ajuda a relaxar. 

Além disso, em relação à qualidade do sono, estudos indicam que o consumo frequente de chá de valeriana aumenta o tempo de sono e diminui a quantidade de vezes que se acorda durante o período da noite. 

  • Você também pode gostar Calmante natural: opções para reduzir a ansiedade e o estresse

8. Chá de cúrcuma 

Fonte: Canva

Ao contrário de outros chás como o verde, ou o preto, o de cúrcuma não possui cafeína em sua composição. Por isso, é uma excelente alternativa para variar antes de dormir. 

Porém, se você costuma comprar sachês prontos de erva para fazer chá, é preciso ficar atento. Isso porque parte deles costuma misturar a cúrcuma com alguma outra erva que possua cafeína. Como resultado, a bebida não oferecerá o efeito relaxante. 

9. Chá de capim-limão 

Fonte: Canva

Uma das principais causas da insônia é a ansiedade. Por isso, tratar esse sintoma é fundamental para a qualidade do sono. Sendo assim, uma ótima opção natural para combater esses dois problemas é adicionar o chá de capim-limão ao cardápio no dia a dia. 

Segundo pesquisadores, este é um dos chás para dormir que possui substâncias que auxiliam no alívio da tensão corporal. Como resultado, acalmam e previnem contra a depressão e a insônia. 

10. Chá de tília

Fonte: Canva

Como resultado, diminui os sintomas da ansiedade e combate a insônia.

Entretanto, o chá de tília não é recomendado para grávidas, lactantes e crianças até 4 anos.

  • Siga o Fashion Bubbles no Google News para poder acompanhar tudo sobre Saúde direto no seu smartphone. É só clicar aqui, depois na estrelinha 🌟 lá no News

Conclusão – chás para dormir

Existem vários tipos de chás para dormir que, além de atuar contra insônia também oferecem outros benefícios à . Portanto, adicioná-los no cardápio diário também é melhorar a qualidade de vida e o consumo de produtos naturais.

Porém, antes de iniciar o consumo frequente de qualquer uma das ervas, consulte um médico. Além disso, caso você perceba algum efeito adverso, suspenda o uso imediatamente.

Diana Diniz: Diana Diniz é jornalista apaixonada por novas experiências. Possui uma bagagem de conhecimento adquirido na Universidade do Algarve, em Portugal. Através do MBA em Marketing Digital e Especialização em Saúde pôde se aperfeiçoar na redação de artigos para blogs com embasamento científico e unir a experiência da profissão com sua paixão: a escrita.
Posts Relacionados